Jump to content
Sign in to follow this  
Viklund

Joao Pinto "selecçao Deve Ser Genuina!"

Recommended Posts

João Pinto revelou que pretende terminar a carreira no futebol nacional no final da presente época, admitindo que gostaria de mudar-se para os EUA ou o Qatar para mais alguns meses de competição. Em entrevista ao PÚBLICO, o avançado volta a negar a agressão ao árbitro no Mundial de 2002 e manifesta-se contra a presença de estrangeiros na selecção nacional.

“A minha ideia é jogar futebol até ao final da época ou mais alguns meses depois de Maio. Os EUA são o futebol-indústria na sua mais pura essência: adorava terminar lá a carreira”, afirma o antigo jogador, manifestando-se esperançado que o Sporting de Braga termine o campeonato no quarto lugar e consiga uma “óptima prestação do nas competições europeias”.

Sem alinhar na selecção nacional desde o incidente que marcou o último jogo da equipa das “quinas” no Mundial de 2002, João Pinto diz não ter dúvidas que o seu afastamento se ficou a dever ao castigo que lhe foi aplicado pela FIFA, ainda que na altura a federação tenha intervindo para atenuar a sanção. “Certo é que não foi o Scolari que decidiu, porque antes dele também não fui convocado”, lamenta o jogador, que reafirma não ter agredido o árbitro Angel Sanchez, ainda que admita ter “protestado de forma exagerada”.

Sobre a actual selecção nacional, João Pinto diz que os eleitos de Scolari têm condições para “continuar a ser respeitada a nível internacional”, mas manifesta-se contra a inclusão de jogadores naturalizados, “porque uma selecção deve ser genuína e deve haver um fio de identificação”, "nao sou daqueles que gosta de ganhar a qualquer preço".

Após 467 jogos no escalão principal do futebol nacional, o avançado faz ainda um balanço da sua carreira, falando do conflito com Vale e Azevedo, que levaria à sua saída do Benfica após várias épocas em que foi o "porta-estandarte" da equipa, e da sua passagem pelo Sporting. João Pinto sublinha a boa recepção que teve em Alvalade e admite que a decisão de não renovar contrato com os leões, em 2004, foi “o maior erro” da sua carreira.

á grande Joao!!! :clap: :clap: :clap:

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest Walt Sousa

É a opinião dele, não quer dizer que concorde. Já agora gostaria de ouvir a sua opinião sobre a inclusão de Bosingwa. Para ser coerente João Pinto deveria dizer que acha mal o portista ser chamado. :-

Share this post


Link to post
Share on other sites
É a opinião dele, não quer dizer que concorde. Já agora gostaria de ouvir a sua opinião sobre a inclusão de Bosingwa. Para ser coerente João Pinto deveria dizer que acha mal o portista ser chamado. :-

Here we go again...

Comparar um gajo que vive em Portugal desde pequeno (aliás, penso que terá feito a escolaridade toda cá, até) com quem chega, fica cá o tempo mínimo indispensável para ter a nacionalidade, e, como benefício de a ter, sai para Espanha, não faz sentido nenhum.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest Walt Sousa
É a opinião dele, não quer dizer que concorde. Já agora gostaria de ouvir a sua opinião sobre a inclusão de Bosingwa. Para ser coerente João Pinto deveria dizer que acha mal o portista ser chamado. :-

Here we go again...

Comparar um gajo que vive em Portugal desde pequeno (aliás, penso que terá feito a escolaridade toda cá, até) com quem chega, fica cá o tempo mínimo indispensável para ter a nacionalidade, e, como benefício de a ter, sai para Espanha, não faz sentido nenhum.

Eu não meço o gostar de um país por estar-se cá desde pequenino ou ter-se a idade adulta. Uma pessoa para ser naturalizada tem de esperar 6 anos, se o faz é porque assim o quer, ninguém a obriga e se toma esse passo (regra geral), é porque alguns laços e afinidades há-de ter com este país. Gosta dele, não me admiro nada que por vezes até mais que outros ditos portugueses de sangue que por cá andam mas só o espezinham. -_-

Edited by Walt Sousa

Share this post


Link to post
Share on other sites

mas isso é obvio... a diferença entre o Bosingwa e o Pepe por exemplo... embora eu seja contra os dois la estarem... percebo a diferença.

Edited by Viklund

Share this post


Link to post
Share on other sites

Falou bem mas lol..temos que ser coerentes, porque ou não queremos estrangeiros, e isso inclui todos os estrangeiros.. ou então se entram uns entram todos, quer sejam eles naturalizados ou já estejam a viver em Portugal desde pequenos, é que é mesmo assim.

Muita falta de coerência..

Share this post


Link to post
Share on other sites

e tb se mete outra kestao... traze-los para a selecçao por casmurrice , e de ser do contra.

O pepe veio pa selecção pro vontade apenas e so do scolari, quando ele faz tanta falta a nossa selecção como um grão de areia faz falta a uma praia....

A nossa "sorte" é existirem poucos ( com algum pingo de qualidade ) que tenham os requisitos para serem da selecção, se não iam ver uma inundação canarinha na selecção....

Aquilo que mais concordo com o que ele disse é uma simples frase : "não sou daqueles que quer ganhar a qualquer preço".

Depois tb imagino a revolta dele... ser afastado da selecção como foi e ao ver o que se passou recentemente com scolari.... e ao mesmo tempo ver a "desculpa popular" pq foi a final do euro, e as meias do mundial, como se isso desse algum estatuto que permita fazer o que quer, quando quer, e como quer...

