Jump to content
Sign in to follow this  
Jokeman

Rapariga Emo De 13 Anos Suicida-se

Recommended Posts

Hannah Bond, uma rapariga inglesa de 13 anos, fã de emo e obcecada pelos My Chemical Romance, suicidou-se por enforcamento. A mãe culpa a música pela morte da filha.

Segundo o resultado do inquérito policial, Hannah tinha discutido com os amigos sobre o «glamour» do suicídio. O pai explicou também que a filha se auto-flagelava, garantindo que esse era um ritual de iniciação ao movimento emo. «Há sites emo que mostram peluches cor-de-rosa a enforcarem-se. Ela dizia que era uma moda e eu pensava que era normal», lamentou a mãe.

A Hannah era uma rapariga normal. Tinha imensos amigos. Podia ser rezingona mas eu pensava que era apenas por ser adolescente», acrescentou ainda.

O agente Sykes, da polícia inglesa, criticou este estilo dizendo que «se trata de uma música muito perturbadora».

Fonte

Este mundo tá perdido. :no:

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest Walt Sousa
Hannah Bond, uma rapariga inglesa de 13 anos, fã de emo e obcecada pelos My Chemical Romance, suicidou-se por enforcamento. A mãe culpa a música pela morte da filha.

Segundo o resultado do inquérito policial, Hannah tinha discutido com os amigos sobre o «glamour» do suicídio. O pai explicou também que a filha se auto-flagelava, garantindo que esse era um ritual de iniciação ao movimento emo. «Há sites emo que mostram peluches cor-de-rosa a enforcarem-se. Ela dizia que era uma moda e eu pensava que era normal», lamentou a mãe.

A Hannah era uma rapariga normal. Tinha imensos amigos. Podia ser rezingona mas eu pensava que era apenas por ser adolescente», acrescentou ainda.

O agente Sykes, da polícia inglesa, criticou este estilo dizendo que «se trata de uma música muito perturbadora».

Fonte

Este mundo tá perdido. :no:

Não, o mundo não está perdido, longe disso, perdido estaria se nele não existissem anormais... Faz parte... O ser Humano é um ser muito complicado, uns mais que outros... ;)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sinceramente, é-me indiferente.

Sei q posso estar a ser um pouco frio, mas - embora tenha sido adolescente e com as minhas pancadas - n tenho pciência para essas pancadas dos putos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest Walt Sousa

E eu não quero ser moralista mas estas tretas são naturais. Se pensarem bem acabam por ser, não para a maioria de nós, mas para alguns de nós, se é que me faço entender...

Há pessoas capazes de tudo e mais alguma coisa. O mundo nunca esteve e nem está perdido, algumas pessoas é que não sabem bem (nem querem saber) o que andam cá a fazer. ;)

Share this post


Link to post
Share on other sites
Não, o mundo não está perdido, longe disso, perdido estaria se nele não existissem anormais... Faz parte... O ser Humano é um ser muito complicado, uns mais que outros... ;)

Achas normal uma criança de 13 anos suicidar-se, à pala duma "moda"? :eek:

Share this post


Link to post
Share on other sites
Não, o mundo não está perdido, longe disso, perdido estaria se nele não existissem anormais... Faz parte... O ser Humano é um ser muito complicado, uns mais que outros... ;)

Epá... Ò walt, com esta é que me partiste todo... realmente a humanidade precisa de anormais... right... <_<

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest Walt Sousa
Não, o mundo não está perdido, longe disso, perdido estaria se nele não existissem anormais... Faz parte... O ser Humano é um ser muito complicado, uns mais que outros... ;)

Achas normal uma criança de 13 anos suicidar-se, à pala duma "moda"? :eek:

Para alguns adolescentes será.... Não é o 1º suicídio entre adolescentes (já aconteceram tantos) e nem será o último. Quando nascemos somos fisicamente todos iguais (a maior parte de nós, se nascermos saudáveis), o que nos diferencia é o nosso eu, os nossos pensamentos, as nossas sensações, o nosso modo de ver e sentir o mundo, de interagir com ele. E desde sempre, desde que existe homem (homens/mulheres), sempre existiram desvios da mais variada ordem, e não existe uma faixa etária pré-determinada para as coisas acontecerem.

Tu podes condenar estes actos de adolescentes (ou outros) mas não podes impedi-los... está na génese de alguns seres humanos...

Edited by Walt Sousa

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nestes casos, nunca se ouve dizer que a culpa é dos pais... A culpa é sempre de outras coisas!

Neste caso a culpa dizem eles que foi da música, noutros é por causa da internet, dos jogos de computador, do cão do vizinho, etc...

Tenho pena da miúda sim, pq não teve uns pais que a acompanharam como deve ser. Pq não teve ninguém que a encaminhasse ou que lhe desse uns tabefes para a corrigir.

Ser-se adolescente é muito complicado e numa altura em que eles querem é começar a ser independentes, os pais bem pelo contrário, devem continuar a acompanhar os seus filhos com atenção redobrada. Existem as modas, as manias, as drogas, as relações sexuais, etc... Há muita coisa que os putos podem fazer para arranjar merda.

