Jump to content
Sign in to follow this  
X-static

Pt Cria 500 Postos De Trabalho Na Covilhã

Recommended Posts

A Portugal Telecom apresenta esta sexta-feira a criação de um dos maiores centros de dados e computação da Europa. O investimento prevê a criação de 500 postos de trabalho, directos e indirectos, recorrendo a trabalhadores especializados em novas tecnologias na Covilhã.

O novo data center, que terá 45 mil metros quadrados, tem como principal objectivo aumentar significativamente a capacidade de armazenamento e processamento de dados. A infra-estrutura, que será instalada na Covilhã, vai permitir ampliar a oferta de serviços de ‘cloud computing’ (computação em nuvem), em que as empresas se ligam através de banda larga a computadores remotos mais poderosos.

“Vai ter dimensão, aspiração internacional em termos de venda de capacidade e vai ser essencialmente verde, ou seja, o objectivo da sustentabilidade vai estar presente em tudo aquilo que vai ser construído”, explica Zeinal Bava, presidente executivo da PT.

A empresa ambiciona, com este novo projecto, posicionar-se como protagonista nesta área tecnológica no mercado europeu.

De acordo com a International Data Corporation, empresa de análise do mercado das novas tecnologias, o investimento mundial em ‘cloud computing’ vai triplicar até 2013, chegando aos 44,2 mil milhões de dólares, cerca de 32,4 mil milhões de euros.

CM

Nice, PT.

Share this post


Link to post
Share on other sites

:clap: :clap: :clap:

Já agora aproveitem para pagar um bocadinho melhor aos colaboradores s.f.f. :shut:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Já agora aproveitem para pagar um bocadinho melhor aos colaboradores s.f.f. :shut:

Eu tenho cá uma pena dos trabalhadores da PT que nem te conto... <_<

Share this post


Link to post
Share on other sites

Já agora aproveitem para pagar um bocadinho melhor aos colaboradores s.f.f. :shut:

Eu tenho cá uma pena dos trabalhadores da PT que nem te conto... <_<

Ele não é trabalhador da PT, mas sim, outsourced, penso eu...

E sim, os empregados em outsourcing, principalmente os dos call centers, além de serem muuuito mal pagos, são chulados à força toda.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Infelizmente, para algumas pessoas, é a única maneira que têm de arranjar emprego. E trabalhar em outsourcing com colegas que pertencem à casa e fazem as mesmas funções e recebem muito mais e têm mais regalias, ainda mais degradante é, acredita... <_<

Claro que também entendo a postura das grandes empresas como a PT em apostar no outsourcing...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mas também ao contrário para pessoal que entrou em outsourcing em tempo de vacas gordas. Mas o normal é internos terem melhores regalias.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ele não é trabalhador da PT, mas sim, outsourced, penso eu...

E sim, os empregados em outsourcing, principalmente os dos call centers, além de serem muuuito mal pagos, são chulados à força toda.

Sim, há que os diferenciar e esses imagino que sejam explorados até dizer chega...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu acho é que em Portugal se levou o outsorcing ao extremo, e hoje em dia é quase tudo em outsorcing nos serviços, quando muitas empresas precisam é de departamentos daquela área...

Ser prostituta ou acompanhante de luxo, não importa... Somos todos fodidos à mesma e todos abrimos as pernas para aparecerem clientes!!Sendo que as acompanhantes de luxo, têm vindo a desaparecer, tal é a oferta de putas...

O que mais me chateia, é que as empresas de outsorcing cada vez mais contratam putas em todo lado e por isso as acompanhantes de luxo, não têm outro remédio senão tornarem-se putas... É putas de Eng. Biomedica, de Eng. Civil, é putas de Economia, é putas de Gestão, é putas de Eng Mecanica e até já vejo putas de Fisica, de Biologia...

Às vezes penso que nós acompanhantes de luxo, deveríamos fazer como os Advogados, Médicos... e criar a Ordem das Acompanhantes de Luxo, que impeça que as putas nos roubem trabalho e façam com que os nossos honorários baixem... Assim, qualquer dia a diferença entre uma Acompanhante de Luxo e uma Puta é somente e tão apenas o sitio onde deram a primeira foda...

Vivemos num autentico bordel!!! :-..

