Jump to content
Lancer

Adobe Creative Cloud

Recommended Posts

Adeus, Creative Suite

A Adobe vai descontinuar a suite de criação de conteúdos. A empresa aposta na Creative Cloud como a única forma de se ter acesso a estas ferramentas.

2013-05-07-adobe-cc-diagram_610x298.jpg?

«Não temos planos para lançar mais nenhuma versão perpétua da Creative Suite. A Creative Cloud vai ser o nosso único foco de venda», afirmou o diretor de marketing da empresa, Scott Morris. A aposta da Adobe vai passar pela venda de planos de subscrição, onde o utilizador paga um valor fixo mensalmente para poder aceder ao software.

O anúncio foi feito durante a conferência Adobe Max onde também foi apresentada a nova geração de produtos, que ficaria conhecida como Creative Suite 7, caso se mantivesse o mesmo modelo. O novo Photoshop consegue corrigir fotos tremidas, o Illustrator pode ser usado em dispositivos táteis multitoque e o InDesign já suporta monitores com elevada resolução, como os ecrãs Retina da Apple. O novo conjunto passa a ser conhecido apenas por Creative Cloud ou CC.

Nesta fase, os utilizadores têm algumas escolhas disponíveis. O plano mais popular custa 50 dólares por mês, com fidelização de um ano, ou 75 dólares mensais, sem qualquer fidelização. Por outro lado, há descontos para os utilizadores que tenham adquirido licenças para a Creative Suite 6 ou anteriores. A Adobe preparou ainda subscrições para quem pretenda usar programas individualmente, onde os preços variam dos dez aos 20 dólares.

Desta forma, a empresa consegue assegurar um fluxo contínuo de receitas, em vez de estar a aguardar por lançamentos de produtos anuais ou ocasionais. Do lado do consumidor, a vantagem é que, pelo mesmo preço, consegue ter acesso às ferramentas mais atuais. Os próprios programadores podem ir lançando atualizações e melhorias que ficam logo disponíveis para os utilizadores. sim, porque neste momento não acontece isso já, grande vantagem /ironia

O responsável de marketing da Adobe explicou ainda que a empresa não planeia aumentar os custos de subscrição, eliminando um receio que a comunidade pudesse ter e que fosse um motivo para não adotar a CC. O executivo refere ainda que, com este modelo, os utilizadores estão a descarregar muitas aplicações pela primeira vez, para experimentar. «As pessoas estão a fazer mais com a CC do que estavam a fazer com a CS», afirmou Morris.

Seems Adobe is pulling a /Microsoft on it's users

1 word: barraca

Edited by Lancer
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eiiishh.. Não pode.

Isso vai ser (ou poderia ser) um estouro aqui na empresa..

É que ainda somos uns 4 ou 5 que precisam de ter acesso ao Creative Suite ou Master Suite, como é o meu caso, que uso desde Premiere a After Effects, a passar pelo Photoshop e Illustrator e Bridge.

Edited by EsCk

Share this post


Link to post
Share on other sites

Alguém que me elucide plz, qual a diferença de ter este "pack" ou todos os programas que o EsCk mencionou mas instalados em separado?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pronto, toda a gente vai sacar a versão mais recente suite e vai usa-la durante imenso tempo. A mensalidade parece-me muito cara fogo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Alguém que me elucide plz, qual a diferença de ter este "pack" ou todos os programas que o EsCk mencionou mas instalados em separado?

Antes o Adobe CS6 Master Collection custava cerca de 3300 euros

Agora, de acordo com os novos planos Cloud:

30kgihk.png

69,99 dollars * 12 meses = 839,88 dollars

É mais barato, mas é um verdadeiro pincel... como é que raio se gerem as fontes com aplicações cloud? E será a velocidade de trabalho com as aplicações, decente?

Quase de certeza que estas novas versões têm instalações locais, mas usam ficheiros essenciais no servidor da Adobe. Isto é nem mais nem menos que uma politica anti-pirataria. Tudo o resto é conversa fiada.

Professores e Alunos no mesmo saco? 19,99 dollars por mês? Estão maluquinhos...

