Jump to content
Sign in to follow this  
Mini0n

Sócrates E Pinho Violaram

Recommended Posts

Sócrates e Pinho violaram proibição de fumar a bordo do voo de Lisboa para Caracas

Assunto foi comentado durante o voo por empresários que viajavam no mesmo aparelho

O primeiro-ministro, José Sócrates, o ministro da Economia e Inovação, Manuel Pinho, e vários membros do gabinete do chefe do Governo violaram a proibição de fumar no voo fretado da TAP que ligou Portugal e Venezula e que chegou às cinco horas da manhã de ontem a Caracas (hora de Lisboa, 23h30 na capital venezuelana). O assunto foi muito comentado durante o voo por membros da comitiva empresarial que acompanha Sócrates e causou incómodo a algum pessoal de bordo.

O supervisor do voo, a segunda autoridade a bordo logo após o comandante, disse não ter dúvidas de que era proibido fumar a bordo e, embaraçado, falou em “situações de excepção”. Um assessor do primeiro-ministro disse que “é costume” e que as pessoas [que iam a bordo] “não se importaram”.

O Airbus A 330 da TAP saiu de Lisboa às 21h00 de segunda-feira. O filme de segurança foi claro a explicar que aquele era um voo de não-fumadores, as luzes de proibição de fumar mantiveram-se acesas durante todo o percurso de oito horas e no folheto de segurança era também claro e explicado em letras garrafais a proibição.

Pelas 23h00, servida a refeição, alguns membros do gabinete do primeiro-ministro, que seguiam na traseira do avião, onde estavam também os jornalistas, começaram a dirigir-se para a frente da aeronave com maços de tabaco na mão. Falavam entre si no facto de “já se poder fumar”.

O local escolhido era a zona de serviço de pessoal de bordo, na parte da frente do avião que dividia a classe executiva, onde seguia o primeiro-ministro, os ministros e os secretários de Estado, da classe económica. Uma cortina junto à porta de emergência escondia os fumadores dos restantes passageiros. No local o cheiro a fumo era intenso. Um membro do pessoal de bordo aconselhava os fumadores a levarem copos com água para apagar os cigarros.

Atrás das cortinas

Embora escondidos atrás da cortina, os empresários que seguiam mais à frente podiam ver tudo. Pelas 23h30 foi a vez do próprio primeiro-ministro se esconder atrás da cortina e acender um cigarro. Voltaria lá mais uma vez, como o PÚBLICO pode ver, cerca de meia hora mais tarde. Entre alguns dos empresários ouvia-se em surdina frases de espanto e de critica. “O primeiro-ministro que restrigiu e bem o fumo em Portugal devia dar o exemplo. Isto é uma pouca vergonha”, disse ao PÚBLICO, ao abrigo do anonimato, um dos empresários que se mostrava mais agastado com a situação, explicando que estava ali “para tentar fazer negócios e não arranjar problemas”.

Com o avançar da noite as coisas acalmaram junto à “zona de fumo”. Pelas duas da madrugada o primeiro-ministro, membros do seu "staff" e alguns empresários reuniram-se em conversa junto à “zona” fumo, apesar de nesse momento e durante cerca de uma hora estarem acesas as luzes de obrigatoriedade de os passageiros se encontarem sentados e com os cinto de segurança apertados. Nessa altura, alguns já nem se escondiam atrás da cortina para fumar. Pelas 3h05 o próprio primeiro-ministro, que nesse momento falava com alguns gestores da industria farmacêutica, acendeu um cigarro à frente de todos, desta vez também sem se esconder atrás da cortina.

João Raio, supervisor do voo TAP, contactado pelo PÚBLICO ainda durante o voo, começou por dizer que aquele era “um voo fretado” e que “às vezes” aquelas situaçõs aconteciam. Questionado pelo PÚBLICO se era ou não proibido disse não ter dúvidas que era. “Às vezes há estas situações de excepção”. Contou então como as coisas aconteceram. “Algumas horas depois de o voo ter partido o ministro Manuel Pinho foi fumar. Ninguém me tinha perguntado se se podia ou não fumar. Fui falar com o comandante que não gostou da situação, mas que disse para arrranjar uma zona para fumar, se não ainda acabariam a fumar no 'cockpit'”.

Repetiu depois que nem ele não o comandante tinham dúvidas de que era proibido e revelou saber que já em outras ocasiões o primeiro-ministro tinha fumado em voos TAP: “Acho que até já li nos jornais.” Alguns jornalistas que habitualmente acompanham as viagens do primeiro-ministro confirmaram ao PÚBLICO que já não é a primeira vez que José Sócrates fuma nos voos.

