Jump to content
Sign in to follow this  
catxaporra

Tour de França 2013

Recommended Posts

Ora cá está a mãe de todas as provas:

Tour 2013: 21 etapas de pura emoção
Foi apresentado esta quarta-feira em Paris o percurso da Volta a França 2013. A centésima edição da corrida de ciclismo mais emblemática do mundo terá início na ilha da Córsega e contará com dois contrarrelógios individuais, quatro chegadas ao alto e uma derradeira semana nos Alpes que vai colocar à prova todo o pelotão.

Ao todo são 21 etapas a começar com 3 etapas na Córsega, uma estreia no Tour, depois segue-se o contrarrelógio colectivo de 25kms em Nice já no território continental francês. O pelotão vai ter o primeiro contacto com a alta montanha nas etapas 8 e 9, duas tiradas duríssimas nos Pirenéus que incluem a subida aos emblemáticos Peyresourde e Col d’Aspin.

O primeiro contrarrelógio individual acontece a 10 de Julho, já depois do primeiro dia de descanso, na Bretanha: são 33kms entre Avranches e Mont Saint Michel.

903385-15076446-317-238.jpg

A etapa 15 marcará o regresso da alta-montanha com a chegada ao alto no topo do histórico Mont Ventoux que regressa assim à Volta a França.Outra das grandes novidades é a ascensão do mítico Alpe d’Huez por duas ocasiões durante a etapa 18, um feito inédito a coroar a etapa rainha da prova.

Paris marca o fim da prova mas, a quebrar com a tradição, a derradeira tirada será realizada ao pôr-do-sol. Uma etapa nocturna iluminada pelas luzes dos Campos Elísios foi, nas palavras dos organizadores, a forma encontrada para celebrar da melhor forma o 100º aniversário do Tour.

Christian Prudhomme, director da prova, teve as honras de apresentar o trajeto numa cerimónia que contou com a presença de várias estrelas do ciclismo da actualidade, nomeadamente Bradley Wiggins , Alberto Contador, Andy Schleck, Cadel Evans e Mark Cavendish.

No rescaldo da decisão da UCI em destituir Lance Armstrong dos 7 títulos conquistados da Volta a França, Prudhomme não se coibiu de abordar a temática do doping: “A Volta a frança é a corrida mais importante do mundo. O tour é maior competição itinerante em todo o mundo mas é muito mais que isso: o Tour faz parte do nosso património cultural e desportivo. Reúne pessoas de todas as idades e de todos os estratos sociais. Cimenta valores sociais. A Volta a França vai ser mais forte que o doping. Vai ser mais forte que batotice que está presente nos outros desportos. O nosso inimigo é o doping. Para esta centésima edição do Tour a ideia para o início da prova era simples: um novo começo, bonito e espectacular. A Córsega reúne todos estes três elementos. Outra novidade é a ultima etapa nos campos elísios que irá realizar-se ao pôr-do-sol, por volta das 21:45pm. Será um culminar grandioso que trará muito prestígio a Paris, a "cidade luz"”

A edição 2013 da Volta a França em bicicleta tem início na ilha da Córsega no dia 29 de Junho e termina a 21 de Julho em Paris.

Percurso Volta a França 2013

Etapa 1: Porto-Vecchio - Bastia, 212km
Etapa 2: Bastia - Ajaccio, 154km
Etapa 3: Ajaccio - Calvi, 145km
Etapa 4: Nice - Nice, TTT, 25km
Etapa 5: Cagnes-sur-Mer - Marseille, 219km
Etapa 6: Aix-en-Provence - Montpellier, 176km
Etapa 7: Montpellier - Albi, 205km
Etapa 8: Castres - Ax-3 domaines, 194km
Etapa 9: Saint-Girons - Bagnères-de-Bigorre, 165km
Etapa 10: St-Gildas-des-Bois - Saint-Malo, 193km
Etapa 11: Avranches - Mont-Saint-Michel, ITT, 33km
Etapa 12: Fougères - Tours, 218km
Etapa 13: Tours - Saint-Amand-Montrond, 173km
Etapa 14: Saint-Pourçain-sur-Sioule - Lyon, 191km
Etapa 15: Givors - Mont Ventoux, 242km
Etapa 16: Vaison-la-Romaine - Gap, 168km
Etapa 17: Embrun - Chorges, ITT, 32km
Etapa 18: Gap - l’Alpe d’Huez, 168km
Etapa 19: Bourg d’Oisans - Le Grand Bornand, 204km
Etapa 20: Annecy - Annecy-Semnoz, 125km
Etapa 21: Versailles - Paris/Champs-Elysées, 118km

Parece um bom traçado, em especial a 18ª etapa, na qual os ciclistas vão subir o Alpe D’Huez duas vezes, coisa vista a última vez em 1979 quando o vencedor da escala(s) foi um tal de Joaquim Agostinho.

