Jump to content

A ignorância (de alguns) dos nossos universitários


Kinas_
 Share

Recommended Posts

Vídeo

Vox Pop: A ignorância dos nossos universitários (vídeo)

16-11-2011

Por André Barbosa e Tânia Pereirinha e imagem de Joana Mouta

Enquanto Portugal se ri da auxiliar de ação médica concorrente da Casa dos Segredos, que julga que áfrica é um país da América do Sul, a SáBADO fez um teste básico a 100 alunos de universidades de Lisboa.

Ana Amaro, de 18 anos, que frequenta a licenciatura com o mestrado integrado em Psicologia do Instituto Superior de Psicologia Aplicada (ISPA), está a fumar à porta da faculdade, em Alfama. Aceita participar no teste de cultura geral da SáBADO (20 perguntas, divididas por dois questionários de 10, ambos com um grau de dificuldade mínimo), mas está mais preocupada em acabar o cigarro. à quinta questão (qual é a capital dos Estados Unidos?), começa a atrapalhar-se. “Estados Unidos...? A esta hora é muita mau”, queixa-se. Não são 7h, são 13h30, e os colegas começam a sair para o almoço. Mas Ana parece ter acordado há 10 minutos, suspeita que a própria confirma.

A partir daí, é sempre a cair.

Não sabe quem escreveu O Evangelho Segundo Jesus Cristo, quem fundou a Microsoft, quem é Maria João Pires nem que instrumento toca. E não parece preocupada. Afinal, acabou de acordar.

“Não dei isso no 12.º ano”, “Cinema não é comigo”, “Não me dou bem com a literatura” – na arte de justificar a ignorância, os estudantes universitários inquiridos pela SáBADO têm nota máxima. “Se perguntasse alguma coisa de psicologia, agora cultura geral...”, diz Janine Pinto, optando pela desculpa número um.

– Quem pintou o tecto da Capela Sistina?

– Ai, agora... Tudo o que tem a ver com capelas e igrejas não sei (desculpa número dois dos universitários).

– E quem escreveu O Evangelho Segundo Jesus Cristo?

– Eh pá! Coisas com Jesus Cristo?! Sou fraca em religião ... (desculpa número três).

E se é que isto serve de desculpa, aqui vai a número quatro: Janine, tal como muitos outros inquiridos, não está num curso de Teologia, nem de Artes.

Mas Bruno Marques, 18 anos, no 1.º ano de Ciências da Cultura na Faculdade de Letras, escorrega num tema que deveria dominar.

– Quem é Manoel de Oliveira?

– Já ouvi falar, mas não sei quem é.

– Estás em Ciências da Cultura. Dás Cinema?

– Sim, algumas coisinhas, mas não sei...

Pedro Besugo, 18 anos, estreante no curso de Turismo da Lusófona, admite não saber qual é a capital de Itália. Perante a insistência da SáBADO (“Então estás a tirar Turismo e não sabes?”), responde: “Será Florença?” Não é. Como também não é Veneza, nem Milão ou Nápoles, como outros responderam.

Não saber quem pintou a Capela Sistina ou Mona Lisa (um aluno responde Miguel Arcanjo; outro Leonardo di Caprio) é igualmente grave. Talvez não tanto como pensar que África é um país da América do Sul ou não fazer ideia do que é um alpendre. Mas Cátia Palhinhas, do reality show Casa dos Segredos2, autora destas e de outras respostas, que põem o público a rir, não frequenta o ensino superior – é auxiliar de ação médica e está a tirar o 12.º ano à noite no programa Novas Oportunidades.

Aos 22 anos, sonha tornar-se “conhecida e vencer na televisão”. Por isso, não está nada preocupada em saber qual o maior mamífero do mundo – “é o dinossauro!”, disse há umas semanas.

Há universitários que respondem “mamute” à mesma questão. Catarina, 20 anos, aluna de Psicologia do ISPA, fica na dúvida: “é o elefante. é o mamute. é o elefante. Acho que é o elefante. O elefante é de África e o mamute da Antártida”.

Leia o artigo completo na revista desta semana.

Estamos a falar de estudantes universitários.

