Jump to content
Jokeman

Mitos Urbanos

Recommended Posts

Mitos urbanos que tinham tudo para ser verdade, ou talvez não

Tatuagens infantis com LSD, agulhas com sida nos telefones públicos, mamas de silicone que explodem ou tráfico de rins em discotecas. Dez mitos urbanos desconstruídos por Susana André, autora do livro "Mitos Urbanos e Boatos"

A noite vai avançada e o tema de conversa começa a faltar - os silêncios são constrangedores. Qual a melhor maneira de apimentar uma noite entre amigos? Sai um mito urbano para a mesa três! "Vocês já repararam que nunca se vê um funeral de um chinês? É muito estranho... Ouvi dizer que eles utilizam-nos para fazer chop-suey." Pode parecer conversa absurda mas assim nascem os boatos.

A jornalista da SIC Susana André também ouviu muitas destas histórias e depois de fazer uma Grande Reportagem sobre o tema foi convidada a escrever um livro. Em "Mitos Urbanos e Boatos" vai encontrar desde histórias de infância às mais recentes. "Queria que o livro servisse para desmontar os boatos. Há mitos fantasiosos, que são um bocadinho como as histórias dos lobisomens. Mas outros servem para denegrir alguém, como a história da relação entre o cantor Melão e jogador Calado que foi terrível para as famílias e carreira dos próprios".

1 - Urina de rato nas latas mata

Os humanos têm um novo hábito desde 1998:_limpar as latas de refrigerante antes de beber. Tudo começou com um e-mail assustador:_“mulher bebe directamente de lata e morre”. Causa: a lata tinha urina de rato “tóxica e letal”. Mas calma. Como explica a jornalista Susana André essa tal mulher nunca existiu e a hipótese de isso acontecer é improvável. A urina de rato é perigosa para os humanos e pode causar leptospirose, mas nunca a podemos apanhar ao beber de uma lata. A bactéria que está na urina (leptospira), se for ingerida morre em contacto com o suco gástrico e para se manter “viva” tem de estar dentro de água.

2 - Chineses são imortais ou estão no meu chop-suey?

A história corre por toda a Europa: os chineses não morrem. Ou melhor, não há registo de óbitos de cidadãos chineses. Há até quem acrescente o pormenor: “Eles são desmembrados nas cozinhas dos restaurantes, cozinhados e servidos em chop-suey”. “É fácil comprovar que é tudo mentira. Quando os chineses começam a ficar doentes, regressam à China onde querem morrer. Mesmo quando morrem em Portugal, preferem ser enterrados no seu país. Entre 2000 e 2005, morreram 33, número normal para as comunidades de imigrantes.”

3 - Mamas explosivas

“Isso das mamas de silicone é um perigo. Não se pode andar de avião, se não explodem.” Conversa perfeita para um cabeleireiro, mas não passa de um mito. Existe de facto uma hospedeira cujos implantes explodiram a bordo de um avião, mas não há uma relação de causa-efeito entre silicone e despressurização. Como explicou Victor Garcia, presidente da Sociedade Espanhola de Medicina e Cirurgia Cosmética, “o mais normal é que se tenha tratado de um defeito de fabrico, que tanto se podia ter manifestado num avião como em casa.”

4 - “Ligue para o 112, acabamos de lhe tirar um rim”

A noite está a correr bem e a loira ao balcão não tira os olhos de si. Começam a conversar e acabam num quarto de hotel. Quando acorda está dentro de uma banheira, tem uma cicatriz nas costas e uma mensagem:_“Se queres viver, liga para o 112 e não saias da banheira”. “Os mitos urbanos têm como base preconceitos e os grandes medos da sociedade. Histórias de pessoas que acordam sem órgãos são universais”, diz Susana André. Há várias versões do mito: da mulher sedutora que o droga, à carrinha branca que andava pelas escolas, passando pela casa-de-banho do Kremlin. Parece que a Máfia Russa recrutava rins na discoteca lisboeta. A verdade é que a polícia nunca recebeu uma queixa. Como refere a jornalista, a Organs Watch explica que os traficantes de órgãos escolhem países pobres.

