Jump to content

Guest, vota na tua preferida.

https://www.fastnewsforum.net/topic/73156-sophie-mudd-vs-xenia-tchoumi/

Zeze_Camarinha Zeze_Camarinha
Sign in to follow this  
EsCk

"perplex"

Recommended Posts

"Perplex" é o meu projecto final de Mestrado em Animação por Computador. Fruto do trabalho de 1 ano e foi apresentado ontem na Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa. Toda a produção foi feita por mim, excepto a banda-sonora e o sound design.

É uma metáfora conceptual à sociedade moderna, através de uma personagem principal, que é a que dá o nome ao trabalho.

Comentem! E espero que gostem ;)

Share this post


Link to post
Share on other sites

eu tive la ontem esck e curti desse principalmente da parte da camera tipo first person lol embora tenha gostado mais dos outros principalmente do da gaivota e o do joao bastao(brutal este lool)

Edited by SOULFLY

Share this post


Link to post
Share on other sites

esta muito bom, modelaçao, texturização, animaçao (nice rig)

Share this post


Link to post
Share on other sites
eu tive la ontem esck e curti desse principalmente da parte da camera tipo first person lol embora tenha gostado mais dos outros principalmente do da gaivota e o do joao bastao(brutal este lool)

Então sabes quem sou e eu não sei quem és :(

Gostaste do meu discurso? lol.

Esse do João bastão está genial. Moral 5 estrelas, simples e eficaz. Até me admira não teres falado da animação que eles deixaram para último (supostamente a melhor).

A do escritório... Que achaste, já agora?

Fizeste a cabeça do son goku em super guerreiro.. eheh

Lol, já não és a primeira pessoa a dizer-me isso. Sinceramente, a inspiração da personagem não tem nada a ver com Dragon Ball.

esta muito bom, modelaçao, texturização, animaçao (nice rig)

O rig foi o que demorou mais.. Tem ali uns IK handles, feitos como se fosse para um cotovelo humano. Só que tem a particularidade de conseguir dobrar para os dois lados, coisa que não resultou assim tão bem. De vez em quando, notam-se ali uns saltos na geometria, mas pronto.. safa-se.

Share this post


Link to post
Share on other sites
eu tive la ontem esck e curti desse principalmente da parte da camera tipo first person lol embora tenha gostado mais dos outros principalmente do da gaivota e o do joao bastao(brutal este lool)

Então sabes quem sou e eu não sei quem és :(

Gostaste do meu discurso? lol.

Esse do João bastão está genial. Moral 5 estrelas, simples e eficaz. Até me admira não teres falado da animação que eles deixaram para último (supostamente a melhor).

A do escritório... Que achaste, já agora?

Fizeste a cabeça do son goku em super guerreiro.. eheh

Lol, já não és a primeira pessoa a dizer-me isso. Sinceramente, a inspiração da personagem não tem nada a ver com Dragon Ball.

esta muito bom, modelaçao, texturização, animaçao (nice rig)

O rig foi o que demorou mais.. Tem ali uns IK handles, feitos como se fosse para um cotovelo humano. Só que tem a particularidade de conseguir dobrar para os dois lados, coisa que não resultou assim tão bem. De vez em quando, notam-se ali uns saltos na geometria, mas pronto.. safa-se.

n sei quem ehs pq foi muita gente e n me lembro lool so me lembro daquele man que foi la disse o nome do projecto e bazou logo lol. o do escritorio tb tava de rir, fiquei na duvida se o que ele tava a jogar era fm ou era fifa lool as vozes tavam de rir.

se viste la um gajo mal vestido e com um cabelo volumoso era eu lol

Edited by SOULFLY

Share this post


Link to post
Share on other sites
n sei quem ehs pq foi muita gente e n me lembro lool so me lembro daquele man que foi la disse o nome do projecto e bazou logo lol. o do escritorio tb tava de rir, fiquei na duvida se o que ele tava a jogar era fm ou era fifa lool as vozes tavam de rir.

se viste la um gajo mal vestido e com um cabelo volumoso era eu lol

Epá, estavam mais de 500 pessoas lá.. Nem sequer consegui chegar aos comes e bebes, fdx. Esse gajo é o tipo da Super Bock, lol.. O Pedro, que foi o autor do "João Bastão".

O jogo era mesmo FM. O gajo é colado no jogo lol.

é bem EsCk, de vez em qdo consegues fazer algumas coisas de jeito para além do lol's. :-..