Não se admite que alguém q tenha um filho que pertence secretamente a de uma "seita" qq de auto-flagelo venha atribuir as culpas da morte da sua filha à música que ela ouvia...

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest Walt Sousa
Nestes casos, nunca se ouve dizer que a culpa é dos pais... A culpa é sempre de outras coisas!

Neste caso a culpa dizem eles que foi da música, noutros é por causa da internet, dos jogos de computador, do cão do vizinho, etc...

Tenho pena da miúda sim, pq não teve uns pais que a acompanharam como deve ser. Pq não teve ninguém que a encaminhasse ou que lhe desse uns tabefes para a corrigir.

Ser-se adolescente é muito complicado e numa altura em que eles querem é começar a ser independentes, os pais bem pelo contrário, devem continuar a acompanhar os seus filhos com atenção redobrada. Existem as modas, as manias, as drogas, as relações sexuais, etc... Há muita coisa que os putos podem fazer para arranjar merda.

Não se admite que alguém q tenha um filho que pertence secretamente a de uma "seita" qq de auto-flagelo venha atribuir as culpas da morte da sua filha à música que ela ouvia...

Isso é verdade, é inegável mas tb há casos ( e cada caso é um caso) em que as coisas acontecem e os pais nem dão por nada, e quando dão já é tarde. Já o sangue foi derramado. Há adolescentes que se fecham bem em si próprios, que vivem no seu próprio mundo e os pais mal se apercebem dos problemas que podem estar a passar. E depois da morte, lá vem a frase feita "Nunca dei por nada, era um miúdo com uma vida perfeitamente normal..."

Share this post


Link to post
Share on other sites
Nestes casos, nunca se ouve dizer que a culpa é dos pais... A culpa é sempre de outras coisas!

Neste caso a culpa dizem eles que foi da música, noutros é por causa da internet, dos jogos de computador, do cão do vizinho, etc...

Tenho pena da miúda sim, pq não teve uns pais que a acompanharam como deve ser. Pq não teve ninguém que a encaminhasse ou que lhe desse uns tabefes para a corrigir.

Ser-se adolescente é muito complicado e numa altura em que eles querem é começar a ser independentes, os pais bem pelo contrário, devem continuar a acompanhar os seus filhos com atenção redobrada. Existem as modas, as manias, as drogas, as relações sexuais, etc... Há muita coisa que os putos podem fazer para arranjar merda.

Não se admite que alguém q tenha um filho que pertence secretamente a de uma "seita" qq de auto-flagelo venha atribuir as culpas da morte da sua filha à música que ela ouvia...

Também é verdade, claro. Mas também não se pode pedir a todos os pais que estejam 24/7 com os filhos.

Eu nem lá perto estive e contudo não me meti em coisas deste género. A menina de 13 já devia ter problemas psicológicos, de certeza.

Os pais falharam foi ao verificarem as feridas da miúda e não fizeram nada, aparentemente.

Contudo, estamos a falar de um artigo do The Sun. Sabe-se lá o que é que eles omitiram e/ou alteraram.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest Walt Sousa
"Walt o Dr.Phill do FNF"

xD

Sou o Dr. Phill

Sou o Barbeiro

Sou o filósofo

Sou o homem-dos-1001-ofícios :lol:

Share this post


Link to post
Share on other sites

mas afinal o que é a loucura? é apenas o que a sociedade rejeita como o não aceite entre os demais!!

Ela suicidou-se porque se suicidou, assim como se podia ter tatuado toda, ou mesmo decidir apenas por fugir de casa!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Começo a pensar que afinal quem não é normal devo ser eu, pelas opiniões que leio aqui. Então agora uma criança de 13 anos suicidar-se porque faz parte de um culto qualquer, é normal?! :blink:

Uma coisa é reagir com indiferença... a mim também não aquece nem arrefece porque não conhecia a miuda de lado nenhum. A única coisa que me choca nesta noticia são as circunstâncias da morte. Não sei se foram ler a noticia original no link para o The Sun, mas lá diz que a miuda discutiu com a mãe, porque esta não a deixou passar a noite em casa de um amigo, a miuda disse "apetece-me matar-me" e uma hora depois apareceu pendurada. Se calhar sou muito antiquado, mas o meu conceito de "normalidade" não abrange situações destas.

Share this post


Link to post
Share on other sites
mas afinal o que é a loucura? é apenas o que a sociedade rejeita como o não aceite entre os demais!!

Ela suicidou-se porque se suicidou, assim como se podia ter tatuado toda, ou mesmo decidir apenas por fugir de casa!

lol tu ja deves andar nos ácidos logo pela manha, então cometer o suicídio e' normal?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest Walt Sousa
Começo a pensar que afinal quem não é normal devo ser eu, pelas opiniões que leio aqui. Então agora uma criança de 13 anos suicidar-se porque faz parte de um culto qualquer, é normal?! :blink:

Uma coisa é reagir com indiferença... a mim também não aquece nem arrefece porque não conhecia a miuda de lado nenhum. A única coisa que me choca nesta noticia são as circunstâncias da morte. Não sei se foram ler a noticia original no link para o The Sun, mas lá diz que a miuda discutiu com a mãe, porque esta não a deixou passar a noite em casa de um amigo, a miuda disse "apetece-me matar-me" e uma hora depois apareceu pendurada. Se calhar sou muito antiquado, mas o meu conceito de "normalidade" não abrange situações destas.

