Jump to content

Sporting Clube de Portugal


EdgeHead
 Share

Recommended Posts

Também já sabem, falem aqui de jogadores, treinadores, arbitragens... :-..

________________________________________

Que balanço se pode fazer do comando técnico de Paulo Bento no Sporting ao longo dos últimos três anos e meio?

Muito Bom [ 5 ] ** [14.29%]

Bom [ 18 ] ** [51.43%]

Razoável [ 10 ] ** [28.57%]

Mau [ 0 ] ** [0.00%]

Muito Mau [ 2 ] ** [5.71%]

Deveria Derlei fazer mais uma época?

Sim [ 14 ] ** [60.87%]

Não [ 9 ] ** [39.13%]

Deveria o Sporting vender Miguel Veloso?

Por mim, ia até por 0 [ 5 ] ** [20.83%]

Entre 10 e 20 [ 7 ] ** [29.17%]

Só se derem mais que 20 [ 3 ] ** [12.50%]

Não o vendam!!! [ 5 ] ** [20.83%]

Entre 0 e 10M [ 4 ] ** [16.67%]

Quem daria o melhor presidente do Sporting?

Pedro Pinto Souto [ 1 ] ** [8.33%]

Carlos Barbosa da Cruz [ 0 ] ** [0.00%]

Paulo Pereira Cristovão [ 7 ] ** [58.33%]

Outro (diz qual) [ 4 ] ** [33.33%]

Quem foi o melhor jogador da Época 08/09?

Liedson [ 24 ] ** [68.57%]

João Moutinho [ 3 ] ** [8.57%]

Izmailov [ 0 ] ** [0.00%]

Derlei [ 2 ] ** [5.71%]

Polga [ 0 ] ** [0.00%]

Rui Patricio [ 2 ] ** [5.71%]

Vukcevik [ 1 ] ** [2.86%]

Outro (Qual?) [ 3 ] ** [8.57%]

Link to comment
Share on other sites

Muito boa ideia Edge ;)

Para começar, um pouco de história:

O futebol foi introduzido em Portugal pelos irmãos Pinto Basto quando regressaram dos seus estudos em Inglaterra, lançando a modalidade junto da aristocracia da época. Reza a história que o primeiro jogo foi realizado em Cascais em Outubro de 1888, e daí para a frente a moda alastrou por todo o País.

Em Lisboa a aristocracia tinha o Clube Lisbonense, jogavam em Cascais no Verão, em Belas e Sintra em Setembro, e na Capital no resto do ano, mas não deixavam jogar os mais novos.

Foi assim que em 1902 os irmãos Gavazzo resolveram fundar o Sport Clube de Belas cuja existência foi curta, realizando apenas um jogo que ganhou por 3-0 a uma equipa de Sintra, mas que teve a honra da presença do Rei e consequentemente destaque na imprensa da época, relatando que ao evento assistiram mais de quatro mil pessoas, cheias de animação e de interesse e qualificando o Belas como um grupo de jovens de boas famílias.

Com o fim do Verão e o regresso a Lisboa de quase todos os participantes no jogo de 26 de Agosto de 1902, o Belas morreu, mas dois anos depois a ideia foi reactivada numa tertúlia na Pastelaria Bijou, e como quase todos residiam na zona do Campo Grande, decidiram refazer o clube agora com o nome de Campo Grande Football Club.

Durante dois anos este Clube desenvolveu intensa actividade não apenas desportiva com as modalidades de Futebol, Ténis e Corridas e Saltos, mas principalmente bailes e festas, o que motivou a cisão, pois havia um grupo que defendia que deveriam apenas dedicar-se ao desporto.

Em 13 de Abril de 1906 numa agitada Assembleia-geral, José Gavazzo demite-se seguido de dezassete dissidentes, entre os quais José Alvalade que prometia: “Vou ter com o meu avô e ele me dará dinheiro para fazer outro Clube”.

Dito e feito, a 15 de Abril os dissidentes juntam-se pela primeira vez para fundar o novo Clube cuja primeira sede funcionou provisoriamente na Mansão dos Alvalade.

