Jump to content

És contra ou a favor do serviço militar obrigatório?


Vasco G
 Share

Serviço militar obrigatório   

35 members have voted

  1. 1. És contra ou a favor do serviço militar obrigatório?

    • A favor
      15
    • Contra
      20


Recommended Posts

WWW.DN.PT

Num artigo de opinião, o chefe do Estado-Maior da Armada disse que se deve ponderar instaurar novamente este regime. O homólogo do Exército concordou. Ainda assim, nenhum dos partidos o propõe, focando-se noutras áreas.

 

 

Link to comment
Share on other sites

Se não é obrigatório honrar e cumprir com os deveres políticos, ia ser com o serviço militar? Tá. 

Sou contra mas, e fora de brincadeira, acho que por exemplo o Ministro da Defesa devia, pelo menos, lá ter ido. 

Link to comment
Share on other sites

Já fui de outra opinião mas hoje em dia acho q devia ser obrigatório. 

Não por razões a ver com defesa ou sentido de pátria mas no sentido da malta aprender a fazer alguma coisa, a ter mais maturidade e responsabilidade, ou para perceberem que o mundo não é o titktok e o instagram.

Sou honesto. Na minha altura fui lá dar o nome mas nunca fui chamado para nada, nem queria. Nem tão pouco achava que fazia sentido a malta ser obrigada. Mas tb, o q é q eu sabia nessa altura? Nada... 

Link to comment
Share on other sites

Eu percebo o que dizes @HERiTAGE, mas a verdade é que é difícil sabermos se não é uma mentalidade de simples velho vs novo. No nosso tempo a malta mais velha também dizia que a vida não era só PlayStation e Dragon Ball. Sei que são coisas diferentes, mas será que não é a simples evolução das coisas? 

Link to comment
Share on other sites

Eu tenho perfeita noção disso. 

Mas mesmo na minha altura, eu acho que vistas agora as coisas não se perdia nada se houvesse serviço militar obrigatório. 

Link to comment
Share on other sites

Até parece que o pessoal dantes quando existia regime militar o obrigatório era mais bem comportado. 
Numa altura que se fala tanto de liberdade impor um regime onde querem que sejas um robot e não penses por ti é só ridículo. 
 

A verdadeira educação e civismo não se ensina aos 18anos mas até lá chegar, invistam na educação isso sim faz crescer um país. 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Não tenho opinião formada, mas o que dizes @Mini0nfaz sentido.

Eu fiz a inspeção e fiquei na reserva militar porque estava a estudar mas não teria qualquer problema em ter ido.

Edited by karkov
Link to comment
Share on other sites

Sou contra, se existe um problema de falta de efectivos mas forças armadas criem incentivos e dêem melhores condições que tornem a coisa mais atractiva, não é com imposições e obrigações que se resolvem as coisas. 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

35 minutes ago, Mini0n said:

Isso é mais um exemplo de fazer a coisa errada pelo motivo certo. 

Queres malta mais responsável e adulta, educa-os como tal. Queres malta a saber fazer coisas? Ensina. Se como está não serve, altera as coisas para passar a servir. Não tem sentido impor um regime militar para fazer o que a educação e ensino foram feitos para fazer. 

Sem contar com os muitos exemplos de abuso de poder que essa malta matura e responsável gosta muito... 

Eu nunca disse que o serviço militar devia substituir o que dizes.

O que eu digo é que o serviço militar complementa muita coisa q não se aprende em casa nem no mercado de trabalho e que, em minha opinião, faz falta. Já fazia na minha geração. 

Edited by HERiTAGE
Link to comment
Share on other sites

Mas é como o @invaderhd diz. Espetar o serviço militar num puto de 18 anos que acha que tiktok is life é um passo para problemas futuros.

E não vai resolver os 18 de má educação e má formação. 

 

Link to comment
Share on other sites

Uma coisa é certa, se um dia se instalar uma nova guerra na Europa (nunca tivemos tão perto disso como estamos agora), se me chamarem para a frente da batalha, preferia ir com treino e conhecimentos do que ir sem qualquer tipo de conhecimento e basicamente ser carne para canhão, que é o que iria acontecer com muito jovem. 

Link to comment
Share on other sites

22 minutes ago, Revenge said:

Uma coisa é certa, se um dia se instalar uma nova guerra na Europa (nunca tivemos tão perto disso como estamos agora), se me chamarem para a frente da batalha, preferia ir com treino e conhecimentos do que ir sem qualquer tipo de conhecimento e basicamente ser carne para canhão, que é o que iria acontecer com muito jovem. 

