Jump to content
Vasco G

Estadio Municipal De Aveiro Em Risco De Ir Abaixo

Recommended Posts

O Estádio Municipal de Aveiro poderá ser a batata quente da Câmara Municipal da cidade durante o novo mandato autárquico. Construído para o Euro 2004, o Estádio é hoje um “elefante branco” e uma fonte de prejuízos.

O problema chegou ao debate público pelo presidente do PSD de Aveiro, Ulisses Pereira, que ponderou a hipótese de implosão do equipamento, entre outras soluções.

O Estádio, propriedade da EMA – Empresa Municipal, é a casa do Beira-Mar que não tem conseguido dar o retorno financeiro necessário para a sua sustentabilidade. Resultado: uma dívida mensal que ronda os 50 mil euros. “Quem paga esta dívida são os munícipes de Aveiro, com os seus impostos”, disse Ulisses Pereira ao SAPO Desporto, sublinhando que “cerca de 10 mil euros são para o relvado”.

Obra de Tomás Taveira, o Estádio Municipal de Aveiro foi concebido apenas para o futebol. O que constituí “erro de concepção”, segundo Ulisses Pereira. A solução mais pragmática para o equipamento pode passar por atrair privados que tenham interesses em realizar grandes eventos no estádio ou investir no sector comercial, acredita o dirigente, defendendo, contudo, que esta solução não iria acabar com os prejuízos arcados pela Câmara.

A implosão do Estádio continua em cima da mesa, antes que a sua “implosão natural aconteça”, lamenta Ulisses Pereira. Os sinais de degradação são visíveis um pouco por todos os cantos do Estádio Municipal. “O próprio tipo de material usado no estádio não é adequado à nossa localização geográfica”, aponta o responsável. A ajuda do poder político central é outra das hipóteses levantadas pelo líder distrital do PSD.

Câmara Municipal não comenta

A Câmara Municipal de Aveiro não quer comentar o assunto. Segundo declarações oficiais dadas pelo assessor da Câmara ao Sapo Desporto, têm sido desenvolvidas soluções para o estádio, “embora ainda não se tenha chegado a nenhum entendimento concreto”, adiantou João Oliveira.

“O presidente da Câmara já contactou o arquitecto para conhecer as hipóteses de adaptações para o estádio”, afirmou o assessor de comunicação, acrescentando que Hélio Maia, presidente da Câmara eleito para um segundo mandato, “não quer comentar nenhuma intervenção feita sobre o assunto”. De acordo com Ulisses Pereira, estão previstas obras na zona envolvente do estádio.

Adeptos e cidadãos divergem quanto futuro do estádio

Os munícipes de Aveiro consideram infeliz a expressão “implosão”, proferida pelo presidente do PSD local. Os adeptos e sócios do Beira-Mar, que passeavam nas imediações do Estádio Municipal de Aveiro para assistir ao jogo entre a equipa local e o Portimonense, em jogo para a Taça da Liga, realizado na última quarta às 16 horas, mostravam-se particularmente interessados e ao mesmo tempo preocupados com o futuro do estádio, que é já considerado o “elefante branco” da cidade.

As opiniões divergem entre os munícipes. Por um lado, alguns acreditam que a demolição do Estádio possa vir a ser uma boa solução para acabar de vez com as despesas de manutenção da infra-estrutura. Por outro lado, nem todos vêem com bons olhos essa solução. Estes acreditam que existem outras opções de rentabilizar todo o espaço criado à volta do Estádio Municipal de Aveiro. Aglomerar piscinas, hotéis, centros comerciais, arenas ou até mesmo transformá-lo num pavilhão multiusos para receber espectáculos de música ou teatro seria uma forma de convidar e aproximar Aveiro à zona industrial da cidade, zona onde está implantado o Estádio.

A localização é apontada como um dos factores de “divórcio” entre os aveirenses e o Estádio. Os cidadãos recordam, saudosos, os jogos desenrolados no antigo Estádio Mário Duarte, situado no coração de Aveiro.

Além de “deslocado”, há quem acuse de "falta de aveirismo” entre os habitantes da "Veneza portuguesa". «A cidade não adere muito ao Beira-Mar. Se quer um clube pujante e com significado, que represente a cidade e o distrito, penso que a massa associativa deve ter um cuidado maior do que aquele que tem actualmente», desabafou um adepto apaixonado do Beira-Mar.

E agora pergunto eu, não será isto uma falta de planeamento muito grande? Construiram-se estádios que agora estão ao "abandono", Aveiro, Algarve, Leiria, será que ninguém pensou no pós-europeu? Somos um páis riquissimo para andar a atirar assim dinheiro à rua...