PROFIL.jpg

Quatro chegadas em alta montanha, duas etapas de alta montanha (Mont Ventoux e a dupla subida ao Alpe d'Huez), um contra-relógio difícil fazem, deste ano, uma prova de trepadores (apenas um crono plano).

Face ao traçado, aposto este ano no Chris Froome (Sky), até pelo que fez no ano passado e neste em montanha. Sempre candidato tem de ser Alberto Contador (Saxo-Tinkoff). O Inglês tem estado melhor nas montanhas e nos contra-relógios nesta temporada, mas Contador é Contador

Curioso para ver a lutar pelo pódio, pela época que está a fazer, aposto também no australiano Richie Porte (Sky), apesar do handicap de ter de levar Froome.
Luta igual pelo pódio, para repetir pódios, os espanholitos Joaquim Rodríguez (Katusha) e claro, Alejandro Valverde (Movistar) e Cadel Evans (BMC).
Confio no Rui Costa (Movistar) para o TopTen e o Andy Schleck (Radioshack) não me parece que consiga mais que umas fugas, pelo baixo de forma que aparenta depois da difícil recuperação à fractura da bacia.
Em relação à equipas, a Sky continua potente como ano passado, apesar da ausência de Wiggins e Rogers, apenas deve dar menos luta nos contra-relógios; A Saxobank Tinkoff tem também uma equipa muito forte para apoiar o Contador; a Garmin pela curiosidade de ver como está o Daniel Martin e é claro, a Movistar, tenho que apoiar a armada espanhola pelo facto de ter o melhor ciclista português da actualidade.
Transmissão
Este ano teremos uma pequena grande novidade no que toca a transmissão televisiva. A Volta a França passa da RTP Informação para a RTP 2, o que significa que poderá ser vista em todas as casas que só têm os quatro canais. Isto é serviço público.
Na Eurosport as transmissões começarão geralmente às 13h, com exceção de alguns dias que terão transmissão completa. Na RTP 2 iniciarão por norma às 13h30 e não sei se haverá exceções. Na RTP 2 teremos o João Pedro Mendonça e o Marco Chagas, que na minha opinião formam uma das melhores equipas de comentários desportivos em Portugal. O João Pedro é um excelente jornalista (por isso no ano passado, como em 2008, foi destacada para os Jogos Olímpicos e não esteve no ciclismo) e o Marco Chagas é uma das pessoas em Portugal que mais sabe de ciclismo e melhor fala da modalidade. Dá sempre para aprender um pouco mais.

Útil:

http://www.letour.fr/le-tour/2013/us/

Se quiserem fazer uma liga do FNF:

Fantasy Tour de France
Fantasy Tour de France
  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Os comentadores da Eurosport são mellhores. O Luís Piçarra, o Paulo Martins e o Olivier Bonamici.

Vejo sempre na Eurosport, não suporto o João Pedro Mendonça.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Os comentadores da Eurosport são mellhores. O Luís Piçarra, o Paulo Martins e o Olivier Bonamici.

Vejo sempre na Eurosport, não suporto o João Pedro Mendonça.

Acho um piadão ao Olivier, na RTP gosto do Chagas

Share this post


Link to post
Share on other sites

Já estava definido há meses, mas este é o melhor traçado de que tenho tenho memória. Grande espetáculo em perspetiva, principalmente pelas montanhas, onde temos muitos candidatos.

Reparem também na lista de sprinters, dos 10 melhores do mundo, falta 1 ou 2 só.

Quem eu queria que ganhasse era o Purito Rodríguez, já o merece há muito, acredito que se estiver em boa forma faz mais um Top 3 na boa, mas para ganhar é mais difícil...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não suporto o franciú do Olivier, vejo sempre na RTP para além de que o Chagas é grande entendido da coisa.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pessoal, criei 2 mini-ligas para quem se quiser juntar do FNF.

