Jump to content
Sign in to follow this  
Vasco G

Cabem Todos Os Livros Na Internet?

Recommended Posts

Cabem todos os livros na Internet?

Não é capaz de abrir mão dos velhos livros em papel? Então, este artigo não é para si. Mas saiba que dentro da União Europeia já se trilham novos caminhos: 4,6 milhões de livros, filmes e músicas estão já disponíveis na Internet, numa biblioteca multimédia onde participam os 27 estados-membros. Chama-se 'Europeana'.

O projecto foi lançado pela Comissão Europeia em 2008, com dois objectivos bem definidos: preservar o património cultural do 'Velho Continente' para as gerações futuras e dá-lo a conhecer, pela Internet, aos seus 375 milhões de cidadãos.

Por isso, foram lançados online arquivos e colecções inteiras de museus e bibliotecas espalhados pela Europa: desde livros, até fotografias, jornais, sons e vídeos, tudo está agregado na 'Europeana'.

De acordo com os últimos dados da União Europeia, o contributo de Portugal para a biblioteca foi modesto: entre os 27 estados-membros, Portugal ocupa o 17.º lugar no ranking das maiores contribuições. Ainda assim, pode ser encontrada online uma edição integral d’Os Lusíadas', de Luís Vaz de Camões, datada de 1572.

Embora consensual entre os Governos europeus, o projecto não está isento de polémica. Até agora, apenas foram disponibilizadas obras e conteúdos que, já antes de serem colocadas online, estavam acessíveis a qualquer cidadão e desprotegidas de quaisquer direitos de autor.

Financiado exclusivamente por fundos públicos, o projecto não prevê para já que sejam pagos direitos de autor para que, por exemplo, sejam lançadas online obras mais recentes, cujos autores estão ainda vivos.

Problemática é também a legislação no que diz respeito aos direitos de autor, que varia de país para país e que pode dar origem a contradições internas. Por exemplo: em França, um agregador de conteúdos teve de retirar um grupo de fotografias publicadas na 'Europeana', porque apenas tinha direito a publicá-las em território francês.

Para tentar resolver o dilema entre o acesso aos conteúdos culturais e os direitos de autor, a Comissão Europeia lançou em Agosto um processo de consulta pública, durante o qual foram ouvidas bibliotecas, detentores de direitos de autor, empresas de tecnologia de informação e organizações de consumidores.

O prazo para a consulta termina hoje, estando já um grupo de trabalho da Comissão Europeia a estudar como alargar o número de conteúdos presentes dentro da biblioteca online.

In SAPO

Ora aqui está uma boa ideia, claro que agora vêm os tradicionais problemas borucraticos e tal, direitos de autor blá, blá, blá mas no essencial é uma excelente iniciativa.

Agora os Tugas podiam estar um bocadinho mais representados, bolas afinal somos dos países mais antigos e com maior história da Europa!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Agora os Tugas podiam estar um bocadinho mais representados, bolas afinal somos dos países mais antigos e com maior história da Europa!

Ora aí está o grande problema e trabalho... Porque não é qualquer um que pode pegar nos livros antigos e jornais, etc... As normais burocracias de uma biblioteca para quem já tentou reservar um livro velhinho.

Cumpz

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.