Já em Caracas, o PÚBLICO confrontou Luís Bernardo, assessor do primeiro-ministro que acompanhou a viagem, sobre o facto e sobre as criticas que alguns empresários fizeram. “Já é costume. Já aconteceu em outras viagens. Ouvimos as pessoas que não se importaram”, afirmou. O PÚBLICO não viu, nem ouviu em nenhuma ocasião durante as oito horas de voo algum membro do gabinete do primeiro-ministro questionar fosse quem fosse sobre a possibilidade de se fumar a bordo, num voo onde foi sempre claro que tal era proibido.

O PÚBLICO viaja num avião fretado pelo gabinete do primeiro-ministro.

Fonte: PÚBLICO

Aí está. Numa nice. Eles podem. Eles mandam.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acho mt bem, eu fazia o mm. Pagava para fretar o avião e estava ali a ressacar não...

Edited by XUTOS-83

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não sei se o Airbus A330 da TAP tem alarme de incêndio... que pena, era fixe ver a água a cair em cima deles todos... })

Share this post


Link to post
Share on other sites

Quando se freta um avião da TAP o puderes fumar é só mais uma regalia... eles não quebraram lei nenhuma

Share this post


Link to post
Share on other sites
Há mais de 100m2 ou extractores?

essa lei aplica-se aos aviões em viagens intercontinentais?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Acho mt bem, eu fazia o mm. Pagava para fretar o avião e estava ali a ressacar não...

e pagaste :-.. tu e todos...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sinceramente não é algo que me choca, também já aluguei um táxi para o dia todo e como o motorista não se importava fumamos la dentro e também deve ser proibido fumar em táxis. Se pegarem por haver lá mais pessoal, se alguém se tiver queixado é uma coisa. Certamente isto não aconteceria num voo comercial.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Acho mt bem, eu fazia o mm. Pagava para fretar o avião e estava ali a ressacar não...

Segundo a tua lógica se eu pagasse 500€ por uma refeição tb tinha direito de fumar num restaurante de não fumadores..... :lol:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pelo q eu percebo da noticia o avião foi alugado, segundo isso, se tu pagasses 500€ para alugar um restaurante e só la estivesse quem tu querias poderias fumar lá. A meu ver os únicos pontos a respeitar seriam falar previamente disso e ver se alguém donos/empregados se importavam ou não. Se tudo isso for feito não vejo grande problema em infringir uma lei que claramente não foi feita a pensar nestas situações.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Por instantes li no título do tópico:

"Sócrates E Pinho Violaram-se" !!!!!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu ainda me lembro, a bordo de um avião da TAP, o anúncio orgulhoso, de que era a primeira companhia do mundo onde, em nenhum avião era permitido fumar. O Spot até anúnciava os "pioneirismos" do povo português, tipo abolir a pena de morte; a escravatura; etc.

A esse mal nascido ministro que já provou que é tudo menos aquilo que diz e defende, só lhe desejo a pena de morte e a passagem a escravo deste país... vá lá... pelo menos até acabar a licenciatura em engenharia.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Pelo q eu percebo da noticia o avião foi alugado, segundo isso, se tu pagasses 500€ para alugar um restaurante e só la estivesse quem tu querias poderias fumar lá. A meu ver os únicos pontos a respeitar seriam falar previamente disso e ver se alguém donos/empregados se importavam ou não. Se tudo isso for feito não vejo grande problema em infringir uma lei que claramente não foi feita a pensar nestas situações.

Lá por ser teu não quer dizer que o possa fazer.

Os cafés também pertencem aos proprietários deles e não é por isso que o podem colocar como fumadores a não ser que cumpram todos os requisitos para tal.

Tu podes alugar um restaurante para ti, se ele não tiver condições para fumadores simplesmente não podes fumar. Quer dizer, poder até podes, mas estás a infringir a lei.

BTW esta Lei foi a melhor coisa que podiam ter feito... Só para terem noção, eu devo respirar uns 5% apenas de fumo daquilo que respirava antigamente. E 5% já é a falar por cima, porque existe dias seguidos sem ver ponta de fumo a passar por mim.

E no entanto vejo os cafés com os mesmos ambientes que via antigamente... Quer dizer, com ambiente melhor, pois o fumo já não nos faz companhia.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Segundo a TAP era um voo fretado, não existindo portanto problema em os passageiros fumarem.

Segundo alguns constitucionalistas a lei foi violada

Edited by karkov

Share this post


Link to post
Share on other sites

Quer dizer que se uma pessoa alugar um restaurante, por exemplo, para um casamento, podem fumar lá? :unsure:

Não faz ponta de sentido, mas tudo bem...

