Jump to content
Sign in to follow this  
Sean Paul

Jogadores Foram Aliciados Para Perder

Recommended Posts

Dois anos depois de os factos terem ocorrido, a Polícia Judiciária do Porto termina a investigação. O processo já está no DIAP para acusação pública, devendo a mesma recair apenas em Beto Andrade, um ex-jogador e agora empresário com ligações a Jorge Baidek.

Dois anos depois de os factos terem ocorrido, a Polícia Judiciária do Porto termina a investigação. O processo já está no DIAP para acusação pública, devendo a mesma recair apenas em Beto Andrade, um ex-jogador e agora empresário com ligações a Jorge Baidek.

Em causa está uma tentativa de aliciamento a jogadores do Penafiel ocorrida em Junho de 2006, antes do encontro entre os penafidelenses e a Naval 1.º de Maio, a contar para a 34.ª e última jornada da Liga 2005/06.

Segundo o que o CM apurou, Beto Andrade encontrou-se com Juninho Petrolina e Nuno Diogo, ambos jogadores do Penafiel, para que estes ajudassem a Naval a não descer de divisão. Deveriam fazer tudo para perder o jogo e receberiam em troca 30 mil euros, que seriam pagos também ao guarda-redes Nuno Santos.

Os jogadores garantem que recusaram a proposta e Beto Andrade, ouvido na PJ, assegurou que nunca aliciara os atletas. Confirmou, contudo, o encontro com os jogadores, dizendo depois que agira a mando de Jorge Baidek, outro empresário que pretenderia que aqueles atletas utilizassem os seus serviços.

A versão foi mais tarde desmentida pelo agente que já trabalhou com José Veiga. Baidek afirmou nunca ter pedido a Andrade que falasse com os jogadores, embora as chamadas telefónicas desse dia confirmem conversas entre os dois empresários antes e depois do encontro.

Ainda segundo o CM apurou, outro jogador que terá sido aliciado no mesmo encontro foi Wellington Oliveira. O central foi abordado por Sidney, médio do Braga e que jogou também no Penafiel, que lhe deu conta de que Beto estava disposto a dar 30 mil euros a quem ajudasse a Naval a ganhar o encontro. Wellington terá recusado a proposta.

A investigação da PJ não conseguiu determinar se houve qualquer interferência da Naval 1.º de Maio neste processo. Acreditam os investigadores que Beto Andrade agiu a mando de alguém mas não sabem de quem se trata.

Refira-se, ainda, que a Naval, presidida por Aprígio Santos, ganhou esse jogo por 1-0, mas os investigadores também não encontraram qualquer lance passível de sustentar a corrupção. O golo foi conseguido num contra-ataque, de forma aparentemente limpa.

A queixa que motivou a investigação da Judiciária foi feita pelo Vitória de Guimarães, que nesse ano desceu à Liga de Honra, onde se manteve durante uma época.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Normal :y:

Luke

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.