Jump to content

Professores Com Carros Destruídos Por Cocktail Molotov


JLDR
 Share

Recommended Posts

Dois "cocktail Molotov" foram usados, esta sexta-feira de manhã, para destruir os carros de dois professores de uma escola de Vila do Conde. A PJ está a investigar o ataque, que destruiu os dois Mercedes.

Os carros de dois professores foram, ontem de manhã, incendiados à porta da Escola Básica 2,3 D. Pedro IV, em Mindelo, Vila do Conde. Ao que tudo indica ter-se-á tratado de um acto de vingança sobre os dois docentes.

"Eram 11 horas. Os professores e os funcionários saíram. Estávamos em aulas e ficamos na janela a ver. Foram com extintores e apagaram os fogos, mas os carros ficaram destruídos", contou, ao JN, Igor, um aluno do 7.º ano.

O pai, Francisco Gonçalves, só soube do sucedido às 18.30 horas, quando foi buscar Igor à escola. Depois de alguns minutos de aparato cá fora, com professores, funcionários e carros de bombeiros mobilizados para o local, as aulas prosseguiram com normalidade.

Ao que o JN apurou, ninguém terá assistido ao momento em que foram lançados dois "cocktail molotov" sobre as duas viaturas, uma estacionada no parque de estacionamento à porta da escola, a outra numa rua lateral.

Só quando os carros - dois Mercedes, um CLK e um classe A, ambos de cor cinzenta - começaram a arder é que o fumo e as chamas despertaram atenções no interior da escola.

Os pais e avós dos alunos admitem que a escola tem alguns problemas: "Venho sempre buscar o meu neto porque aqui, volta e meia, há assaltos aos mais novos", explicou José Rodrigo, cujo neto de 11 anos é aluno do 7.º ano da "D. Pedro IV", apontando, junto à escola, a zona de mato, onde, diz, "muitas vezes se escondem os mais velhos".

Na escola, contou outro pai, que preferiu não se identificar, houve já casos de vidros partidos, pneus furados e outros pequenos actos de vandalismo sobre carros de professores .

Em passo de corrida, à saída da escola, alguns dos professores admitiam que a escola "tem, de facto, alguns alunos problemáticos".

Dado o local e a distância entre as duas viaturas, escolhidas entre as dezenas estacionadas no parque e nas ruas laterais da escola, tudo indica que se terá tratado de um acto de vingança sobre os dois professores, um de Educação Tecnológica, outra de Ciências.

Ao local foi chamada a GNR, que encaminhou o caso para a Polícia Judiciária (PJ). Durante a tarde, os inspectores estiveram a recolher vestígios junto das duas viaturas. Contactado pelo JN, o Conselho Executivo da E.B. 2,3 D. Pedro IV não quis comentar o caso.

Fonte

Estamos quase no mesmo patamar do Iraque...

Link to comment
Share on other sites

Então JLDR. Já sabes que isso não interessa a ninguém discutir...

Tudo o que envolver professores e que a malta quer saber é que são todos uns malandros, que não querem ser avaliados e não querem trabalhar, e se for preciso ganharem por isso. E que por serem todos uns injustiçados querem também que todos os outros o sejam.

Tudo o resto, achas que a malta quer levar com isso na cara? Ou achas que estão preocupados?

(se ainda fosses comentar o novo artigo da revista maria, o derby de futebol logo à noite ou a nova marca de tremoços para acompanhar os bitaites que cada um aqui manda...)

EDIT:

Para o SPAK - num estado de direito isto não deve acontecer, mas tenta-se evitar. O que se constata é que as agressões a professores estão a aumentar, sem se fazer nada por isso, e já chegam ao ponto de cocktails molotof em carros. Portanto, a comparação não é tão estúpida...

Edited by principiante
Link to comment
Share on other sites

Tadinhos dos professores... recebem tão mal e andam com CLK's...

Pensei a mesma coisa.... E o simples facto de estacionarem todos os dias à frente da escola ainda é melhor :s

Pelas filmagens que vi da RTP, o Mercedes que estava lá estacionado só tinha um canto chamuscado e tudo branco do extintor... Não sei se seria um dos carros ou era outro que lá estacionou depois.

Seja como for, o simples facto de atearem fogo a um veículo de um professor teve haver com vingança, pode nem ter sido de alunos da própria escola mas sim de fora! É investigação para a polícia, não para os jornalistas dizerem que o problema tem haver com a escola.

Cumpz

Link to comment
Share on other sites

À parte da estupidez (mais uma vez) de alguns replies, eu não coloquei aqui este tópico por causa dos 'coitadinhos dos professores'. Foi simplesmente para verem no que está a transformar-se uma boa parte da nossa juventude.

Ainda esta semana eu estava na sala dos professores, chega um colega meu e diz-me que o meu carro tinha uma pedra do tamanho de uma mão aberta em cima do capô.

Eu não tenho problema nenhum com nenhum dos meus alunos, muito pelo contrário, até tenho uma relação espectacular com eles. Mas houve um anormal qualquer que decidiu colocar um calhau por cima do meu carro. Por acaso não danificou nada a não ser uns riscos. Não dou muita importância a isso, mas da próxima vez pode não deixar apenas uma pedra sobre o carro.

Ou esta merda muda ou caminhamos a passos largos para o fundo do buraco. Anda o governo a DAR (literalmente) computadores portáteis a esta gente toda, e não há ninguém que se lembre de endurecer as regras para que os miúdos e os pais sejam severamente castigados quando fazem merdas destas.

Link to comment
Share on other sites

mal estamos, JLDR, quando o pessoal acaba por achar isto "normal". é de brandar aos céus, como se costuma dizer ( axo eu xD )...