Só espero que alguma Team da Scene consiga aceder a todos os ficheiros no servidor da Adobe, copiar os mesmos e criar uma espécie de servidor local nos nossos PC's como forma de ultrapassar esta "graçola" da Adobe.

Edited by cyberurbis

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olha a Adobe a apertar com a pirataria... <_<

adianta-lhes de quê?

Apertam com a pirataria e deitam fora o fireworks, substituindo por cloud e a sub que é o que é.

Resultado:

> ao medio\longo prazo para clientes k n façam actualizaçoes em menos de ~3 anos fica muito mais caro (eu ainda uso cs4...)

> aumentam os custos deles já que tem de fazer o processamento, backups de dados server side, mais custos de segurança e bandwidth.

(pequeno detalhe, tens um ficheiro no formato deles por ex: .psd, queres abrir mas deixaste de pagar sub, BOA SORTE!! :D)

> o programa perde popularidade e gente que o saiba usar, resultando em menos vendas tanto a curto como a longo prazo

(o programa pode ser muito bom mas se não houver gente a saber usá-lo não vendem e quero ver quem é que vai pagar aquele preço para "aprender" a usar "photoshop" e afins sem ser por formação)

> os piratas não vao pagar subscription na mesma, simplesmente vão se manter com o CS6 ou então procurar alternativas.

> a Corel vai agradecer à adobe por lhes entregar o mercado de bandeja

Estão a dar um tiro no pé

E claro, que ficando dependentes do serviço da adobe fica toda a gente à mercê de:

> preços de subscription que a adobe ditar

> partir do principio que as nossas ligações à internet estão 100% up e estáveis

> bandwidth para interagir com aquilo

> dos nossos ficheiros e trabalhos ficarem nas mãos da adobe guardadinhos

> da segurança da adobe

> de ddos attacks aos servers da adobe...

é só vantagens para os clientes não vêem? :D

Edited by Lancer
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Lancer, estás a fazer um barulho do crl para nada, na minha opinião.

Estou a comandar as operações para tratarmos disto aqui na empresa e este plano não é assim tão negativo como querem pintar.

Uma das licenças que nós temos até já era digital. Não temos a caixa, só um recibo e uma serial. Vai dar ao mesmo.

O preço total de um pacote Master Suite, era de aproximadamente 3000 e tal €, como já disseram acima.

Andam a sair atualizações quase de 18 em 18 meses.. Essas atualizações eram uns 400€, se me lembro bem.

Ao fim de um ano, pagamos aos gajos 400€ (temos licenças legais, por isso temos desconto). Só aí vejam bem a diferença. Mesmo sem o desconto de licenças antigas, fica por 744€/ano. Ainda estamos longe dos 3000€. Entretanto sai um update para .5 e pronto, já nem é preciso fazer mais contas.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Lancer, estás a fazer um barulho do crl para nada, na minha opinião.

Estou a comandar as operações para tratarmos disto aqui na empresa e este plano não é assim tão negativo como querem pintar.

Uma das licenças que nós temos até já era digital. Não temos a caixa, só um recibo e uma serial. Vai dar ao mesmo.

O preço total de um pacote Master Suite, era de aproximadamente 3000 e tal €, como já disseram acima.

Andam a sair atualizações quase de 18 em 18 meses.. Essas atualizações eram uns 400€, se me lembro bem.

Ao fim de um ano, pagamos aos gajos 400€ (temos licenças legais, por isso temos desconto). Só aí vejam bem a diferença. Mesmo sem o desconto de licenças antigas, fica por 744€/ano. Ainda estamos longe dos 3000€. Entretanto sai um update para .5 e pronto, já nem é preciso fazer mais contas.

O que dizes, é verdade, mas...

Vejo uma "demasiada" dependência da internet...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Aqui a questão é mesmo a performance disso atrás de uma firewall empresarial com centenas de conexões em simultâneo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O que eu critico mesmo é a dependencia da Internet. Quer dizer, tens uma avaria na net, demora 24 h a arranjar tens a empresa parada.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Devo ter lido mal ou então escapou-me essa informação.