Share this post


Link to post
Share on other sites
Sócrates pede desculpa por ter fumado no voo para a Venezuela

O primeiro-ministro José Sócrates pediu hoje desculpa por ter fumado no voo que transportou a comitiva governamental para a Venezuela. Em declarações aos jornalistas, na venezuela, o primeiro-ministro diz que desconhecia que estava a violar a lei. José Sócrates adiantou ainda que decidiu deixar de fumar em definitivo, na sequência da polémica.

O primeiro-ministro, José Sócrates, assumiu hoje que fumou no voo entre Lisboa e Caracas, lamentou a polémica que entretanto se instalou em Portugal e pediu desculpa caso se verifique que violou a lei.

As declarações de José Sócrates foram proferidas à chegada à Faixa de Orinoco, a cerca de 500 quilómetros de Caracas.

Depois de se afastar do presidente da Venezuela, Hugo Chavez, Sócrates fez uma declaração aos jornalistas sobre a polémica em torno do facto de ter fumado segunda-feira no voo da TAP (fretado pelo Governo), entre Lisboa e Caracas.

"Quero fazer-vos uma declaração sobre o facto de ter fumado no avião. De facto fumei, com o ministro da Economia [Manuel Pinho] enquanto conversávamos, mas no convencimento de que se podia fumar, porque assim sempre aconteceu nas outras viagens anteriores".

Sócrates referiu-se depois à possibilidade de esse acto ter constituído uma violação da lei. "Estava convencido que não estava a violar nenhuma lei nem nenhum regulamento. Infelizmente há essa polémica em Portugal e eu quero lamentar essa polémica. Se por algum motivo violei algum regulamento, alguma lei, lamento e peço desculpa, não voltará acontecer", declarou.

Por mim, fumador, peça as desculpas que quiser, mas da multa não se deveria livrar, e que seja paga do bolso dele e não com "ajudas de custo"...

Share this post


Link to post
Share on other sites
BTW esta Lei foi a melhor coisa que podiam ter feito... Só para terem noção, eu devo respirar uns 5% apenas de fumo daquilo que respirava antigamente. E 5% já é a falar por cima, porque existe dias seguidos sem ver ponta de fumo a passar por mim.

E no entanto vejo os cafés com os mesmos ambientes que via antigamente... Quer dizer, com ambiente melhor, pois o fumo já não nos faz companhia.

A lei é boa sim senhora!

No entanto, n quer dizer q respires menos 95% do fumo que respiravas antes... Quem vive n1a cidade dificilmente se livre do CO2 expelido dos carros, ou de outros sítios.

Infelizmente esse é a realidade que temos...

Afinal de contas, n é a avenidade da liberdade a avenida mais poluída da europa (exemplo apenas). N é por se proibir o fumo q as pessoas das imediações ficam livres de o respirarem.

Ou quem vive à volta do IC19...

Mas claro, tb há maus exemplos no Porto, Gaia, Coimbra... Infelizmente

Share this post


Link to post
Share on other sites

Atenção que o Eng. Sócrates já pediu desculpa.

Coitadinho, até tive pena dele. Acho que se devia dar-lhe uma reforma de 20.000€ por mês, só por causa do pedido de desculpas... <_<

Share this post


Link to post
Share on other sites
BTW esta Lei foi a melhor coisa que podiam ter feito... Só para terem noção, eu devo respirar uns 5% apenas de fumo daquilo que respirava antigamente. E 5% já é a falar por cima, porque existe dias seguidos sem ver ponta de fumo a passar por mim.

E no entanto vejo os cafés com os mesmos ambientes que via antigamente... Quer dizer, com ambiente melhor, pois o fumo já não nos faz companhia.

A lei é boa sim senhora!

No entanto, n quer dizer q respires menos 95% do fumo que respiravas antes... Quem vive n1a cidade dificilmente se livre do CO2 expelido dos carros, ou de outros sítios.

Infelizmente esse é a realidade que temos...

Afinal de contas, n é a avenidade da liberdade a avenida mais poluída da europa (exemplo apenas). N é por se proibir o fumo q as pessoas das imediações ficam livres de o respirarem.

Ou quem vive à volta do IC19...

Mas claro, tb há maus exemplos no Porto, Gaia, Coimbra... Infelizmente

Mas estes senhores sentem que com o fumo do tabaco se livraram de todas as maleitas .... :lol:

Como fumador quando fico em Lisboa a 1ª coisa que apetece é ir embora devido á poluição atmosférica provocada pelos transportes, um gajo nem respira em condições . Mas como querem culpar o tabaco dessa poluição tudo bem . Chama-se a isto tapar o sol com a peneira .....

:-

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.