5 - Carlos Paião foi enterrado vivo

Quem nunca ouviu o boato de que Carlos Paião foi encontrado virado no caixão depois de o ter arranhado não deve ter andado em Portugal nos últimos 20 anos. O mito de que o cantor de “Playback” tinha sido enterrado vivo era contado em cafés como um facto. “É uma história chocante e foi com relutância que contactei a viúva de Carlos Paião. Ela explicou-me que o corpo tinha sido autopsiado e que nunca ninguém abriu o caixão”, diz ao i Susana André.

6 - Os ratos gigantes de Mafra

Os ratos têm o tamanho de um coelho, ocupam os quatro andares subterrâneos do Convento de Mafra e são alimentados por dois militares. Ah! E comeram um homem. Este mito é o equivalente aos crocodilos que vivem nos esgotos nova-iorquinos, numa versão menos exótica, sem tartarugas-ninja. A verdade é que é raro o visitante que vá a Mafra e não pergunte pelos ratos. Vamos desmontar o mito por fases: não há quatro andares subterrâneos, apenas um. Existem ratos nos esgotos, mas ainda há pouco tempo a responsável pelo palácio fez uma visita ao local e viu apenas um, como nos conta Susana André. Quanto ao homem devorado por um super-rato, a história tem uma origem verdadeira. O Capitão Álvaro Campeão, da Escola Prática de Infantaria, instalada no convento, conta que um soldado caiu no esgoto e morreu da queda. Como foi encontrado dias depois com sangue e uns ratitos por perto, a dedução lógica foi: os ratos atacaram-no. Mentira.

7 - McMinhoca Deluxe ou Big McMinhoca?

A fórmula secreta dos hambúrgueres do McDonald’s é quase tão falada como a da Coca-Cola. O sabor inalterado e a invasão planetária da cadeia de fast food deve ter enervado algumas pessoas, o que terá originado o mito de que eram feitos de minhocas. A jornalista Susana André esteve na fábrica da empresa, em Toledo, Espanha, e comprovou que não havia minhocas. “Vi a carne de vaca a ser triturada, prensada e a saírem os hambúrgueres.”

8 - Há sida nos telefones?

Ainda há quem tenha muito cuidadinho ao mexer em telefones públicos. Nos idos anos 90, a história de rapariga que se sentou numa cadeira de cinema e picou-se numa agulha com o papel: “Bem-vindo ao mundo real. Agora tens sida” correu o mundo. Seguiram-se as cabines telefónicas. Não vamos sequer responder à pergunta: “Por que raio é que alguém ia fazer isso?” A ciência vem em defesa da verdade: “o HIV é um vírus sensível ao meio externo e sobrevive apenas alguns minutos fora do corpo”.

9 - Ricky Martin no armário

Reza a história que o programa “Sorpresa, Sorpresa” convidou Ricky Martin para surpreender uma fã. Puseram-no no armário da jovem e esconderam as câmaras. Ela chegou a casa e chamou o cão. Mas não era para lhe fazer apenas umas festinhas... O boato dizia que a jovem terá colocado foie gras nas partes íntimas e enquanto o cão a lambia, Ricky Martin via tudo do armário. Ela foi apanhada em flagrante pela produção e semanas depois do escândalo suicidou-se. O boato não se ficou por Espanha mas não passa disso mesmo. O realizador do programa prometeu cinco mil euros a quem lhe apresentasse uma imagem que fosse. Ninguém reclamou o prémio. Ricky Martin também desmentiu a história e disse que nem estava no país na altura.

10 - Tatuagens do He-Man têm LSD

As crianças dos anos 70 e 80 sofreram o mesmo trauma: a dupla vida das tatuagens de colar. Se por um lado eram a forma mais simples de ascender na hierarquia social do recreio, por outro, ter o He-Man colado no braço era um risco para a saúde. Os pais proibiram as tatuagens depois do comunicado do “17º Batalhão da Polícia Militar”. Assunto: “Tatuagens de heróis infantis estão a ser vendidas nas escolas e estão impregnadas em LSD.” Como Susana André descobriu, a existência de um grupo de traficantes interessado em tornar dependentes de uma droga tão cara clientes que “só têm orçamento para o vício dos chupa-chupas” nunca existiu. O boato regressou em 2002 e a polícia esclareceu que o tal batalhão militar nunca existiu e que não há registo de casos com essas tatuagens em Portugal nem no resto da Europa. Adultos frustrados, corram para os quiosques!

Fonte: I-Online

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fui afectado pela 10. (Damn you mother!!!!!!!!!!)

