Jump to content
Sign in to follow this  
EdgeHead

Euro 2017 (Sub-19)

Recommended Posts

É sempre bom entrar a ganhar. 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 06/06/2017 at 3:43 PM, Archie said:

O Rui Pedro vai aos sub-19?

 

On 06/06/2017 at 4:01 PM, Archie said:

A questão que se coloca: o que interessa onde jogam, de onde vieram, para onde vão? Eu quero é saber onde pára o Rui Pedro!

 

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acabámos de vencer a Republica Checa por 2-1

 

@Archie o Rui Pedro voltou a marcar :P 

já agora, anularam um golo aos gajos

 

Porque é que anulou? Se repararem o árbitro inicialmente não marcou nada, e até assinalou golo

No reddit estão a dizer que era livre indirecto, mas parece-me inicialmente que o árbitro dá golo

  • Like 1
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Quote

Portugal na final do Euro de sub-19

A jovem formação lusa venceu a Holanda por 1-0 nas meias-finais e fica à espera do vencedor do encontro entre a Inglaterra e a República Checa.

Por Evandro Delgado sapodesporto@sapo.pt

A seleção portuguesa de futebol está na final do Europeu de sub-19, que decorre em Tbilissi, Geórgia. A jovem formação lusa venceu a Holanda por 1-0 nas meias-finais e fica à espera do vencedor do encontro entre a Inglaterra e a República Checa, seleção que Portugal venceu na fase de grupos. O único golo do jogo foi apontado por Gedson Fernandes.

Portugal não fez uma fase de grupos brilhante, tendo somado duas vitórias pela margem mínima (2-1 a República Checa e 1-0 a Geórgia) e um empate com a Suécia. Já a Holanda somou apenas quatro pontos no Grupo, atrás da Inglaterra e à frente de Alemanha e Bulgária (1-1 com Bulgária, 4-1 a Alemanha e derrota por 1-0 com Inglaterra).

A formação holandesa entrou melhor no encontro, com mais bola e tentando explorar o lado direito da defensiva Portuguesa. Dilrosun travou uma batalha interessante com Diogo Dalot, com o jovem luso a levar quase sempre a melhor. Numa das vezes que escapou, o extremo holandês obrigou Diogo Costa a uma grande defesa.

Apos poucos os comandados de Hélio Sousa foram tomando conta do jogo, com um futebol, ora apoiado, ora direto, tentando surpreender a defensiva holandesa. O primeiro sinal de perigo dos lusos só apareceu aos oito minutos, num remate de Domingos Quina de fora da área, após bom trabalho de pés sobre dois contrários. Era o sinal do que haveria de acontecer aos 24 minutos. Gedson Fernandes recebeu na esquerda, entrou na área, fletiu para o meio e arriscou o remate. O guarda-redes Justin Biljow deixou a bola passar por entre as mãos. Infelicidade do holandês, sorte do português.

Sempre melhor no jogo, a seleção de sub-19 de Portugal viria a ter mais duas oportunidades até ao final do primeiro tempo. Primeiro por Gedson Fernandes aos 32 minutos, com Biljow a evitar males maiores. Depois por Mésaque aos 45, após canto. Pelo meio, Diogo Costa mostrou bravura ao sair da baliza para evitar o empate de Dilrosun.

No segundo tempo era Portugal quem tinha as melhores oportunidades. João Filipe viu o seu trabalho individual ser travado pelo guarda-redes Biljow aos 47, com os pés. Depois foi Mésaque Dju em duas ocasiões a entrar na área e a tentar servir Rui Pedro, mas sem sucesso.

Os holandeses, muito bons pelas alas, não tinham espaço. Diogo Dalot e Candé ganhavam a maior parte dos duelos individuais. E quando a bola era esticada na frente com futebol direto, a dupla de centrais formada por Diogo Queirós, João Queirós iam dando conta do recado. O selecionador da jovem seleção da ´Laranja Mecânica` teve de fazer alterações, apostando mais no ataque, com jogadores de outra envergadura física. Apesar disso, era Portugal quem continuava a mandar.

Perto do final dos 90, um contra-ataque de Diogo Dalot quase dava golo. Quina deu em Miguel Luís que serviu Rafael Leão mas este perdeu imenso tempo a decidir. O remate de Quina saiu, depois, para fora. Nesta altura já Hélio Sousa também tinha refrescado o ataque e o meio-campo com Rafael Leão e Miguel Luís.

A Holanda forçou e muitos nos minutos finais, com jogo direto, mas a defensiva portuguesa ia resolvendo. E quando não era a defesa, eram os próprios holandeses que não encontravam o caminho do golo. Na parte final viria a ser Portugal a ter a melhor oportunidade mas voltou a faltar clarividência na hora de definir o lance. Rui Pedro perdeu imenso tempo.

Portugal está assim na final do Euro de sub-19 com a geração de jogadores que no ano passado sagrou-se campeão europeu de sub-17. Os comandados de Hélio Sousa ficam à espera do vencedor do República Checa - Inglaterra.

Desde que, em 2002, a prova passou a ser para sub-19, Portugal perdeu as finais de 2003 e 2014, mas, antes, foi campeão em 1961 (torneio internacional de juniores) e 1994 e 1999 (sub-18), tendo ainda perdido as finais de 1971, 1988, 1990, 1992 e 1997.

 

  • Like 2
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Gedson tem um potencial brutal. A jogar com jogadores da sua idade notasse a léguas a sua maturidade. Depósito muitas esperanças neste miúdo. 

O Rui Pedro e o Dalot também parecem ser valores seguros. 

Já o João Filipe não me cai no goto. Tem muita técnica se sr, mas muitas vezes inconsequente e com alguns tiques de vedeta. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Os Ingleses merecerama vitória.

Imagino que seja fruto da inexperiência, mas os nossos falharam uma carrada de passes e alguns pareciam trapalhões a fintar.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.