Jump to content
Sign in to follow this  
JP--

Preservativo Com Dentes

Recommended Posts

Médica oferece 30 mil para proteger mulheres durante o Mundial

Preservativo com dentes para evitar violações (COM VÍDEO)

ca967162-b341-4feb-88dd-fecb0766bf67_738D42D9-134C-4FBE-A85A-DA00E83FDC20_5EACB414-2008-4E65-989D-9C9F97E1AA83_img_detalhe_noticia_pt_1.jpg

É semelhante a um preservativo feminino, mas vai muito mais além do que evitar a gravidez. O Rape-aXe consiste num dispositivo de plástico com arestas em forma de serra no interior e o principal objectivo é evitar a violação.

A mulher introduz o preservativo na vagina, como se fosse um tampão, e pode fazer uma vida perfeitamente normal. Em caso de ataque, a vítima não sofre qualquer dano, mas atrapalha a acção do pénis do agressor.

O Rape-aXe foi inventado por Sonnet Ehlers, uma médica que atende mulheres vítimas de abuso sexual na África do Sul e que agora se propõe a distribuir de forma gratuita 30 mil destes preservativos durante o Mundial 2010, que se disputa neste Verão. Em 2005 foi testado o primeiro protótipo deste preservativo, na Cidade do Cabo, e a inventora garante que está totalmente aperfeiçoado para ser usado em larga escala.

"Trata-se de um aparelho que se introduz na vagina, é muito cómodo e, em caso de abuso sexual, atrapalha o pénis do homem. Este sentirá uma grande dor e só o poderá retirar se for a um hospital, onde não pode negar que tenha penetrado uma mulher", explicou Ehlers, numa entrevista à Radio Netherlands.

O pénis do agressor fica preso ao dispositivo e não há qualquer perigo do membro sangrar e contagiar a mulher com qualquer tipo de doença. Ehlers garante ainda que o preservativo não produz danos para a mulher. Já o homem pode sofrer algumas cicatrizes provocadas pelas arestas dentadas do dispositivo que cicatrizam com o tempo.

POLÉMICA MARCA INVENÇÃO

O dispositivo não é, contudo, consensual e tem gerado algumas críticas, que a inventora rebate. Um dos primeiros argumentos dos que se mostram contra o dispositivo passa pela possibilidade do homem se tornar mais violento e matar a mulher. Ehlers responde que "sempre que uma mulher sofre uma violação corre o perigo que a matem".

Por outro lado, tem-se especulado que algumas mulheres possam usar o Rape-aXe como forma de vingança contra um ex-companheiro. A médica admite essa hipótese, mas oferece um conselho às mulheres: "Não ponhas o que te pertence onde não te pertence e nunca terás problemas".

Por último, alguns críticos consideram que o Rape-aXe é um "dispositivo medieval", o que Ehlers contesta, alegando que a violação é sim um "acto medieval".

O Rape-aXe não está à venda na África do Sul e só é usado em experiências pontuais com voluntários.

FONTE

:blink:

Edit: Ups, quis dizer "Rapists", não "Violators" :-..

Admin edit plz?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Que ideia brilhante no minimo o numero de violações lá é uma cena assombrosa gajos com sida a violarem mulheres ....

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pelo que vi no outro dia num documentário da Sic R, ainda vão aparecer gajos a curtir isto! -_-

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.