Jump to content

#MeToo, abusos sexuais, sexo sem consentimento e outros


Recommended Posts

Sendo este fórum um espaço que congrega maioritariamente homens (nem sei se ainda temos alguma user feminina activa), achei que seria de todo interessante abrir este tópico para debate geral dos temas e notícias associados ao mesmo.

Link to post
Share on other sites

Temos uma user activa sim senhor. O @NOX tem aparecido menos, mas ainda aparece.

 

Quanto à thread, há coisas estranhas neste caso do Ronaldo... então isto foi há um porradão de anos e só se lembraram agora?

Link to post
Share on other sites

Dou início ao debate, com este vídeo da reportagem completa lançado pela Vice e da responsabilidade da jornalista (Isobel Yeung), a qual admiro pelo trabalho que tem vindo a desenvolver, em especial este, que foca o consentimento e onde a própria tem coragem para dar a cara e falar sobre uma experiência pela qual passou.

Pode parecer uma coisa simples, mas após verem este vídeo a vossa interpretação de "consentimento" pode mudar. A minha mudou. Nunca tinha visto as coisas pelo prisma abordado no debate que surge na própria reportagem.

Outro vídeo que me parece de todo interessante partilhar, é este comentário do Trevor Noah, sobre a forma como o Presidente Trump defendeu recentemente a sua nomeação para o Supremo, face à sua principal acusação de abuso sexual.

Acho que há muito para escrever, mas gostava de ouvir mais opiniões dos users aqui do burgo.

Edited by cyberurbis
Link to post
Share on other sites

Ainda sem saber os contornos reais do que se terá passado, estar a colar este caso do CR7 ao movimento #metoo é de um aproveitamento nítido. Nem é pelo facto de terem passado 9 anos. Estes casos não prescrevem no estado do Nevada e outros por algum motivo. As vítimas do Weinstein tb só falaram passados muitos anos. 

Não é isso.

É que nuns casos, pretende-se o compreensível. Divulgar os abusadores para que sejam desmascarados, julgados e presos. 

No caso do CR7, ela quer é dinheiro. Quer um acordo, apenas e só. Pela segunda vez. Embora não lhe tire razão, é um tipo de caso completamente diferente. 

Ou seja, nada disto desculpa o CR7 se de facto fez aquilo de que é acusado. Ele ou outro qq. E alguma coisa deve ter feito pois caso contrário não teria realizado o primeiro acordo. Agora não me lixem e não se aproveitem de movimentos que na sua génese têm intenções honrosas e completamente opostas a este caso. 

 

 

Quanto ao Trevor, perdeu todo o meu respeito quando decidiu defender completamente a Serena Williams sem sequer tentar saber o que se passou à luz do desporto que é o ténis, e passou logo às cartas do sexismo. Até os fãs o cascaram fortemente nos comentários do vídeo do yt. 

Edited by Kinas_
  • Like 1
Link to post
Share on other sites
Quote

 

O que há a favor e contra Ronaldo na história da alegada violação

Foi a 12 de junho de 2009 que Kathryn Mayorga terá conhecido Cristiano Ronaldo num clube noturno de Las Vegas. Às primeiras horas dessa manhã, terão voltado a encontrar-se na penthouse de um hotel de luxo. Ela terá levado uma amiga, ele estaria com um cunhado e um primo. É nesta penthouse - que incluía um jacuzzi com vistas panorâmicas - que Kathryn, hoje com 34 anos, diz ter sido vítima de violação anal por parte do jogador português. Cristiano Ronaldo diz que o sexo foi consensual mas a Der Spiegel tem publicado emails e sms que comprometem esta versão do atleta. Em 2010, Kathryn e Ronaldo terão assinado um acordo extrajudicial: em troca de 375 mil dólares, a então aspirante a modelo, que trabalhava na discoteca a atrair clientes para o bar, desistia de seguir com o caso para a justiça e comprometia-se a nunca falar sobre o caso.