A primeira no site que o catxa deixou: http://fantasy.cyclingnews.com/. A liga chama-se FNF e a password é FNF também.

A segunda em http://www.velogames.com/tour-de-france/2013/. O ano passado estivemos nessa e já participei também neste ano quando foi o Giro. Comparando com a do CyclingNews é muito mais completa e dá os pontos de muito mais formas possíveis, além de ter os preços mais "reais". Como desvantagens não tem substituições e não é tão apelativo visualmente. O nome da liga é FNF e o código para entrar é 27215544.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Como diria um amigo meu, estas primeiras etapas são fraquinhas e sem muita emoção.. o doping demora uns dia a fazer efeito. })

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Este ano não arrancou com o prólogo? Eu quando vi a indicação 200 km para a chegada até pensei k era um resumo duma etapa do ano passado.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bem, esta 1ª etapa, ridícula. Um autocarro ficou preso na meta por ser demasiado alto para o painel que está em cima da etapa e anteciparam a meta em 3 kms, ou seja, a 3 kms antes da meta. Isto quando faltam 10 kms para a verdadeira meta ou meta inicial.

Entretanto o autocarro já saiu e a meta vai ser na inicial.

Edited by justiceer

Share this post


Link to post
Share on other sites
Froome ou Contador para liderarem depois do contrarrelógio coletivo? Dificilmente.

Se a Sky vencer o contrarrelógio, o novo camisola amarela será Boasson Hagen e se vencer a Saxo-Tinkoff a liderança será para Nicolas Roche. Caso vença a Movistar, será Valverde.

Aqui ficam alguns possíveis camisolas amarelas se as suas equipas vencerem o CRE:

Sky - Boasson Hagen

Saxo-Tinkoff - Roche

Movistar - Valverde

BMC - Evans

Orica - Simon Gerrans

Garmin - David Millar

Omega Pharma - Michal Kwiatkowski

Radioshack - Bakelandts

PS: perspetivando que os ciclistas em causa chegam junto da sua equipa. 1002767_507963535935432_15844868_n.png

Transmissão da 4ª Etapa (contrarrelógio coletivo) do Tour de France a partir das 14:12h na RTP 2 e no Eurosport.

Link: http://www.rtp.pt/play/direto/rtp2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Edward "Ted" King foi eliminado da Volta a França ontem, por chegar sete segundos após o fecho do controlo. Ted King caiu na primeira etapa e desde então tem sofrido para terminar as etapas. Logo no primeiro quilómetro do contrarrelógio coletivo perdeu o contacto com a sua equipa mas deu tudo de si para chegar ao final, suportando as dores com o objetivo de terminar o Tour. Por sete segundos foi eliminado, causando uma onda de revolva. Todos compreendemos que é frustrante ser eliminado do Tour assim, mas a questão não é tão simples.

Ted King está longe de ser um grande ciclista mas graças à sua forma de estar tem conseguido bons contratos. Não é sprinter, trepador ou contrarrelogista. É blogger, escreve frequentemente em várias revistas, é socialmente muito ativo e tem uma rede de contactos muito interessante. É desconhecido da maioria dos adeptos europeus, mas popular nos EUA, um mercado que move muitos milhões de dólares. Por tudo isto, a Cervélo interessou-se nele em 2009 e a Cannondale em 2011 (então ainda com a Liquigas). Com um pormenor: o empresário que tratou do contrato com a Liquigas-Cannondale foi Andrew McQuaid, filho de Pat McQuaid, presidente da UCI.

Os comissários estavam então numa situação ingrata. Ou cumpriam os regulamentos e eliminavam Ted King, mesmo que achassem injusto e que tantas vezes grupetos sejam repescados por conterem ciclistas importantes. Ou repescavam Ted King e seriam acusados de beneficiar um cliente do filho do presidente da UCI, já envolto em tantos escândalos.

O que fariam vocês?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Por 7s repescava.

Tenho em consideração, o esforço que tem feito para terminar as etapas. É sempre bom, ver pessoas a lutar desta forma.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O problema é que quando chegar a montanha a sério, o grupeto vai surgir em todas as etapas e aí ninguém tem coração de os mandar embora ou o tour chega ao fim com 50 corredores.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.