Comentem, gostaria de saber opiniões. Nomeadamente comparações com outras nações estereotipadas de "burras".

Edited by Kinas_
Link to comment
Share on other sites

A vergonha que já todos sabemos que reina por alguma (acredito que é só alguma) da nossa juventude, o problema é que são estes os governantes e trabalhadores de amanhã.

Link to comment
Share on other sites

Se o mesmo questionário fosse apresentado a outros indivíduos que não fossem estudantes universitários, o resultado seria exactamente o mesmo.

Edited by Figos
  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Se o mesmo questionário fosse apresentado a outros indivíduos que não fossem estudantes universitários, o resultado seria exactamente o mesmo.

Sem dúvida que sim, parece-me é que tambem estes individuos sao escolhidos a dedo é que há aqui respostas que sao pura e simplesmente ridiculas. A do mamute matou-me!

Link to comment
Share on other sites

Eu nunca mais me esqueço andava eu no primeiro ano de faculdade e uma gaja, numa oral de Ciência Política com o Paulo Castro Rangel, disse que o Rei de Espanha se chamava Rei Asnar e que a Itália ficava ao lado da Argentina!!! Escusado será dizer que ele nem sequer começou a oral e mandou-a logo saír.

Quem se f*deu fui eu pq fui entrei a seguir a ela! A minha sorte foi ser portista!:D

Link to comment
Share on other sites

Se o mesmo questionário fosse apresentado a outros indivíduos que não fossem estudantes universitários, o resultado seria exactamente o mesmo.

Meaning...?

Não é suposto exigir mais conhecimento a estudantes universitários?

Link to comment
Share on other sites

Se o mesmo questionário fosse apresentado a outros indivíduos que não fossem estudantes universitários, o resultado seria exactamente o mesmo.

Meaning...?

Não é suposto exigir mais conhecimento a estudantes universitários?

Não, da mesma forma que não podes exigir o mesmo tipo de conhecimento a quem acaba o secundário com média acima de 19 e a quem acaba o programa das novas oportunidades.

Link to comment
Share on other sites

Não estou a ser irónico não, mas também não percebo qual é esse espanto de haver universitários burros, andar na universidade não é sinónimo de ser inteligente ou culto, aliás, hoje em dia nem ter curso o é!

Link to comment
Share on other sites

Ok. não quero generalizar e também concordo que andar na universidade "não é sinónimo de ser inteligente ou culto"mas bolas, eu sou mais exigente com quem eu sei que lá andou. Afinal de contas, se passaram de ano é porque sabiam a matéria.

Ou não... :unsure:

Link to comment
Share on other sites

Só frisei que eram Universitários para não dizerem que tinham ido às obras fazer perguntas. Nem sabemos de que zona do País são. E na maioria são caloiros, 18 19 ou 20 anos.

É assim, obviamente que quem acertou não aparece no vídeo portanto não é uma amostra representativa de nada. Tal como os vídeos dos americanos que toda a gente gosta de ver e gozar. smile.png

Edited by Kinas_
Link to comment
Share on other sites

Obviamente que se espera que quem tirou ou anda a tirar um curso universitário tenha mais conhecimentos que tem apenas o secundário, mas muitas vezes estas coisas nem têm a ver com o grau académico mas sim com o nível de interesse que se tem (ou não) pela realidade envolvente.

Link to comment
Share on other sites

Se mostrassem os que acertaram não era notícia. Será que todos sabemos de tudo? Não defendo a ignorância mas por certo que também houve quem acertasse.

Cultura geral não é inteligência nem estudo... é vontade de ter acesso à informação.

Link to comment
Share on other sites

Aquilo são, definitivamente, perguntas de cultura geral que qualquer pessoa minimamente inteligente deveria saber, muito mais qualquer universitário.

Se eu fosse um deles, tinha vergonha na cara depois daquela figura. O pior é que eles ainda se riem da sua própria ignorância, não lhe dando o devido valor...

São dos tais (não são só eles, atenção) que, quando/se saírem de lá com um canudo vão andar a bradar aos céus porque as empresas não os foram buscar..

Link to comment
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
 Share

  • Recently Browsing   0 members

    • No registered users viewing this page.
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.