A história era quase secreta até que em 2017 a revista alemã Der Spiegel escreveu pela primeira vez sobre o caso, tendo por base documentos a que teve acesso via Football Leaks. Nessa altura, a alegada vítima decidiu ficar em silêncio. Agora, mais de nove anos depois dos acontecimentos, dizendo-se inspirada pelo movimento #metoo, Kathryn Mayorga resolveu dar a cara, acusar publicamente Cristiano Ronaldo e levar o caso à justiça. A sua equipa de advogados avançou com uma ação cível – se Kathryn a ganhar, terá direito a uma indemnização – e quer reabrir o processo-crime, tendo por base o argumento de que o acordo extrajudicial assinado em 2010 deve ser anulado porque Kathryn Mayorga não estava em condições de o assinar. Se o processo-crime avançar para julgamento, Cristiano Ronaldo arrisca prisão perpétua.

Mas afinal, perante o que já sabe, o que pode tramar Ronaldo na Justiça e o que é que o jogador tem a favor dele?

CONTRA CRISTIANO RONALDO: OS EXAMES MÉDICOS
Horas depois da alegada violação, Kathryn chamou a polícia e foi para o hospital fazer os exames médicos que se usam em casos de abusos sexuais. Segundo a Der Spiegel, a enfermeira escreveu que o reto da paciente tinha sido penetrado e que a ejaculação tinha acontecido “nas mãos” do alegado agressor (não é explicado como se chegou a esta conclusão). Foram recolhidas amostras de ADN do ânus e da boca e dois ferimentos terão sido fotografados: um inchaço circunferencial com hematomas e uma laceração. Só os especialistas poderão agora explicar se os ferimentos denunciam efetivamente uma violação ou se também podem ser compatíveis com uma relação sexual rude, mas consentida – como Cristiano Ronaldo alega.

A FAVOR DE CRISTIANO RONALDO: AUSÊNCIA DE MARCAS DEFENSIVAS
A alegada vítima tem insistido que Cristiano Ronaldo usou a força física para a penetrar, mesmo quando dizia “não”. Até à data, porém, não é conhecido se Kathryn apresentava marcas físicas ou outros sinais de defesa. Esse será certamente um argumento usado pela defesa de Ronaldo se o caso avançar para julgamento – a par da ausência de gritos ou pedidos de socorro por parte da alegada vítima (mesmo quando uma pessoa entrou no quarto e interrompeu). Essa ausência é corroborada tanto pela versão de Kathryn como pela versão que Ronaldo terá dado aos seus advogados, num longo questionário, citado em parte pela Der Spiegel. A verdade, porém, é que mesmo que Kathryn não se tenha degladiado fisicamente, nada disso prova que não foi violada. Os especialistas dizem que nem todas as mulheres reagem da mesma maneira a uma agressão.

CONTRA CRISTIANO RONALDO: A CONFISSÃO DE QUE KATHRYN TERÁ DITO NÃO
Devido a uma fuga de informação do Football Leaks, a Der Spiegel teve acesso a um alegado questionário de mais de 200 perguntas enviado a Cristiano Ronaldo pelos seus advogados em setembro de 2009, no âmbito da preparação do acordo extrajudicial. Se em dezembro o jogador alegou sexo consensual, em setembro, segundo a revista alemã, Cristiano Ronaldo terá respondido assim a uma das perguntas do questionário: “Ela disse “não” e “para” várias vezes.” Segundo Ronaldo, a alegada vítima estaria deitada ao seu lado. “Eu penetrei-a por detrás. Foi rude. Não mudámos de posição. 5/7 minutos. Ela disse que não queria, mas mostrou-se disponível.” E depois: “Mas ela continuava a dizer “não”.”, “Não o faças”, “Não sou como os outros”, desculpei-me a seguir.” Este é talvez o ponto mais sensível para Ronaldo – porque aqui o jogador admite que Kathryn lhe disse para parar. Falta conhecer o resto do questionário para poder avaliar o que Ronaldo poderá ter dito em resposta às outras questões e também a versão do primo e cunhado do jogador, que estavam na penthouse, e também foram chamados pelos advogados a dar a sua versão dos acontecimentos.