Ok... E agora que fazer?

Queres acabar com a loucura, com a maldade, com a insensatez, com a doidice de alguns seres humanos?

Hoje, e todos os dias, outros adolescentes, e adultos, estão a por termo à vida. Essa jovem acabou por aparecer nas noticias mas nem todos os suicidas aparecem. É normal existirem violadores? Pais que violam filhas? Assassinos? Depravados capazes das coisas mais hediondas? Mas eles existem... Uns chegam ao nosso conhecimento, outros não...

Lembra-te que por um jovem, ou um adulto que aparece nas noticias por razões como essa, o suicídio, muitos mais estão ou estarão prontos a cometer acto semelhante e nós não chegamos a saber de nada.

Acaba por ser normal esta "anormalidade"que existe no ser humano. Caso contrário seríamos todos máquinas, programados para pensar da mesma maneira e agir de igual forma. Como somos humanos, os nossos comportamentos são dos mais variados possíveis, entre os quais se inclui o suicídio.

Que fique claro que eu sou contra o suicídio, contra a cobardia daqueles que não tem força para enfrentar a vida mas ele não me choca de todo. Enquanto lêem estas linhas, haverá sempre alguém pronto a dizer :bye: à vontade de viver.

Edited by Walt Sousa

Share this post


Link to post
Share on other sites
Hannah Bond, uma rapariga inglesa de 13 anos, fã de emo e obcecada pelos My Chemical Romance, suicidou-se por enforcamento. A mãe culpa a música pela morte da filha.

Não vale a pena ler mais depois disto.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Que fique claro que eu sou contra o suicídio, contra a cobardia daqueles que não tem força para enfrentar a vida mas ele não me choca de todo. Enquanto lêem estas linhas, haverá sempre alguém pronto a dizer :bye: à vontade de viver.

Acho que uma miuda de 13 anos não se trata de cobardia de enfrentar a vida...

Preocupante sem duvida.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Que fique claro que eu sou contra o suicídio, contra a cobardia daqueles que não tem força para enfrentar a vida mas ele não me choca de todo. Enquanto lêem estas linhas, haverá sempre alguém pronto a dizer :bye: à vontade de viver.

Acho que uma miuda de 13 anos não se trata de cobardia de enfrentar a vida...

Preocupante sem duvida.

@Walt:

O Coutinho conseguiu expressar em duas frases aquilo que eu tou a tentar dizer. Eu sei que os suicidios acontecem todos os dias, a todas as horas... mas não achas preocupante este caso em particular? Que, no fundo, é apenas um exemplo de toda uma situação que está a acontecer na nossa sociedade?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Para mim, estes casos são sempre culpa da família, e a família tirando os pais nestas idades são importantes. Claro que amigos também mas isso escolhe-se. Agora culpar a música... é o mesmo que dizer que muitos adolescentes morreram por causa da música...

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest Walt Sousa
Que fique claro que eu sou contra o suicídio, contra a cobardia daqueles que não tem força para enfrentar a vida mas ele não me choca de todo. Enquanto lêem estas linhas, haverá sempre alguém pronto a dizer :bye: à vontade de viver.

Acho que uma miuda de 13 anos não se trata de cobardia de enfrentar a vida...

Preocupante sem duvida.

Devia estar com algum desequilíbrio emocional, para não lhe chamar outra coisa mas eu não acho isso nada preocupante.

1º Porque a maioria de nós, mesmo que alguns já tenhamos pensado alguma vez em suicídio, não levamos o acto ás últimas consequências. Seja por falta de coragem, seja por medo, seja por que razão for. Quem o faz, e leva o acto ás últimas consequências, nunca poderá estar 100% de bem com o seu cérebro. Mas mais que isso, poucas pessoas são as que se suicidam e não sabiam o que estavam a fazer. Suicidar-se não é como "Vou beber ali 1 café e já venho". A culpa do suicídio dessa adolescente deve ser repartida pelos pais e por ela, a menos que consiga ser provado que ela estaria demente na altura do acto.

2º Preocupado ficaria eu se agora de repente houvesse um surto de um gás, e quem ficasse exposto a ele ganhasse tendências suicidas e a taxa do suicídio aumentasse sobremaneira. Isso era de ficar preocupado. Tentar manter-me longe do gás.

Já fizeram as contas de quantas pessoas se suicidaram ao longo da história neste planeta? Muitos milhões, não sei precisar quantos...

Há seres humanos com mais tendências suicidas do que outros... Há os que são capazes de pegar numa 9 mm e fazer PUM na cabeça e os que não. É perfeitamente normal.

Edited by Walt Sousa

Share this post


Link to post
Share on other sites

Denpende...

Se fores hindu, o suicídio é um "vou ali e já renasço num instante" ^_^

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.