Edited by Viklund

Share this post


Link to post
Share on other sites
É a opinião dele, não quer dizer que concorde. Já agora gostaria de ouvir a sua opinião sobre a inclusão de Bosingwa. Para ser coerente João Pinto deveria dizer que acha mal o portista ser chamado. :-

Here we go again...

Comparar um gajo que vive em Portugal desde pequeno (aliás, penso que terá feito a escolaridade toda cá, até) com quem chega, fica cá o tempo mínimo indispensável para ter a nacionalidade, e, como benefício de a ter, sai para Espanha, não faz sentido nenhum.

Engraçado não teres dito "here we go again" ao post do Viklund...

Em relação ao resto do teu post, não sei quem é esse que foi para Espanha, depois de ter beneficiado da naturalização, visto que o Pepe foi convocado para a Selecção quando já jogava no Real Madrid, se não me engano.

Share this post


Link to post
Share on other sites
É a opinião dele, não quer dizer que concorde. Já agora gostaria de ouvir a sua opinião sobre a inclusão de Bosingwa. Para ser coerente João Pinto deveria dizer que acha mal o portista ser chamado. :-

Here we go again...

Comparar um gajo que vive em Portugal desde pequeno (aliás, penso que terá feito a escolaridade toda cá, até) com quem chega, fica cá o tempo mínimo indispensável para ter a nacionalidade, e, como benefício de a ter, sai para Espanha, não faz sentido nenhum.

Engraçado não teres dito "here we go again" ao post do Viklund...

Em relação ao resto do teu post, não sei quem é esse que foi para Espanha, depois de ter beneficiado da naturalização, visto que o Pepe foi convocado para a Selecção quando já jogava no Real Madrid, se não me engano.

Peço desculpa por não dar respostas de 2 em 2 minutos. Não, também não concordo com o Viklund, como é óbvio. Nem era preciso dizer, depreende-se do que escrevi mais acima que sou a favor da presença do Bosingwa na selecção. Se um gajo que cá vive desde os 6 anos não pode ser aceite na selecção portuguesa, poderia ser aceite em qual? Na de um país onde nasceu e pouco mais que isso?

E não, não te enganas. Só foi convocado depois de ir para Madrid, mas também só foi para Madrid depois de ter passaporte comunitário, tal como o Deco. Aliás, ambos foram para Espanha imediatamente após obterem a nacionalidade portuguesa.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Duvido que o facto de ter o passaporte comunitário tenha feito com que fosse para o Real. Ou o Deco para o Barça.

Share this post


Link to post
Share on other sites

o João Pinto foi sempre a subir na carreira... começa no Boavista e passa por clubes cada vez melhores até acabar no melhor de todos que é o Braga... um caso de sucesso desportivo

Share this post


Link to post
Share on other sites
Duvido que o facto de ter o passaporte comunitário tenha feito com que fosse para o Real. Ou o Deco para o Barça.

Olha que, disso, podes ter a certeza absoluta.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest Walt Sousa
Duvido que o facto de ter o passaporte comunitário tenha feito com que fosse para o Real. Ou o Deco para o Barça.

Mas digam-me lá que estando Deco no Barcelona ou o Pepe no Real Madrid, eles precisam da Selecção nacional para quê? Para se auto-promoverem mais ainda?

Share this post


Link to post
Share on other sites
o João Pinto foi sempre a subir na carreira... começa no Boavista e passa por clubes cada vez melhores até acabar no melhor de todos que é o Braga... um caso de sucesso desportivo

:lol:

Duvido que o facto de ter o passaporte comunitário tenha feito com que fosse para o Real. Ou o Deco para o Barça.

Olha que, disso, podes ter a certeza absoluta.

No caso do Deco até foi dito na altura que era pa facilitar a venda e a subida de preço para o Porto o vender. Obviamente nao vejo mal nenhum nisso. o naturalizar português é sempre por razoes financeiras pa todos.

ps : magoaste-me muito ao não teres estado comigo de mão dada na opinião... ou no mínimo teres dito here we go again... :(

Edited by Viklund

Share this post


Link to post
Share on other sites
Duvido que o facto de ter o passaporte comunitário tenha feito com que fosse para o Real. Ou o Deco para o Barça.

Olha que, disso, podes ter a certeza absoluta.

Sim, claro, porque o facto de serem bons jogadores até nem ajuda nada. O que interessou, acima de tudo, foi que tinham passaporte europeu. Aliás, acho que é assim que agora os clubes escolhem os jogadores: só compram quem tenha passaporte europeu...

Share this post


Link to post
Share on other sites
Duvido que o facto de ter o passaporte comunitário tenha feito com que fosse para o Real. Ou o Deco para o Barça.

Olha que, disso, podes ter a certeza absoluta.

Sim, claro, porque o facto de serem bons jogadores até nem ajuda nada. O que interessou, acima de tudo, foi que tinham passaporte europeu. Aliás, acho que é assim que agora os clubes escolhem os jogadores: só compram quem tenha passaporte europeu...

Errado. As vagas de estrangeiros, em Espanha, são muito limitadas. É muito importante os jogadores terem passaporte comunitário, é uma coisa que valoriza muito. Se assim não fosse, o escândalo dos passaportes falsos em Itália nem teria ocorrido, não é verdade?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mais discussões do mesmo, há pessoas que não se cansam de bater na mesma tecla...

Declarações escusadas do João Pinto... quem mandou um murro no árbitro fala demasiado... ainda não vi os naturalizados a envergonhar Portugal como ele fez...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.