A FAVOR DE CRISTIANO RONALDO: O VÍDEO QUE MOSTRA O FLIRT NA DISCOTECA
É talvez o ponto mais frágil da versão da alegada vítima. As imagens de um vídeo divulgado pelo “The Sun” não condizem com a versão fugaz que Kathryn dá sobre a forma como conheceu Cristiano Ronaldo na zona vip de uma discoteca em Las Vegas, horas antes da alegada violação na penthouse com vistas panorâmicas sobre a cidade. A alegada vítima diz que Ronaldo lhe deu o número de telefone e que de seguida lhe enviou um sms a convidá-la para uma festa no hotel. O vídeo, porém, mostra que antes disso os dois se envolveram na discoteca, enquanto dançavam na pista, e que não terá havido apenas uma troca de números. Ronaldo, porém, terá dito aos advogados, em setembro de 2009, que não deu o número à americana, antes a convidou diretamente para passar no seu hotel, algo que Kathryn terá feito voluntariamente, na companhia de uma amiga. Outra parte da história ainda por explicar é se a suposta violação teve repercussões no casamento da alegada vítima ou qual o papel do marido ou ex-marido nos tempos que se seguiram à alegada violação. Um texto da Der Spiegel diz que era casada à data com um barman albanês mas que nos documentos não havia qualquer referência a este homem; um segundo texto da revista alemã, já de 2018, diz que Kathryn casou em 2008 e se separou cerca de um ano depois, mas não especifica o mês.

CONTRA RONALDO/A FAVOR DE RONALDO: O ACORDO EXTRA-JUDICIAL
Este argumento pode servir para atacar qualquer uma das partes. Cristiano Ronaldo aceitou pagar 375 mil dólares para que Kathryn nunca falasse sobre o caso, o que para muitos é, por si só, uma confissão de culpa. O agente e advogados do jogador alegam, no entanto, que o fizeram apenas para que a história não causasse danos na imagem do atleta, numa altura em ia ser transferido para o Real Madrid. Por outro lado, também a alegada vítima aceitou calar-se sobre uma alegada violação em troca de dinheiro, algo que a defesa de Ronaldo pode usar para a acusar de chantagem e oportunismo. Kathryn explica que não avançou judicialmente porque foi desincentivada pela polícia a avançar com a queixa e porque temia ver o seu nome descredibilizado na praça pública.

 

in Visão

A acrescentar que no Estado do Nevada, a pena por violação pode chegar a prisão perpétua...

Não sei o que se passou naquela noite, nem me vou colocar do lado de nenhum deles. Apenas e só os 2 sabem o que fizeram e não fizeram. Agora é deixar os advogados fazerem o seu papel.

Link to post
Share on other sites

Vou falar de uma maneira algo brejeira, mas sucinta:

Inserir o pénis numa vagina pouco lubrificada = dor 😐

Inserir pénis numa vagina não lubrificada = muita dor (suponho eu) 😫😖😖

Inserir o pénis num anús sem lubrificação e sem vontade do sujeito passivo = P*TA QUE PARIU! ☠️

Link to post
Share on other sites
11 minutes ago, tiagoalvin said:

Vou falar de uma maneira algo brejeira, mas sucinta:

Inserir o pénis numa vagina pouco lubrificada = dor 😐

Inserir pénis numa vagina não lubrificada = muita dor (suponho eu) 😫😖😖

Inserir o pénis num anús sem lubrificação e sem vontade do sujeito passivo = P*TA QUE PARIU! ☠️

Acho que já temos idade para falar das coisas abertamente.

Sexo anal, depende de pessoa para pessoa (umas adoram, outras repudiam) e não só do lubrificante, mas também do tamanho (espessura) do pénis. 

Há uns anos atrás, andei no Tinder e encontrei as mais diversas parceiras (até coisas que achava que seriam mitos urbanos) e a verdade é que tive parceiras completamente receptivas ao sexo anal, outras que deliravam por sexo anal e outras que nunca na vida.

 

No meio de todas as notícias e tudo o que se tem falado, aquilo que mais me mudou, foi a forma de ver o consentimento.