Peace!!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu acho é que em Portugal se levou o outsorcing ao extremo, e hoje em dia é quase tudo em outsorcing nos serviços, quando muitas empresas precisam é de departamentos daquela área...

Ser prostituta ou acompanhante de luxo, não importa... Somos todos fodidos à mesma e todos abrimos as pernas para aparecerem clientes!!Sendo que as acompanhantes de luxo, têm vindo a desaparecer, tal é a oferta de putas...

O que mais me chateia, é que as empresas de outsorcing cada vez mais contratam putas em todo lado e por isso as acompanhantes de luxo, não têm outro remédio senão tornarem-se putas... É putas de Eng. Biomedica, de Eng. Civil, é putas de Economia, é putas de Gestão, é putas de Eng Mecanica e até já vejo putas de Fisica, de Biologia...

Às vezes penso que nós acompanhantes de luxo, deveríamos fazer como os Advogados, Médicos... e criar a Ordem das Acompanhantes de Luxo, que impeça que as putas nos roubem trabalho e façam com que os nossos honorários baixem... Assim, qualquer dia a diferença entre uma Acompanhante de Luxo e uma Puta é somente e tão apenas o sitio onde deram a primeira foda...

Vivemos num autentico bordel!!! :-..

Peace!!

Eu, como puta, concordo 300% muito contigo. Na empresa onde trabalho, 80% da facturação foi através da PT, ou seja, o que a PT paga à minha empresa por mim dá para pagar o meu salário, o salário de outro colega meu qualquer que não trabalhe na PT, mas em projectos da empresa, para pagar o Audi de um dos patrões e a vivenda do outro... <_<

E ainda têm a puta da lata, na reunião de fim de ano, de dizer que temos que ser ainda melhores... <_<

Isto tirando o facto de o meu contrato ser de tempo indeterminado, ou seja, basta que a PT diga que já não me quer lá por alguma razão para a minha empresa invocar isso como justificação para me despedir e mandar para o Subsídio de Desemprego... <_<

Share this post


Link to post
Share on other sites

Basicamente. A empresa onde trabalho paga por mim o triplo do que eu recebo.

THRICE :-..

Exactamente... <_<

Tendo em conta que o que a empresa que me sub-contracta paga mais ou menos o mesmo à minha empresa do que pagaria a um seu funcionário... É só fazer as contas para perceber o porquê de o nível de tensão aqui, por vezes, ser elevado... :rolleyes:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bah, não percebeste o que eu disse ou então escrevi mal....

O que eu acho mal, é as empresas de outsorcing nas áreas tecnológicas andem a contratar tudo o que mexe nas faculdades...

Chega ao ponto de um dos meus colegas de casa, licenciado e com mestrado em Física, sem nunca ter nenhum contacto com a área para além do Word e do Excel, ter sido contratado para trabalhar em Business Intelligence pela Accenture... E nas formações que tenho tido encontro pessoal de todas as áreas, que nada têm a ver com a informática, como as que referi acima...

Resumindo, é como um Informático ser contratado por um Hospital para operar pacientes, ou para um Tribunal para Ajuizar casos.... Não há nenhuma protecção contra isto, sendo que os ordenados para quem começa vão baixando e não há grandes aumentos para quem já lá está... Isto mais tarde ou mais cedo, fará com que a área fique saturada...

Não tenho nada contra o pessoal fazer pela vida à procura de emprego, mas se queriam trabalhar em Informática tivessem tirado, Informática, Redes, Software, Robótica... coisas relacionadas e não os cursos que tiraram...

E eu acho que foi isto, rebaixamento dos custos feito pelas empresas de outsorcing, que fez com que as empresas tipo PT, CGD, ZON, TMN contrate empresas de outsorcing em vez de montarem eles as suas equipas. Sai-lhes muito mais barato.

P.E. Antigamente(antes do boom das consultoras de outsorcing) pagavam 2000€/mes * 14 meses por um informático = 28000/ano , hoje pagam 4000€/mês à empresa de outsorcing, mas como só precisam durante 6 meses fica por 24000/ano... E o trabalhador recebe 1000€/mês * 14 meses da empresa de outsorcing = 14000€/ano...

Neste esquema, fica a empresa de outsorcing a ganhar, a empresa que contrata a ganhar, mas o trabalhador fica a perder e bem (sendo a tendencia, será o trabalhador cada vez perder mais).