A 8 de Maio reúne-se a primeira Assembleia Geral onde o Visconde de Alvalade é eleito Presidente. No entanto é o seu neto e Vice-Presidente, o real impulsionador destes primeiros anos do Sporting Clube de Portugal. É nessa Assembleia Geral que são estabelecidas as primeiras normas clubísticas, atribuídos privilégios aos dez sócios fundadores a saber: José Roquette (José Alvalade), José Maria Gavazzo, Afonso Botelho, Eduardo Quintela de Mendonça, Fernando Barbosa, Frederico Seguro Ferreira, João Scarlett, José Stromp, Henrique Leite Júnior e Alfredo Holtreman (Visconde de Alvalade), e formulado o histórico voto “Queremos um Clube tão grande como os maiores da Europa”. Nessa altura a sede é transferida para o 2º andar do Palácio dos Cunhas, na Alameda das Linhas de Torres.

Inicialmente o Clube era para se chamar Campo Grande Sporting Clube, mas na Assembleia Geral de 1 de Julho 1906, por sugestão de António Félix da Costa Júnior tomou o nome de Sporting Clube de Portugal.

O Ténis seria a modalidade prioritária, mas a popularidade do futebol depressa mudou essa intenção, e no ano do arranque para além dessas duas modalidades, praticava-se também Ciclismo, Cricket e Tracção à Corda.

O primeiro equipamento era todo branco, "herdado" do Campo Grande FC, mas a partir de 1908 adoptou-se o verde e branco bipartido, estreado a 25 de Outubro num jogo contra o Benfica, no qual o Sporting saiu derrotado por 0-2, a primeira derrota sofrida frente aos rivais. As camisas bipartidas eram fabricadas em Inglaterra e daí expedidas para Lisboa. Os calções foram brancos até 1915, ano em que se adoptaram os actuais calções pretos, por sugestão de Raul Barros, um dos jogadores da equipa de futebol.

Em 1907 é criado o primeiro emblema com base no Leão rompante do brasão da família de D. Fernando Castelo Branco e surge a primeira bandeira verde com as iniciais do Clube a branco e o referido Leão. D. Fernando aceitara "emprestar" o seu leão ao Sporting, sob condição que não se usasse também a cor do fundo do brasão, que era o azul, optou-se então pelo verde por ser a cor da esperança.

A 3 de Fevereiro de 1907 realiza-se o primeiro jogo de futebol em Alcântara, que termina com uma derrota com o Cruz Negra por 5-1, com golo de D. João de Vila Franca. Na segunda mão o Sporting ganhou por 3-1 e no desempate nova vitória agora por 2-0. Infelizmente o troféu, uma peça de arte, perdeu-se, pelo que oficialmente o primeiro troféu foi conquistado contra o Estefânia ainda no mesmo ano.

Link to comment
Share on other sites

Pedro Silva: «Peço desculpa a toda a gente»

"Isto nunca me aconteceu". Foi desta forma, consciente e racional, que Pedro Silva começou por lembrar a forma como reagiu à decisão de Lucílio Baptista assinalar um penálti, "que não existiu". Em exclusivo a Record, no dia em que o seu filho, Pedro Henrique, completou 4 anos, o lateral-direito confessa-se arrependido por algumas ações, determinadas palavras, e assume um pedido de desculpa.

"Aquilo que aconteceu prejudicou-me, essencialmente, a mim. Mas sei que não fui correto e tenho de pedir desculpa a toda a gente: colegas, treinadores, ao clube, adeptos e... a Lucílio Baptista. Disse-lhe coisas que não se devem dizer. Errar é humano, eu sei, mas aquele erro tirou-nos um título. Também sei que a atitude com a medalha não é digna de um profissional, mas estava indignado", explicou.

O lateral lembra que nunca viveu nada semelhante na carreira, agradece o apoio do plantel e conta-nos que até a família ficou zangada com ele. "A minha mãe e a minha mulher não gostaram daquilo que eu fiz, foi o pior momento da minha carreira. Mas estava muito exaltado, pois sabia que não fiz penálti. Porém, quero que todos entendam que esta não é a minha imagem, foi a primeira e a última vez que aconteceu. Agradeço também o apoio dos meus colegas, treinador e todos no clube. Sei que também prejudiquei o Sporting ", assume.

Pedro Silva colocou época em risco

A época poderia ter terminado para Pedro Silva, caso Lucílio Baptista tivesse inscrito no seu relatório que o lateral brasileiro o tentara agredir após a exibição do segundo cartão amarelo e subsequente vermelho. Não o terá feito e, por esse motivo, não será abrangido pelo artigo 115.º do Regulamento Disciplinar da Liga de Clubes, que, no 1.º ponto, define o seguinte: "São punidos nos termos das alíneas seguintes as agressões praticadas contra: equipa de arbitragem B) Agressão em outros casos:suspensão de 6 meses a 4 anos e multa de 2.500 a 12.500 euros".