Edited by vasco gon

Share this post


Link to post
Share on other sites

Uns querem o estádio deitado abaixo, uns querem o estádio modificado para ter outras valencias, algo mais pequeno mas mais funcional e mais adaptado a várias modalidades desportivas e não só! Eu voto nesta ultima solução :y:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mais um caso da passada maior do que a perna, o próximo é a linha de TGV entre Lisboa e Porto...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Um estádio preparado apenas para Futebol num distrito em que a sua equipa principal desce de divisão no ano seguinte à sua construção, não era de esperar outra coisa. Julgo que do Algarve ainda vai acolhendo actividades extra-futebol e acho que é o caminho a seguir pelo de Aveiro e pelo de Leiria.

A verdade é que vários distritos na altura do Euro bateram com o pé pois queriam jogos no seu distrito mas agora... Culpa do Governo que provavelmente cedeu ao que parecia ser o mais justo mas que agora é nitidamente inviável.

Edited by Kinas_

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pois, o problema é que ninguém quer saber de Aveiro para nada.. Sem ofensa para os Aveirenses, até porque já lá vivi durante 2 meses.

Share this post


Link to post
Share on other sites

De facto, o estádio do Algarve sempre vai tendo provas do WRC e outras actividades extra-futebol, até porque está incluido num parque desportivo, o que ajuda. O estádio do Leiria sempre tem pista de atletismo, acolhendo provas internacionais... o estádio do Aveiro acaba por estar exclusivamente ligado a uma equipa de futebol que esta na 2ª divisão! E realmente, houve tanta pressão, tanta pressão para ter jogos do Euro2004 e agora vê-se!

Share this post


Link to post
Share on other sites

O principal problema é a manutenção daquilo.

Até dá dó passar pelo estádio e vê-lo, por exemplo, com as cores já todas gastas pelo Sol.

Mas a culpa, também, é de quem o projectou e de quem o aprovou...

Share this post


Link to post
Share on other sites

A quantidade de obras que são feitas no nosso país para nada, já para nao falar naquelas que nunca chegam sequer a ser acabadas ou são mas nunca são inauguradas e ficam entregues aos bichos... enfim, depois há crise, não há dinheiro para salários, nem para saúde nem para educação...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Estar a comparar o estádio do Algarve para o de Aveiro é completamente irreal, só em termos de turismo e acessos o Algarve bate aos largos pontos o de Aveiro.

Essa dos materiais usados é que me partiu todo...lol

E que outros eventos pode o estádio ter? As corridas estão todas a ir lá para baixo, concertos só em Lisboa e Porto, salvo grandes excepções.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Estar a comparar o estádio do Algarve para o de Aveiro é completamente irreal, só em termos de turismo e acessos o Algarve bate aos largos pontos o de Aveiro.

Essa dos materiais usados é que me partiu todo...lol

E que outros eventos pode o estádio ter? As corridas estão todas a ir lá para baixo, concertos só em Lisboa e Porto, salvo grandes excepções.

U2

Share this post


Link to post
Share on other sites

se for verdade a historia dos 50 mil por mês, não estou a ver que tipo de actividades desencantem para aquilo pelo menos não dar prejuízo.

Edited by Retrac

Share this post


Link to post
Share on other sites
A localização é apontada como um dos factores de “divórcio” entre os aveirenses e o Estádio. Os cidadãos recordam, saudosos, os jogos desenrolados no antigo Estádio Mário Duarte, situado no coração de Aveiro.

Ora aqui está um grande problema, que também aconteceria em Setúbal, se avançassem para a construção do novo estádio. Como sabem, o actual estádio do Bonfim fica no centro da cidade, enquanto o projectado novo estádio fica no complexo de Vale da Rosa, às portas da cidade. Esse projecto até nem é mau de todo, pois prevê um complexo desportivo para várias actividades, centro comercial, habitações em redor, etc... e é um estádio espartano, para utilizar as palavras do anterior presidente, com capacidade para 12000 pessoas.

Actualmente, o Bonfim não está a dar prejuízo (dá despesas, claro, mas o Vitória suporta-as), está situado no centro, e tem assistências médias de 4000 a 5000 pessoas. Se mudar de sitio, provavelmente acontecerá o mesmo que em Leiria e Aveiro, com assistências ridículas. Já assim foi com a famosa Feira de Santiago (o pessoal aqui do distrito deve conhecer), que se realiza entre finais de Julho e inicio de Agosto. Até há 4 ou 5 anos atrás, era feita no centro da cidade, em plena Avenida Luísa Todi. Depois, vieram os comunistas para a câmara e deslocaram a feira para uma área periférica da cidade, e foi ver a afluência a baixar de ano para ano, de tal forma que os feirantes se queixam que as vendas que fazem, mal dão para cobrir o valor do espaço que alugam.