Infelizmente será difícil mudar este esquema, porque as empresas não querem perder dinheiro e nós (Informáticos) não conseguimos lutar pelos nossos direitos no tempo devido.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Quando comecei a trabalhar entrei num estágio com formação com um grupo, em que vários vinham de economia e gestão de empresas, e aprenderam ali a programar. Isso não me faz confusão.

Não acho que isso directamente tenha influenciado. É toda a filosofia de mercado que mudou.

More stuff..

Portugal Telecom implementa um dos maiores Data Center da Europa

Share this post


Link to post
Share on other sites

Indo por aí, pergunto qual é a diferença entre um licenciado/mestrado em Informática e uma pessoa que acabou o 12º na área de Informática. Se a diferença é só o programar ou não, que raio fomos fazer para a faculdade, apenas aprender a programar?

E acho que cada vez menos as empresas sabem essa diferença, e como há cada vez mais oferta de trabalhadores, é óbvio que os salários baixam... Daí eu falar em protecções.

Mas concordo contigo, o mundo mudou e nós temos que nos adaptar a estas novas realidades... Mas também não podemos ficar conformados, temos que ir puxando a brasa à nossa sardinha!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Claro que não podemos ficar conformados, mas o método de outsourcing não facilita muito.

O grande problema aí é que não temos um vencimento mínimo de licenciado ou de mestrado como existe noutras áreas, e parte dessa culpa é dos primeiros informáticos terem sido entusiastas. Parte-se por base os dois ordenados mínimos do estágio profissional e muita gente fica a patinar nessa margem muito tempo.. e nem precisa de ser em consultoria.

E claro que entra aqui o mesmo problema do outro tópico, o mercado da informática já está a ficar um bocado saturado. O da micro-informática já está à algum tempo, começa a passar agora para o da macro.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sim, sim.. É mesmo roleta russa na altura de sair da faculdade e começar a trabalhar... Uns dão-te melhores condições que outros, mas tu à partida não tens bem essa percepção.

Eu agora vejo isso é nas progressões de carreira.. Não quero ficar a minha vida toda a programar, e quero ter outro tipo de tarefas, mas são dezenas de pessoas a quererem o mesmo... Os cargos mais acima estão ocupados e como não surgem novos projectos, não abrem vagas novas...

A solução que eu vejo mesmo a longo prazo, é tentar a minha sorte criando o meu próprio negócio... Mas para isso preciso de capital, que não tenho!!

Share this post


Link to post
Share on other sites

A solução que eu vejo mesmo a longo prazo, é tentar a minha sorte criando o meu próprio negócio... Mas para isso preciso de capital, que não tenho!!

Hoje em dia tens várias hipóteses de financiamento bastante interessantes para startups. Em que o teu capital investido acabar por ser mínimo.

O maior problema é abandonar a segurança de um emprego com ordenado fixo ao fim do mês. Por isso é que me aventurei em criar a minha empresa logo que saí da Universidade.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Já agora aproveitem para pagar um bocadinho melhor aos colaboradores s.f.f. :shut:

Eu tenho cá uma pena dos trabalhadores da PT que nem te conto... dry.gif

Depende, do pessoal mais velho ninguém deve de facto ter pena, agora dos contratados ou pessoal efectivo mais recente... ganhamos pouco mais que o salário minimo e não temos grandes perspectivas de algum dia as coisas virem a melhorar... por exemplo um colega meu vai agora passar de temporário a contratado, vai ficar a ganhar exactamente o mesmo :facepalm: eu ao menos quando passei ainda fiquei a ganhar mais 60 euros.

Já agora aproveitem para pagar um bocadinho melhor aos colaboradores s.f.f. :shut:

Eu tenho cá uma pena dos trabalhadores da PT que nem te conto... dry.gif

Ele não é trabalhador da PT, mas sim, outsourced, penso eu...

Sou contratado, contrato dum ano, vou no 2º, ou seja, antes de pensar em ficar efectivo ainda tenho (se ficar claro) ainda tenho de gramar com mais um.

Infelizmente, para algumas pessoas, é a única maneira que têm de arranjar emprego. E trabalhar em outsourcing com colegas que pertencem à casa e fazem as mesmas funções e recebem muito mais e têm mais regalias, ainda mais degradante é, acredita... dry.gif

Acredita, passei por isso muitos anos (6 mais ou menos)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.