Porque, tal como na reportagem da VICE é abordado, se uma mulher decide ter sexo com um parceiro que conheceu nessa mesma noite, se após o acto adormecerem e ela for a primeira a acordar para se ir embora e ele ainda estiver a dormir, e ela he decidir fazer sexo oral, esse sexo oral pode não ser com consentimento mútuo. Porque é que tem sempre que ser o homem o abusador? Porque não podem ser as mulheres vistas como abusadoras também? Porque se um homem recusar um sexo oral e o disser aos seus amigos deixa de ser considerado um MACHO ALPHA?

Há gestos simples que provavelmente já fizemos com alguma rapariga durante as nossas vidas e que passamos a olhar para ele de forma diferente (eu pelo menos passei). Nunca pensei muito nos apalpões que distribuí com os meus amigos na adolescência na escola, mas hoje, olho para o passado com outros olhos.

Edited by cyberurbis
Link to post
Share on other sites

Pronto, ainda nem 1 página tem o tópico e já está todo fodido. Literalmente 

 

Meus caros, no cu, na xereca ou pelo ouvido. O que interessa aqui é se foi consensual ou não. Porque o CR7 não nega que esteve com ela e que a comeu. Logo, o que prova o kit ADN? Nada. 

E não creio que vá ser um exame a dizer que tem um hematoma na bilha que prova tb seja o que for. Consensual mas violento, como o caso do casal Perks + Fernandão, tb deixam essas marcas. 

Edited by Kinas_
Link to post
Share on other sites

O #metoo, como muita coisa, começa com boas intenções, mas tornou se em algo diferente. Destroem se vidas e carreiras sem provas, por causa de um hash tag. Boicotam se empresas, despedem se pessoas, assassina se carácters, tudo sem qualquer tipo de julgamento, respondendo apenas à mob do Twitter. Agora o #metoo é quase uma paródia. O que só torna as coisas mais difíceis para as verdadeiras vítimas. Fui violada: #metoo, apalparam me o rabo: #metoo, mandaram me uns piropos #metoo, fizeram comentários sobre a minha aparência: #metoo, não me deram o emprego porque sou mulher #metoo, etc. E isto não acaba no #metoo infelizmente. O bom senso já foi pela janela no que respeita às questões sociais. É impossível sequer ter discussões produtivas para se chegar a um consenso. O que se passa com a Google é o exemplo perfeito, onde ninguém pode sequer expor uma opinião contrária à norma da empresa sem represálias. Google e tudo o que é silicon valley. E nas universidades então... 

Ando a seguir as discussões do assunto, particularmente dentro da IDW. É realmente uma pena que se dê tempo de antena a pessoas claramente anormais, ou com motivações nefastas a berrar de um lado e do outro, sem qualquer tipo de intenção de ouvir o outro lado, em vez de nos focarmos em debater as coisas de uma forma séria e respeitosa da vida e inteligência das outras pessoas. 

Edited by cursed
Link to post
Share on other sites

O movimento metoo original, o das actrizes de Hollywood, é uma descarada hipocrisia, as gajas não foram abusadas, elas foram para a cama com directores, realizadores, produtores e actores para subirem na carreira, para terem uma carreira, ninguém as raptou nem violentou, elas foram na onda conscientemente e de livre vontade. 

Agora que já tem uma carreira feita e são famosas e ricas é fácil andarem para aí armadas em coitadinhas. 

Mas isto só serve para desviar as atenções das verdadeiras vítimas aquelas que são efectivamente violadas e ninguém liga nenhuma, tipo aquela do Lux e outras cujos agressores foram absolvidos envergonhando a nossa justiça. Neste caso concreto a gaja quer mais dinheiro. Ponto. Eu só ainda não percebi porque lhe andam a dar trela, isto trás água no bico. Então mas já fez um acordo e agora outro? Wtf? 

Link to post
Share on other sites
2 minutes ago, DeathShadow said:

É isso, Vasco. Generaliza com toda a força.

Neste tipo de coisas é precisamente o que toda a gente faz ;)

Tu para particularizares precisas dum caso em particular, este do Ronaldo é só ridículo. 