Parece-me fazer pouco sentido essa linha de pensamento.  Assim um curso de autodefesa devia ser também obrigatório já que é bem mais provável teres que te defender do que ir para uma guerra. 
Nos dias de hoje é com a tecnologia bélica de Portugal também só ias treinar para ser carne para canhão. Já faz quase 0 sentido andar de metralhadora em mão a combater numa guerra. 

Edited by invaderhd
Link to comment
Share on other sites

5 minutes ago, invaderhd said:

Nos dias de hoje é com a tecnologia bélica de Portugal também só ias treinar para ser carne para canhão

Esse é o nosso problema, como pertencemos à Nato, os outros que invistam em armamento enquanto nós estamos plantados à beira mar a apanhar sol. 

As coisas estão a mudar na Europa, qualquer um vê isso. 

JORNALECONOMICO.PT

O presidente francês, Emmanuel Macron, confirmou esta sexta-feira que vai restabelecer o serviço militar obrigatório no país, tal como tinha anunciado na campanha eleitoral.
PT.EURONEWS.COM

Até à data, a Europa e os Estados Unidos têm apoiado a Ucrânia com armas e dinheiro. A União Europeia acelerou o processo de defesa comum, mas vários países mostraram-se aliviados com a...
EXECUTIVEDIGEST.SAPO.PT

Europa enfrenta desafios geopolíticos e militares como há muito não enfrentava: a guerra não é iminente, mas também não é impossível, lembrou Ursula von der Leyen, presidente da Comissão...

 

Link to comment
Share on other sites

Façam de Portugal a unidade de cyberguerra. 
Faz mais sentido hoje em dia, como eu tudo na vida temos que olhar para as situações tomar a melhor abordagem possível, nós nunca podemos competir com outros países a nível de armamento de combate, é impossível os custos são astronómicos e mesmo investido uma grande parte do nosso PIB tínhamos meia dúzias de equipamentos todo de gama, formar soldados para ser carne para canhão também é ridículo e seria tudo o que conseguíamos fazer.
Então a única abordagem minimamente sensata e que poderia ajudar Portugal mesmo no caso de nunca existir qualquer guerra é investir em software e na cyberguerra, formar população especialista em segurança informática, em hacking, etc, isto sim seria uma área muito boa para investir o dinheiro que a NATO nos obriga teoricamente a investir no exército.
A criação destes softwares de segurança é também bastante caro mas é sobretudo mão de obra, e no caso de algum sucesso é produtos exportáveis e vendáveis a outros países.

Edited by invaderhd
Link to comment
Share on other sites

1 hour ago, Revenge said:

Uma coisa é certa, se um dia se instalar uma nova guerra na Europa (nunca tivemos tão perto disso como estamos agora), se me chamarem para a frente da batalha, preferia ir com treino e conhecimentos do que ir sem qualquer tipo de conhecimento e basicamente ser carne para canhão, que é o que iria acontecer com muito jovem. 

Quantas horas de treino é que achas que tens de ter para deixar de ser carne para canhão?
Eu diria alguns anitos, com experiência em batalha pelo meio... e ainda assim...

Link to comment
Share on other sites

13 minutes ago, Mini0n said:

Quantas horas de treino é que achas que tens de ter para deixar de ser carne para canhão?
Eu diria alguns anitos, com experiência em batalha pelo meio... e ainda assim...

É melhor teres treino militar durante um ano, do que ires para lá sem saberes sequer desmontar uma arma, ou não teres a mínima noção de técnicas de sobrevivência. 

É que se acontecer uma guerra, vai ser como na Ucrânia. Não interessa se fizeram serviço militar ou não, todos os homens são logo impedidos de sair do País e são todos convocados para a guerra. 

Se tiverem feito o treino militar, sorte a deles, se não tiverem feito, azar, vão lá para o meio na mesma proteger a Pátria. 

Link to comment
Share on other sites

35 minutes ago, Revenge said:

É melhor teres treino militar durante um ano, do que ires para lá sem saberes sequer desmontar uma arma, ou não teres a mínima noção de técnicas de sobrevivência. 

É que se acontecer uma guerra, vai ser como na Ucrânia. Não interessa se fizeram serviço militar ou não, todos os homens são logo impedidos de sair do País e são todos convocados para a guerra. 

Se tiverem feito o treino militar, sorte a deles, se não tiverem feito, azar, vão lá para o meio na mesma proteger a Pátria. 

Mas para que é que queres armas? Já viste a guerra do hamas e da Ucrânia? 
Toda a gente morre com drones, mísseis e bombas. 
Um curso de pilotagem de drone vale-te mais 

  • Facepalm 1
Link to comment
Share on other sites

Obrigado pela partilha @NOX.