Onde diz que os programas deixam de funcionar se não tivermos net?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Isto é em Cloud. Se fosse como estás a dizer não era novidade nenhuma pq eles já fazem isso.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Atenção que a Cloud pode muito bem ter um modo "offline", como o Gmail ou o Drive, por exemplo...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Esck, eu não critico o modelo de negócio e percebo-o perfeitamente. Querem lucros constantes em vez de por picos.

Percebo isso perfeitamente.

Agora não concordo é que não dêem a opção aos clientes entre os 2 modelos.

Estão a forçar toda a gente a adoptar a cloud quando nem todos querem.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mas eles já justificaram e tu também.. Querem um income flow constante e não tanto por investimentos pontuais. Para as empresas e utilizadores comuns acho que também é preferível pagarem uma mensalidade, que até acaba por ser mais barato no fim, do que dar logo um estouro de milhares de euros.

A única coisa que me está a suscitar dúvidas é o que disseram aqui sobre ser demasiado dependente da net. Continuo sem encontrar nada que diga que é preciso estar sempre online para utilizar os programas.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mas eles já justificaram e tu também.. Querem um income flow constante e não tanto por investimentos pontuais. Para as empresas e utilizadores comuns acho que também é preferível pagarem uma mensalidade, que até acaba por ser mais barato no fim, do que dar logo um estouro de milhares de euros.

A única coisa que me está a suscitar dúvidas é o que disseram aqui sobre ser demasiado dependente da net. Continuo sem encontrar nada que diga que é preciso estar sempre online para utilizar os programas.

Site da Adobe creative cloud faq.

Não. Os aplicativos de desktop da Creative Cloud (como o Photoshop e o Illustrator) são instalados diretamente em seu computador, de modo que você não precisa de conexão contínua à Internet para usá-los no dia-a-dia.

Você só precisará estar online quando instalar e licenciar seu software. Se tiver associação anual, você precisará conectar-se à Internet para validar suas licenças de software a cada 30 dias. Porém você poderá usar os produtos durante 180 dias, mesmo que esteja offline.

http://www.adobe.com/pt/products/creativecloud/faq.html

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

então porque é que se chama cloud o.O ????????

Edited by Lancer

Share this post


Link to post
Share on other sites

ba-dum-tss.jpg

então isto é só um deal de adobe "suite" + online storage?

nesse caso até é bom negócio, mas tanto espectaculo para isso? >.>

Share this post


Link to post
Share on other sites

Lá está, Lancer. Demasiada tempestade sem razão.

A maior alteração é na pirataria, que agora tem que arranjar activators mensais.

Para os legits, é melhor e mais barato.

O Cloud tem a ver com a digitalização dos produtos e o armazenamento de backups e outros.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Lá está, Lancer. Demasiada tempestade sem razão.

A maior alteração é na pirataria, que agora tem que arranjar activators mensais.

Para os legits, é melhor e mais barato.

O Cloud tem a ver com a digitalização dos produtos e o armazenamento de backups e outros.

Se for assim tão simples... na boa. :y:

Mas volto a dizer que isso seria simples demais para a Adobe... vejo isto muito próximo do que acontece com o novo SimCity. Instalas os programas, mas sem web ou outra qualquer anomalia provocada por segundos ou terceiros... caput.

Edited by cyberurbis

Share this post


Link to post
Share on other sites

Lancer, estás a fazer um barulho do crl para nada, na minha opinião.

Estou a comandar as operações para tratarmos disto aqui na empresa e este plano não é assim tão negativo como querem pintar.

Uma das licenças que nós temos até já era digital. Não temos a caixa, só um recibo e uma serial. Vai dar ao mesmo.

O preço total de um pacote Master Suite, era de aproximadamente 3000 e tal €, como já disseram acima.

Andam a sair atualizações quase de 18 em 18 meses.. Essas atualizações eram uns 400€, se me lembro bem.

Ao fim de um ano, pagamos aos gajos 400€ (temos licenças legais, por isso temos desconto). Só aí vejam bem a diferença. Mesmo sem o desconto de licenças antigas, fica por 744€/ano. Ainda estamos longe dos 3000€. Entretanto sai um update para .5 e pronto, já nem é preciso fazer mais contas.

Completamente irrelevante para o assunto. Brag much?

:Trollface:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.