Share this post


Link to post
Share on other sites

De facto, o estádio do Algarve sempre vai tendo provas do WRC e outras actividades extra-futebol, até porque está incluido num parque desportivo, o que ajuda. O estádio do Leiria sempre tem pista de atletismo, acolhendo provas internacionais... o estádio do Aveiro acaba por estar exclusivamente ligado a uma equipa de futebol que esta na 2ª divisão! E realmente, houve tanta pressão, tanta pressão para ter jogos do Euro2004 e agora vê-se!

Pode ser que pro ano subam, plo menos contra o slb o estadio fica cheio

Share this post


Link to post
Share on other sites

claro, o SLB tem a particularidade de contribuir para o desenvolvimento de cidades e tudo...

Olha, ponham o SLB a jogar em África. Pode ser que assim, acabem com a fome lá...

Share this post


Link to post
Share on other sites

claro, o SLB tem a particularidade de contribuir para o desenvolvimento de cidades e tudo...

Olha, ponham o SLB a jogar em África. Pode ser que assim, acabem com a fome lá...

Sera possivel que voces sejam tao ceguinhos?

No offense mas quem acredita nessas estorias....enfim.

Share this post


Link to post
Share on other sites

claro, o SLB tem a particularidade de contribuir para o desenvolvimento de cidades e tudo...

Olha, ponham o SLB a jogar em África. Pode ser que assim, acabem com a fome lá...

Sera possivel que voces sejam tao ceguinhos?

No offense mas quem acredita nessas estorias....enfim.

:lol:

Ele estava a ser irónico.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nem sei se hei-de rir ou chorar...

Por acaso nao me estava so a referir ao teu post, mas tambem ao que esta em cima e abaixo.

Voces glorificam o clube como se ele vos desse grandes beneficios...mas devem ser os unicos que conseguem ver tal coisa. Essa da guerra colonial, que grande estupidez. Mesmo que seja verdade, so mostra a idiotice de um povo. Alias, conheco malta que andou por la e nunca ouvi tal coisa. No meio de tanta morte quem 'e que queria saber?

E essa de "ah e tal, o Benfica quando joga contra outras equipas da dinheiro porque enche o estadio etc"- Isso vai durar quanto tempo? que me lembre, nem sempre foi assim, alguem se lembra dos ultimos anos em que so apareciam meia duzia de gajos com lencos brancos para assobiar a equipa?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nem sei se hei-de rir ou chorar...

Voces glorificam o clube como se ele vos desse grandes beneficios...mas devem ser os unicos que conseguem ver tal coisa.

:lol:

Está-se mesmo a ver que o Camurso, antes de cada refeição, agradece a Deus pela comida e aproveita o momento para glorificar um bocadinho o Benfica.

Guerra colonial? O que é vocês andam a fumar?

Excerto da entrevista da Visão a António Lobo Antunes:

V: Ainda sonha com a guerra?

ALA: (...) Apesar de tudo, penso que guardávamos uma parte sã que nos permitia continuar a funcionar. Os que não conseguiam são aqueles que, agora, aparecem nas consultas. Ao mesmo tempo havia coisas extraordinárias. Quando o Benfica jogava, punhamos os altifalantes virados para a mata e, assim, não havia ataques.

V: Parava a guerra?

ALA: Parava a guerra. Até o MPLA era do Benfica. Era uma sensação ainda mais estranha porque não faz sentido estarmos zangados com pessoas que são do mesmo clube que nós. O Benfica foi, de facto, o melhor protector da guerra. E nada disto acontecia com os jogos do Porto e do Sporting, coisa que aborrecia o capitão e alguns alferes mais bem nascidos. Eu até percebo que se dispare contra um sócio do Porto, mas agora contra um do Benfica?

V: Não vou pôr isso na entrevista...

ALA: Pode pôr. Pode pôr. Faz algum sentido dar um tiro num sócio do Benfica?”

:-..

Edited by P4rthen0n

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mas porque será que todos os topicos sobre futebol acabam por ir dar ao Benfica? 14.gif

Regressando ao tópico e indo buscar o reply do Jokemen em que fala do projecto do novo estádio do Vitória ainda hoje o projecto de novo estádio do Everton foi chumbado pela Câmara de Liverpool sob o pretexto que ia degradar o nivel de vida dos habitantes da zona :facepalm: que raio de argumento mais parvo dumb.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.