Jump to content
Sign in to follow this  
Stone

Suede no Porto e Lisboa

Recommended Posts

Suede regressam a Portugal em novembro

Banda inglesa apresenta o novo Bloodsports em Lisboa e no Porto. Recorde fotos dos últimos concertos em Portugal.

Os ingleses Suede atuam nos coliseus de Lisboa e do Porto em novembro.

A banda de Brett Anderson, que este ano regressou aos discos, atua no Coliseu de Lisboa a 7 de novembro e no Coliseu do Porto a 8. Os bilhetes custam 27 euros em Lisboa e entre 27 e 32 euros no Porto, estando à venda a partir de 12 de abril.

Os Suede regressaram aos palcos em 2010, tendo atuado na Semana Académica de Coimbra, em 2011, e na primeira edição portuguesa do festival Optimus Primavera Sound, em 2012, no Parque da Cidade do Porto.

O primeiro álbum de originais em onze anos surge agora: Bloodsports foi editado há poucas semanas e sucede a A New Morning na discografia do grupo formado em Londres no final dos anos 80.

Os Suede tiveram impacto na cena musical britânica logo ao primeiro álbum, Suede , editado em 1993. Ao dramatismo de Brett Anderson (não raras vezes próximo de David Bowie) juntava-se a mestria na guitarra de Bernard Butler, "discípulo" de Johnny Marr, dos Smiths. A cumplicidade duraria apenas até Dog Man Star (1994), segundo álbum, ainda com a contribuição de Butler mas editado já depois da sua saída. Desta primeira fase dos Suede recordam-se singles de sucesso como "Animal Nitrate", "So Young" "Metal Mickey", "Stay Together", "We Are The Pigs" ou "New Generation".

O grupo recrutaria depois o jovem guitarrista Richard Oakes e com ele gravaria o álbum de maior êxito, em plena euforia britop. Em 1996, Coming Up colocaria cinco singles no top 10 britânico: "Trash", "Beautiful Ones", "Saturday Night", "Lazy" e "Filmstar". No verão de 1997, a banda atuaria pela primeira vez em Portugal, na edição de estreia do festival Sudoeste.

A "estrela" dos Suede permaneceria acesa em Head Music (1999), álbum que revelaria singles como "Electricity", "She's In Fashion" e "Can't Get Enough". Mas os londrinos não encontrariam igual sucesso no novo milénio: A New Morning (2002) conheceu impacto menor motivou o adeus do grupo em 2003. No ínterim, Brett Anderson lançou quatro álbuns a solo e um em colaboração com o "parceiro desavindo" Bernard Butler (uma banda de breve existência chamada The Tears).

Bloodsports , o regresso aos originais, tem como primeiro single "It Starts and Ends With You".

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.