Esta é a pena aplicada, sempre que na sequência da agressão não decorrem "consequências físicas ou circunstâncias reveladoras de indignidade para a prática desportiva". Apesar de ter dado a entender que não falou em agressão no seu relatório, o juiz de Setúbal não revelou o que escreveu sobre Pedro Silva no documento. Mas, por palavras a pena será sempre mais leve.

Link to comment
Share on other sites

Vá lá, Pedro Silva acabou por ter juízo e ter uma atitude de profissional. E num campo estritamente pessoal até pode agradecer a Lucílio Baptista por este não ter escrito nada no relatório. Caso contrário, ia ver uns jogos na bancada.

Um árbitro errar é mau, e esse erro ter influência no resultado, pior ainda, mas não se pode ter atitudes como aquelas que Pedro Silva teve.

Link to comment
Share on other sites

Adiciono aos excelentes links do Parthenon a Associação de Adeptos Sportinguistas:

http://www.aasporting.com/"</a&gt'>Associação de Adeptos Sportinguistas (AAS)

Vá lá, Pedro Silva acabou por ter juízo e ter uma atitude de profissional. E num campo estritamente pessoal até pode agradecer a Lucílio Baptista por este não ter escrito nada no relatório. Caso contrário, ia ver uns jogos na bancada.

Um árbitro errar é mau, e esse erro ter influência no resultado, pior ainda, mas não se pode ter atitudes como aquelas que Pedro Silva teve.

Ter até se pode ter, o que se pode é condenar, e mesmo assim no meu caso, só no dia seguinte. Acho que quem sente é filho de boa gente.

Edited by Kubrick
Link to comment
Share on other sites

O Pedro Silva tem de ser castigado.

É pena porque tinha razão em relação ao lance, compreende-se a frustração, pelo que li, mostrou arrependimento, mas não se pode abrir um precedente... A atitude dele a seguir a receber o cartão e principalmente qd foram atribuídas as medalhas é indesculpável e não pode passar em claro. Não se pode repetir um gesto como aquele no final do jogo, de todas as vezes que um erro de arbitragem influencia o resultado e depois deixar passar porque o jogador diz o óbvio. Que estava com a "cabeça quente" que "sabe que errou", etc.

E obviamente diria o mesmo se tivesse acontecido com alguém do SLB.

Link to comment
Share on other sites

O Pedro Silva tem de ser castigado.

É pena porque tinha razão em relação ao lance, compreende-se a frustração, pelo que li, mostrou arrependimento, mas não se pode abrir um precedente... A atitude dele a seguir a receber o cartão e principalmente qd foram atribuídas as medalhas é indesculpável e não pode passar em claro. Não se pode repetir um gesto como aquele no final do jogo, de todas as vezes que um erro de arbitragem influencia o resultado e depois deixar passar porque o jogador diz o óbvio. Que estava com a "cabeça quente" que "sabe que errou", etc.

E obviamente diria o mesmo se tivesse acontecido com alguém do SLB.

100 % de acordo

Se estava com razão (e tinha muuuuuuuuuuuuita!), perdeu toda a que tinha quando mandou a medalha ao ar!

E agora tem de se aguentar com o que vem aí...

Btw...

Estive hoje a rever o resumo, a imagem do Paulo Bento a mexer as mãos a fazer sinal de gamanço é PRICELESS!!!

Link to comment
Share on other sites

Rogério Alves defende saída da Taça da Liga

O presidente da Assembleia-geral do Sporting considera que a direcção deve «reagir» ao que aconteceu no passado fim-de-semana, onde perderam a final da competição, após o erro grave do árbitro Lucílio Baptista, e que o clube de Alvalade poderá abandonar os órgãos da Liga e a Taça da Liga.

«O Sporting tem de pensar em como reagir em relação à sua permanência nos órgãos da Liga, deve pensar em como reagir à sua permanência na Taça da Liga e deve pensar em como reagir ao ressarcimento dos seus interesses, que foram brutalmente lesados quer do ponto de vista financeiro e pecuniário, quer do ponto de vista moral de uma associação de um clube que luta sempre para vencer, que deveria ter vencido e que não venceu por factores estranhos ao jogo», afirmou Rogério Alves, em declarações à TSF.