Tenho amigos que foram militares e fizeram várias missões no estrangeiro e têm a mesma opinião que tu no que diz respeito aos benefícios, mas de facto a questão está como tu também dizes, na obrigatoriedade e continuo com mixed feelings sobre o assunto 

Link to comment
Share on other sites

57 minutes ago, Revenge said:

É melhor teres treino militar durante um ano, do que ires para lá sem saberes sequer desmontar uma arma, ou não teres a mínima noção de técnicas de sobrevivência. 

É que se acontecer uma guerra, vai ser como na Ucrânia. Não interessa se fizeram serviço militar ou não, todos os homens são logo impedidos de sair do País e são todos convocados para a guerra. 

Se tiverem feito o treino militar, sorte a deles, se não tiverem feito, azar, vão lá para o meio na mesma proteger a Pátria. 

Eu também preferia ter 50 anos de experiência e 1000 confirmed kills antes de ir para a guerra. Mas se isso implica obrigar toda a gente a ir à tripa com base num "e se", acho exagerado.

 

 

5 minutes ago, invaderhd said:

Mas para que é que queres armas? Já viste a guerra do hamas e da Ucrânia? 
Toda a gente morre com drones, mísseis e bombas. 
Um curso de pilotagem de drone vale-te mais 

Sem contar com isto. Morres sem saber de onde. A tua experiência toda resume-se ao gajo que está a 10km a brincar aos drones. Lá se vão décadas de treino num puff. 

16 minutes ago, NOX said:

como ex militar não quero estar  treinar quem não quer lá  estar , sendo que tb pode estragar  um bocado a vida , estudos trabalho ect , embora haja sempre dispensas .

E ainda há isto. 

Link to comment
Share on other sites

2 hours ago, invaderhd said:

Mas para que é que queres armas? Já viste a guerra do hamas e da Ucrânia? 
Toda a gente morre com drones, mísseis e bombas. 
Um curso de pilotagem de drone vale-te mais 

Então porque é que tanto a Rússia como a Ucrânia despejam militares e mais militares na guerra?

Se houvesse uma guerra cá em Portugal, se te chamarem vais lá para o meio, por muito que os tentes convencer que isto agora é uma guerra de drones. 

Preferias ir para lá com treino, ou completamente às escuras sem saber o que fazer? 

1 hour ago, Mini0n said:

Eu também preferia ter 50 anos de experiência e 1000 confirmed kills antes de ir para a guerra. Mas se isso implica obrigar toda a gente a ir à tripa com base num "e se", acho exagerado.

Sabes o que é prevenção? 

Ninguém adivinha o futuro, ninguém sabe se vai existir uma guerra. O que sabemos é que o ser humano não consegue viver em paz. 

O serviço militar existe para o caso de existir uma guerra, estarem preparados para a mesma. 

1 hour ago, Mini0n said:

Sem contar com isto. Morres sem saber de onde. A tua experiência toda resume-se ao gajo que está a 10km a brincar aos drones. Lá se vão décadas de treino num puff. 

O melhor é nem treinar ninguém, porque se levam um balazio, lá se foi o treino todo por água a baixo

Construir tanques para quê? Se levarem com um missel lá se foi o investimento por água a baixo. 

O melhor é estar quieto e não fazer nada. Se formos atacados, fazemos uma reza e está feito

 

É com cada argumento... 

Link to comment
Share on other sites

O treino militar  ao longo do tempo foi evoluindo para taticas de distanciamento , cada vez mais as guerras são combatidas a distâncias maiores , há todo um arsenal de armas que põem distancia entre forcas terrestres , hoje em dia o close combate é mais feito por operacões especiais com objectivos claros e muito recon .

No caso de guerra não seria o servico obrigatorio que iria salvar Portugal de levar na tromba , Portugal tem do pior material militar da Europa , velho e em numeros comicos , tirando Fuzileiros , DEA, Rangers e Comandos , Portugal é uma piada em materia de material militar !

E é pena porque em termos de recursos humanos posso dizer que somos muito bons .

Vou só dar um exemplo no meu tempo faziamos a recruta com famosa e velha G3 , do tempo do ultramar , aprendiamos a montar e desmontar a arma a , mantela funcional e disparar com ela , se houvesse uma guerra óbvio que as armas que iriam ser usadas nunca iam ser aquelas G3 (talvez no minimo um modelo muito mais moderno!)  mas seriam talvez as HK 416 A5 que era o armamento da Nato , ou seja o treino era irrrelevante e inadequado .

Edited by NOX
  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
 Share

  • Recently Browsing   0 members

    • No registered users viewing this page.
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.