Nã... LOLOL... Eles dizem isso só para picar... LOL. Pelo menos acho que é isso.

Só fica picado quem quer :-.. :-.. :-..

Link to comment
Share on other sites

o JLDR tem toda a razão.

apenas um pequeno reparo: quem dá (literalmente) os portáteis são os contribuintes

os mesmos que pagam o rendimento minimo a todos os agarrados e traficantes deste terra e ainda lhe oferecem casas novas

eu preferia que os meus tres mil e tal Euros de IRS fossem para outras coisas

Link to comment
Share on other sites

mal estamos, JLDR, quando o pessoal acaba por achar isto "normal". é de brandar aos céus, como se costuma dizer ( axo eu xD )...

Nã... LOLOL... Eles dizem isso só para picar... LOL. Pelo menos acho que é isso.

Só fica picado quem quer :-.. :-.. :-..

eu nao fico picado sinceramente ... já vejo tanta desgraça mental nos putos de hoje em dia que já nada me surpreende, e dou graças a deus de ter nascido em 80 ^^

Link to comment
Share on other sites

em vez de uns cocktails molotov podiam ter apenas mandado uns tomates, como sugere a sig do JLDR.

podres, de preferência, para não se dizer que se estragou comida. sempre era mais... como dizer... civilizado.

Link to comment
Share on other sites

À parte da estupidez (mais uma vez) de alguns replies, eu não coloquei aqui este tópico por causa dos 'coitadinhos dos professores'. Foi simplesmente para verem no que está a transformar-se uma boa parte da nossa juventude.

Ainda esta semana eu estava na sala dos professores, chega um colega meu e diz-me que o meu carro tinha uma pedra do tamanho de uma mão aberta em cima do capô.

Eu não tenho problema nenhum com nenhum dos meus alunos, muito pelo contrário, até tenho uma relação espectacular com eles. Mas houve um anormal qualquer que decidiu colocar um calhau por cima do meu carro. Por acaso não danificou nada a não ser uns riscos. Não dou muita importância a isso, mas da próxima vez pode não deixar apenas uma pedra sobre o carro.

Ou esta merda muda ou caminhamos a passos largos para o fundo do buraco. Anda o governo a DAR (literalmente) computadores portáteis a esta gente toda, e não há ninguém que se lembre de endurecer as regras para que os miúdos e os pais sejam severamente castigados quando fazem merdas destas.

Completamente de acordo. É bom que alguém ponha mão nisto, se é que ainda vai a tempo...

em vez de uns cocktails molotov podiam ter apenas mandado uns tomates, como sugere a sig do JLDR.

podres, de preferência, para não se dizer que se estragou comida. sempre era mais... como dizer... civilizado.

É contraditório, mas não posso deixar de concordar...

Link to comment
Share on other sites

em vez de uns cocktails molotov podiam ter apenas mandado uns tomates, como sugere a sig do JLDR.

podres, de preferência, para não se dizer que se estragou comida. sempre era mais... como dizer... civilizado.

O carro da ministra já levou com ovos, facto que eu condeno. A verdade é que dias depois o estatuto do aluno sofreu uma revisão. Só espero que tenha sido coincidência.

A sig do JLDR não sugere nada da mesma forma que o teu avatar não sugere que tenhas focinho e pêlo :-.. :-.. :-.. :-.. :-..

Agora mais a sério: Não está em causa terem sido professores. Podia ter sido outra classe profissional qualquer. De hoje em diante corremos o risco das pessoas começarem a manifestar o seu descontentamento com requintes de guerrilha, por mais compreensível e até justificado que seja esse descontentamento. Um dia destes entra um fulano no vosso local de trabalho e só porque não gostou da forma como foi atendido, atira um cocktail molotov para dentro do vosso escritório. Esta merda parecia que acontecia só lá fora. Parece-me que estou enganado afinal.

Link to comment
Share on other sites

resumindo:

primeiro mundo: atirar com tomates e ovos às pessoas

segundo mundo: bater nas pessoas com paus (sem um prego espetado numa ponta)

terceiro mundo: queimar carros com cocktail molotovs

Link to comment
Share on other sites

:lol:, o estado da nossa juventude.

Os pais deviam dar umas lambadas valentes nos filhos para aprenderem como dantes, mas os professores não sei o que querem também em termos de respeito.

Vi cada figurinha na televisão e ao vivo, bem como declarações, que em termos de idade mental não estão muito superiores a estes "jovens de agora".

Link to comment
Share on other sites

Digo-vos sinceramente, não sou pai (pelo menos legalmente... Ainda não veio ninguém bater-me à porta com uma criança nos braços), mas se fosse e se filho/a meu/minha fizesse parte de algum desses problemas de indisciplin nas escolas, provavelmente, o ministério público e a segurança social ir-me-iam tirar a custodia, pois, assim que soubesse de tal, quando chegasse a casa, dava tanta porrada no meu filho/a...

Link to comment
Share on other sites

Passando à frente a parte do choradinho...

A questão não é evitar, até porque só se vigiarem os miúdos todos ou os trancarem dentro da escola e espero que seja cedo de mais para a história se voltar a repetir. A questão é punir convenientemente estes casos.

Agora se por evitar compreenderem melhor a educação é outra conversa e muito mais complexa que isso.

Link to comment
Share on other sites

Por mta razão que se tenha, comparar isto ao Iraque faz lembrar os noticiários sensacionalistas da TVI.

Quanto ao acto, acho que mta coisa tem de mudar...maior rigor e disciplina nunca foram demais, quantos aos professores, não vou comentar pois ainda sou mal tratado e não estou para me chatear. :-..

Link to comment
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
 Share

  • Recently Browsing   0 members

    • No registered users viewing this page.
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.