Eu pessoalmente estou farto de politicamente correcto, de hipocrisia, de aproveitamento, de movimentos bem das redes sociais e paranóias colectivas. 

Mas sabes que mais, se alguém te fizer mal a ti a mim ou a algum de nós aqui ninguém quer saber, ninguém nos liga nenhuma. No fundo tudo se resume a uma questão de estratificação social. 

Link to post
Share on other sites

Acerca desta gaja que o Ronaldo comeu há 9 anos, de forma mais que consentida, só consigo dizer uma coisa acerca da credibilidade da senhora.

If it looks like a duck, swims like a duck, and quacks like a duck, then it probably is a duck.

É triste que tb o Ronaldo seja arrastado para este lodo.

Link to post
Share on other sites
2 hours ago, Kinas_ said:

E alguma coisa deve ter feito pois caso contrário não teria realizado o primeiro acordo.

Nisto não concordo. É fácil de parecer que sim e essa linha de pensamento parece lógica. Mas olha o que está a acontecer com a EA. Já andaram a tirar as fotos todas do homem do site e das redes sociais, a distanciar-se dum possível violador. E se outros patrocínios fizerem o mesmo? Está algo provado? É exatamente o mesmo que aconteceu com o Michael Jackson. Pagou porque queria que aquilo acabasse duma vez por todas. Apenas e só. 

Link to post
Share on other sites
6 minutes ago, dastinger said:

Nisto não concordo. É fácil de parecer que sim e essa linha de pensamento parece lógica. Mas olha o que está a acontecer com a EA. Já andaram a tirar as fotos todas do homem do site e das redes sociais, a distanciar-se dum possível violador. E se outros patrocínios fizerem o mesmo? Está algo provado? É exatamente o mesmo que aconteceu com o Michael Jackson. Pagou porque queria que aquilo acabasse duma vez por todas. Apenas e só. 

Como é óbvio, um gajo tem dinheiro paga para se livrar da chatice e pronto. Os próprios advogados aconselham a isso. 

Ainda sobre esta questão do metoo quantos casos não conhecemos nós na vida de pessoal que foi para a cama com os chefes por uma carreira. Infelizmente é o mundo que que vivemos, sempre foi sempre será, no limite vai sempre lá estar dinheiro metido ao barulho. 

Link to post
Share on other sites
28 minutes ago, dastinger said:

Nisto não concordo. É fácil de parecer que sim e essa linha de pensamento parece lógica. Mas olha o que está a acontecer com a EA. Já andaram a tirar as fotos todas do homem do site e das redes sociais, a distanciar-se dum possível violador. E se outros patrocínios fizerem o mesmo? Está algo provado? É exatamente o mesmo que aconteceu com o Michael Jackson. Pagou porque queria que aquilo acabasse duma vez por todas. Apenas e só. 

Mas "Aquilo" o quê? 

O que achas tu então que ele fez que mereceu que ela há 9 anos tenha pedido quase 1 milhão de dólares e dp tenha baixado para os 350k após longas horas de negociação entre os advogados. 

Atenção que qd disse que achava que ele tinha feito algo por ter pago o primeiro acordo não é no sentido de achar que isso implica logo que ela foi violada. É no sentido de se ter visto no meio de uma situação algo cinzenta, com muito álcool pelo meio, e que ele decidiu, cm tu disseste, pagar para apagar com tudo. Mas lá está, se tudo tivesse sido 100% pacífico nessa noite, ele iria fazer o acordo com que necessidade? 

Agora claro, meteu-se com uma aspirante a modelo que trabalhava no hotel para aliciar os homens a irem para o bar pagar bebidas, estava à espera de quê? 

Esperto foi ele em lhe ir só ao bujao, caso contrário além da acusação ainda havia um CR7 Junior no Nevada. 

 

Edited by Kinas_
Link to post
Share on other sites

Na América tudo é razão para ir a tribunal, ainda para mais com uma pessoa como o Ronaldo envolvido, pode não ser nada mas só o nome dele lá pelo meio já dá notícia é tão simples como isso. Ela vai receber guito, fica conhecida e ainda arranja um trabalho qq devido a isso.