E em tempos acreditei na 1, 2 e 6.

A 6 não acreditei durante muito tempo porque achei um pouco estranho assim que a ouvi. A 2 li uma cena há um par de anos que desmentia esse mito.

Deixei de acreditar na 1 à coisa de 5 minutos atrás.lol2.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites

A 1 logo que ouvi, nem liguei. Passado algum tempo percebi que isso não era perigoso comparado com abelhas na australia a entrar em latas e isto acho que não é mito.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mais outra pessoa que lançou um livro à base de muito copy/paste. Andam todos atrás do dinheiro fácil. :n:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boa, acreditava no da urina de rato, dos órgãos roubados, do Carlos Paião e no Ricky Martin.

Falta esclarecer o da Coca-Cola que derrete a carne e limpa canos, e das radiações cancerígenas dos micro-ondas e dos telemóveis que podem explodir na cara se estivermos a falar com eles a carregar.

Assim de repente não me estou a lembrar de mais.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Essa da Coca-Cola também deve ter corrido mundo...

Já agora... e aquela cena dos mentos metidos numa garrafa de cola/pepsi e a bebida sai toda de gás?...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Essa da Coca-Cola também deve ter corrido mundo...

Já agora... e aquela cena dos mentos metidos numa garrafa de cola/pepsi e a bebida sai toda de gás?...

Isso é verdade, já experimentei.

Parece uma imperial a sair... lol

Share this post


Link to post
Share on other sites

:lol: :lol: Carrada de vezes que ouvi falar da 1ª.

Eu a beber da lata e a falarem-me de urina de rato :blerk: e que podia morrer e o caraças.

Dizia sempre. Se morrer, morri pá.

Agora já posso debate-la cientificamente :-

A casa de banho do Kremlin não tira rins, mas que tem uma trope de palhaços a tentarem-nos vender droga, lá isso é verdade.

Edited by Kopien

Share this post


Link to post
Share on other sites

De todas as que estavam ai, acreditava na de urina de rato, embora achasse que a probabilidade de isso acontecer seria de 0.0000001%. Parece que na realidade a probabilidade é mesmo de 0%.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Destas todas só acreditava no Ricky Martin pq um gajo uma vez me disse que era mesmo verdade e que até tinha visto o video na internet. Já há uma carrada de anos. Ele sempre foi um tangas, mas pronto...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Para quem vê o Mythbusters e volta e meia anda a anhar no youtube nada já e´mito! :)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sofri na pele a 10! lool. Tantas xs os meus pais me avisaram qnd era chavalo :P

Share this post


Link to post
Share on other sites

Aposto que o Mythbusters não desmistifica "coisas" de Portugal, como esse dos ratos de Mafra. :P

Desta lista, conhecia todos menos o das mamas no avião. Já acreditar, só no do Ricky Martin e no do Carlos Paião. E claro, no das tatuagens (thanks, mom!).

Share this post


Link to post
Share on other sites

Um amigo meu esteve internado no hospital com uma porcaria qualquer quem até os médicos estranharam e lá disseram-lhe que podia ser devido à urina de ratos. Também os médicos foram levados em mitos? :-

Edited by SmpareP

Share this post


Link to post
Share on other sites

:facepalm:

Lê melhor o que realmente é o mito homem...tu só existes para o futebol mesmo. :-..

Share this post


Link to post
Share on other sites

Um amigo meu esteve internado no hospital com uma porcaria qualquer quem até os médicos estranharam e lá disseram-lhe que podia ser devido à urina de ratos. Também os médicos foram levados em mitos? :-

Isso é o que eles dizem quando não sabem a causa da doença. :-..

Share this post


Link to post
Share on other sites

:facepalm:

Lê melhor o que realmente é o mito homem...tu só existes para o futebol mesmo. :-..

O médico disse-lhe TAL E QUAL o que diz o mito. A primeira coisa que lhe perguntaram: "Bebe muitas bebidas pela lata?" Acho que tu é que não sabes ler muito bem ;)

Ah, ele não morreu, mas teve lá 3 meses internado, sem no entanto descobrirem o que era...

Edited by SmpareP

Share this post


Link to post
Share on other sites

:facepalm:

Lê melhor o que realmente é o mito homem...tu só existes para o futebol mesmo. :-..