B)

Obrigado :D

Não percebi a história... :(

TOOOOOOOOOOOODAAAA gente percebeu a história! :-.. Não me venhas com tretas.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Estou a falar a sério... Ora deixa ver outra vez, com mais atenção...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Parabéns Rodrigo! Epá eu não pude mesmo ir na sexta mas vi o que escreveste no msn. Epá desejo-te mesmo mt boa sorte e que consigas o que queres. ;)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mais que uma metáfora, este filme pareceu-me conceptual. O problema dos filmes conceptuais é que, se o conceito não for explicito, ele pode ser mal interpretado, aberto à interpretação individual. Mas só o autor pode validar a intenção.

Para mim, este é um filme sobre a concepção cultural; ou a visão do outro. Como queiram.

A história tem uma simplicidade que esconde aspectos complexos.

Temos, por um lado, numa civilização uniforme, a pressão do grupo ou pares. Por outro, o indivíduo, fisicamente único e logo diferente, que tenta, sem resultados, a assimilação de traços que lhe são alheios de mudar. E num primeiro contacto, apenas o ser mais pequeno (estendo o sentido para mais jovem) mostra uma excitação pelo novo e o desconhecido. A civilização cerca o recém elemento e intimida-o, banindo-o. A resposta é um rodopio, um voo extraordinário que deixa a sua marca por toda a parte; bom, talvez excepto nos seres cúbicos, os que, por vontade, permanecem cúbicos e cinzentos. Assim é o mundo e as trocas interculturais. Alienamos os diferentes e olhamos perplexos e impotentes aquilo que os outros nos legam, mesmo quando já cá não estão: as marcas linguísticas, os costumes, os genes assimilados. Veja-se, em Portugal a presença árabe, pré-reinado: ficou na língua o almofariz, o arroz, o damasco; as lendas e o folclore mouro; os genes moçárabes. E no entanto, tentamos destruir tudo o que nos lembrasse desses ateus, adoradores de falsos deuses, corrompedores da religião cristã.

Pode ser uma "metáfora conceptual à sociedade moderna". Mas também pode ser um eufemismo ao choque cultural ou uma parábola à globalização, termos que prefiro.

EsCk: na animação eu gostei especialmente da forma como o "rosto" do ser único é animado para parecer sorrir. É querida. Parabéns pelo todo.

Edited by Lara_CroftPT

Share this post


Link to post
Share on other sites
Mais que uma metáfora, este filme pareceu-me conceptual. O problema dos filmes conceptuais é que, se o conceito não for explicito, ele pode ser mal interpretado, aberto à interpretação individual. Mas só o autor pode validar a intenção.

Para mim, este é um filme sobre a concepção cultural; ou a visão do outro. Como queiram.

A história tem uma simplicidade que esconde aspectos complexos.

Temos, por um lado, numa civilização uniforme, a pressão do grupo ou pares. Por outro, o indivíduo, fisicamente único e logo diferente, que tenta, sem resultados, a assimilação de traços que lhe são alheios de mudar. E num primeiro contacto, apenas o ser mais pequeno (estendo o sentido para mais jovem) mostra uma excitação pelo novo e o desconhecido. A civilização cerca o recém elemento e intimida-o, banindo-o. A resposta é um rodopio, um voo extraordinário que deixa a sua marca por toda a parte; bom, talvez excepto nos seres cúbicos, os que, por vontade, permanecem cúbicos e cinzentos. Assim é o mundo e as trocas interculturais. Alienamos os diferentes e olhamos perplexos e impotentes aquilo que os outros nos legam, mesmo quando já cá não estão: as marcas linguísticas, os costumes, os genes assimilados. Veja-se, em Portugal a presença árabe, pré-reinado: ficou na língua o almofariz, o arroz, o damasco; as lendas e o folclore mouro; os genes moçárabes. E no entanto, tentamos destruir tudo o que nos lembrasse desses ateus, adoradores de falsos deuses, corrompedores da religião cristã.

Pode ser uma "metáfora conceptual à sociedade moderna". Mas também pode ser um eufemismo ao choque cultural ou uma parábola à globalização, termos que prefiro.

EsCk: na animação eu gostei especialmente da forma como o "rosto" do ser único é animado para parecer sorrir. É querida. Parabéns pelo todo.

:girlpower:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eh pá, não gostei. Demasiado amador, parece ser feito no Movie Maker com texturas do Paint. :-..

Share this post


Link to post
Share on other sites
Eh pá, não gostei. Demasiado amador, parece ser feito no Movie Maker com texturas do Paint. :-..

Cala-te pá! Fraco do caneco que num sábado à noite fica em casa vem agora para aqui criticar os outros!

Share this post


Link to post
Share on other sites
E quem te diz que não estava melhor acompanhado?

Pronto, lá foi este à procura outra x de peta zetas...

Share this post


Link to post
Share on other sites
E quem te diz que não estava melhor acompanhado?

Pronto, lá foi este à procura outra x de peta zetas...

Epah....LOOOL

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.