Edited by curcundil
Link to post
Share on other sites

Era mesmo brutal ter um input feminino por aqui...

Entretanto no site da EA Games, o Fifa voltou a ter o Ronaldo no fundo... parece que a EA não se decide...

 

...

Relativamente ao tópico, acho que há algo que a maioria dos portugueses não entente. Quando pensa em violação, a maioria pensa em algo muito violento onde a vítima saí cheia de marcas. Mas a violação consiste apenas em forçar algo de caracter sexual contra o consentimento de outra pessoa.

Meter a mão na vagina de uma mulher, como o Trump se gabava, é um claro abuso sexual. A vítima pode sentir-se violada.

Onde eu quero chegar é, não é preciso a vítima ficar completamente feita num 8 para ser violação.

 

Post Scriptum: E vocês? Nunca apalparam miúdas (ou miúdos... dependendo dos gostos) durante a adolescência? Conseguem hoje olhar para o que fizeram como um abuso sexual?

Edited by cyberurbis
Link to post
Share on other sites

Orly? 

É por isso mesmo que acho que ele se meteu numa alhada. Uma em que não violou a gaja com violência nem gritos nem murros mas basta a ele ter feito uma pressão aqui, um toque ali, um fechar a porta ou encosta-lá à parede que a gaja alega que lhe disse que não uma vez e que tapou a patareca com as mãos e que ele lhe saltou para cima com determinação que dá logo uma imagem de dúvida. E aí, ele é que tem tudo a perder e ela muito pouco. 

Aí ela foi esperta e ele é que se deixou comer. Pun intended. 

Edited by Kinas_
Link to post
Share on other sites

Uma gaja que o Ronaldo não conhece de lado nenhum é engatada na noite pelo seu incrível charme e nada pela sua fama ou dinheiro.

Os dois vão para o quarto de hotel pq de facto o jacuzzi do Ronaldo acho que era incrível e ele queria mesmo que ela experimentasse.

Entretanto algo se passa e o que parecia ser uma inocente visita ao quarto do Ronaldo para uma simples e inocente ida ao jacuzzi, tranformou-se em algo inesperadamente sexual. Escândalo! Realmente há lá coisas!

Ao que parece agora, 9 anos depois, a senhora vem a público dizer que algo absolutamente não intencional se passou naquela noite. Algo que pode ir desde um apalpão na bunda, a sexo não consentido, ou a sexo não consentido mas só em determinado buraco. Eish pá! O que foi exatamente? Não sabemos. Mas pode ter sido qq coisa e quando digo qq coisa é mesmo qualquer coisa, inclusivamente nada de especial dentro daquele contexto todo.

O busilis é que hoje em dia, alguém com dinheiro, fama, que seja o político do lado errado político, whatever, está sujeito a ver a sua vida arrassada por nada, por algo que alegadamente fez (ou então não) há 10/20/30 anos atrás. Basta haver um motivo muito forte da parte de quem acusa (obviamente no caso deste ser nefasto) para que automaticamente o acusado seja dado como culpado aos olhos da sociedade, because PC e "holier than thouness".

Acho tudo isto uma tristeza.

Edited by HERiTAGE
  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Nem de propósito, já viram a quem foi atribuído o prémio Nobel da paz este ano? 

:god:

Nunca tinha ouvido falar no senhor nem no trabalho dele, ali é que há violações, diárias, desde sempre. Ninguém quer saber. 

#hipocrisialltheway 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
Quote

NO-SHOW - Cristiano Ronaldo mysteriously missing from Jeep photoshoot with Juventus teammates – as £80million is wiped off club’s value since rape allegations - The Sun

Infelizmente para o Ronaldo isto não vai parar aqui:

Quote
MORE RON WOE - Cristiano Ronaldo denied claims of romping with teen prostitute, 17, at centre of Silvio Berlusconi’s ‘bunga bunga’ sex scandal seven months after Las Vegas ‘rape’ - The Sun

 

Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.