O médico disse-lhe TAL E QUAL o que diz o mito. Acho que tu é que não sabes ler muito bem ;)

Ser devido à urina de rato não significa que tenha sido de uma lata. Queres um desenho? ;)

Pesquisa mais sobre leptospirose e percebes o que é mito e o que não é. Estão a confundir que a doença não existe. Ela de facto existe e é mortal na grande maioria das vezes, ou então envolve um período de recuperação muito extenso, mas apanhar uma comunidade de leptospiras na parte superior da lata é muito improvável. A não ser que o rato tivesse acabado de mijar lá.

Edited by Kinas_

Share this post


Link to post
Share on other sites

:facepalm:

Lê melhor o que realmente é o mito homem...tu só existes para o futebol mesmo. :-..

O médico disse-lhe TAL E QUAL o que diz o mito. Acho que tu é que não sabes ler muito bem ;)

Ser devido à urina de rato não significa que tenha sido de uma lata. Queres um desenho? ;)

Pesquisa mais sobre leptospirose e percebes o que é mito e o que não é. Estão a confundir que a doença não existe. Ela de facto existe e é mortal na grande maioria das vezes mas apanhar uma comunidade de leptospiras na parte superior da lata é muito improvável. A não ser que o rato tivesse acabado de mijar lá.

Lê o meu edit da pergunta que lhe fizeram. Até porque os ratos nao lhe iam mijar pá boca.. :lol:

Share this post


Link to post
Share on other sites

A gora fizeste-me rir a imaginar um rato a mijar para a boca do teu colega. :-..

Oh rapaz, o que quero dizer é que o mito está no facto de ser das latas, coisa que é bastante improvável. É mais provável ser contacto directo com as mãos por exemplo ou feridas. Isto disse-me um médico da UCI do Porto quando o meu tio faleceu deste mesmo mal. Uma semana com sintomas de uma gripe, e duas semanas em coma. Uma filha-da-putice...

Edit : Como é que podes dizer que não sei ler muito bem se não escreves tudo à primeira e fazes edits muito depois?? Ai o crl... :-.. O teu edit da pergunta que os médicos fizeram modifica um pouco o teu primeiro post em que falavas só na urina de rato. É que de facto ela é real e transmite-se pela urina daí o meu primeiro comentário. ;)

Já agora...

A infecção nos seres humanos é frequentemente causada por água, alimentos ou solo contaminados pela urina de animais infectados (bovinos, suínos, eqüinos, cães, roedores e animais selvagens) que são ingeridos ou entram em contato com membranas mucosas ou com fissuras ou rachaduras da pele. A infecção é mais comum em áreas rurais, mas pode ocorrer em áreas urbanas, quando alguns dos animais mencionados entram em contato com alimentos armazenados em depósitos não devidamente isolados.

A transmissão da leptospirose somente ocorre quando há meio aquoso para veicular a bactéria, pois ela não sobrevive a meios secos. Os casos de latas de refrigerante que transmitiram a doença conforme correntes de e-mails é falso portanto, o que não elimina a necessidade de boa lavagem das latas para consumo, pois os coliformes fecais são causadores de intoxicações alimentares que podem levar a morte.

Os casos de animais que contraem a bactéria ocorrem quando os animais ingerem um outro animal infectado com a lesptospira ou em contato com urina ainda líquida. Por exemplo quando ruminantes ingerem pastagem misturada a urina. Já foram documentados presença de leptospira em animais domésticos e silvestres(baratas), portanto não há apenas uma espécie que dissemina a doença. O rato tem importância fundamental, pois mantém contato direto com humanos em grandes centros. Em grandes centros as estimativas de população de ratos chegam a um ponto de que há pelo menos um rato vivo a uma distância de 3 metros de qualquer ponto que estejamos, seja escondidos em tocas ou no subterrâneo em poços de esgoto e afins.

Não há registros de transmissão da doença de uma pessoa para outra.

Nunca encontrei nas minhas pesquisas nem ouvi em conferências de microbiologia ou bacteriologia falarem, como diz o I, acerca do suco gástrico eliminar as leptospiras. Pode ser verdade mas ao ocorrer ingestão, algumas leptospiras seriam absorvidas e logo levadas para a corrente sanguínea antes de chegarem ao estômago por isso...chapéu.

Edited by Kinas_

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.