O dirigente do Sporting também criticou o facto de Lucílio Baptista não ter pedido desculpa pelo que fez: «Não se consegue entender como é que depois ter errado como errou, de lesar como lesou o Sporting, de lesar como lesou a verdade desportiva, ainda assim resistiu pedir desculpa. Se já era um acto inócuo, mas, ainda assim, educado e pretensamente ético nem isso tivemos.»

Link to comment
Share on other sites

...até pode agradecer a Lucílio Baptista por este não ter escrito nada no relatório...

Falta é saber porque é que o Lucílio não escreveu nada... consciência pesada?... :-

Obviamente. A noite foi tão má que qualquer coisa que a faça cair no esquecimento, melhor para ele...

Pedro Silva deverá apanhar os jogos de suspensão relativos ao segundo amarelo que levou. De 1 a 3 jogos parece-me justo. Pelo menos vendo os sumaríssimos e casos antecedente que já aconteceram...

Link to comment
Share on other sites

...até pode agradecer a Lucílio Baptista por este não ter escrito nada no relatório...

Falta é saber porque é que o Lucílio não escreveu nada... consciência pesada?... :-

;)
Link to comment
Share on other sites

Pedro Silva deverá apanhar os jogos de suspensão relativos ao segundo amarelo que levou. De 1 a 3 jogos parece-me justo.

Confesso que tive pena dele. Sentir na pele uma injustiça do tamanho do mundo [para um desportista, entenda-se] é muito complicado de gerir...

Link to comment
Share on other sites

LOOOOL! O Lucílio não considerou tentativa de agressão aquele encosto que levou do Pedro Silva? Que maricas do crl.

Compreendo porque é que ele teve aquela reacção, mas tem que ser castigado fortemente! Aquela atitude para com o árbitro vai passar impune? Que ridículo!

Link to comment
Share on other sites

Na entrevista à SIC o Lucílio disse que não se tinha apercebido de gravidade na situação do Pedro Silva, logo não a referiu -_-

Ele não foi maricas EsCk, pelo contrário, até foi muito forte para não notar gravidade (apesar de ter recuado um passo) :lol:

Link to comment
Share on other sites

O Sporting vai deixar a direção da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP).

A decisão já foi confirmada pelo presidente Filipe Soares Franco em afirmações disponíveis no site oficial do clube (www.sporting.pt).

"Não há condições para o Sporting poder participar na Direção da Liga de Clubes, atendendo a que o nosso contributo foi desvalorizado. Estar ou não estar, não altera em nada a posição do Sporting. Sentimos que não devemos estar obrigados a apoiar órgãos sociais que não têm o nosso suporte e a nossa aprovação, relativa à sua conduta ao longo dos anos. Muito embora haja pessoas dos órgãos sociais bem intencionadas e que se têm esforçado para valorizar o futebol em Portugal. Recomendo, e esta é a minha recomendação, que o Sporting só volte à Direção da Liga de Clubes quando os três maiores clubes de Portugal aceitarem entrar na Direção", expressa o líder leonino.

Com exceção do presidente (Hermínio Loureiro), os titulares da direção da Liga de Clubes são os próprios clubes membros.

A decisão sportinguista de deixar a direção da APFP é o último episódio da enorme polémica gerada pela controversa arbitragem de Lucílio Baptista na final da Taça da Liga, no último domingo, vencida pelo Benfica no desempate por pontapés da marca de grande penalidade.

F*da-se estou pasmo! Esta gente finalmente ganhou carácter!

:clap: :clap: :clap:

Link to comment
Share on other sites

...até pode agradecer a Lucílio Baptista por este não ter escrito nada no relatório...

Falta é saber porque é que o Lucílio não escreveu nada... consciência pesada?... :-

provavelmente, mas...como é que é possivel que um suposto profissional nao escreva o que se passou?

só mais uma amostra da tristeza de arbitro que é

Link to comment
Share on other sites

No Final do mandato é que o FSF ganhou colhões. Ai eu...

será que tb se vai deixar de sentar ao lado de quem mais tem lixado o scp nos ultimos anos?
Link to comment
Share on other sites

  • Revenge changed the title to Sporting Clube de Portugal
  • gosma25 unpinned this topic
  • Stone pinned this topic
  • Revenge unlocked and pinned this topic

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
 Share

  • Recently Browsing   0 members

    • No registered users viewing this page.
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.