Jump to content
Sign in to follow this  
Walt Sousa

Já Sabe Tudo Sobre A Televisão Digital Terrestre?

Recommended Posts

Já sabe tudo sobre a Televisão Digital Terrestre?

Portugal está a preparar a entrada na Televisão Digital Terrestre. No início de 2008, garante o governo, será lançado o concurso que escolherá os protagonistas do novo serviço, terminando um processo que se iniciou em 2001 e que fica marcada por vários atrasos.

Mas o que vai mudar com a TDT? Que benefícios terá o cliente quando fizer esta migração tecnológica do actual sistema analógico para o sistema de televisão digital?

A primeira e mais óbvia vantagem da televisão digital é a melhoria na qualidade da imagem e do som que o utilizador recebe em casa. Por outro lado, o cliente passa a ter acesso a um arquivo de conteúdos a que poderá recorrer para recuperar um programa que não viu ou que quer rever. Terá acesso na TV a canais de rádio ou a serviços on demand.

Para os cidadãos com deficiência abrem-se também novas oportunidades de acesso aos serviços de televisão, já que a TV Digital facilita a introdução de serviços de assistência, tradução, sinalética vocal, guias de programas e outras funcionalidades.

Teoricamente a TV Digital também permite uma escolha mais abrangente de canais e de programas, uma possibilidade que os interessados têm discutido considerando o modelo proposto pelos reguladores para o concurso limitativo, pelo menos no que se refere à variedade de canais que podem ser disponibilizados em sinal aberto.

O concurso de TDT prevê a atribuição de duas licenças, em dois procedimentos diferentes. Um dos concursos vai seleccionar um operador de distribuição de televisão de acesso não condicionado. É a este operador e nesta faixa que caberá a transmissão dos quatro canais generalistas RTP1, RTP2, SIC e TVI, a que podem juntar-se mais canais de televisão também em sinal aberto.

A segunda licença diz respeito à atribuição de cinco direitos de utilização de frequências TDT em regime pago. Ao abrigo desta licença são contempladas duas coberturas de âmbito nacional e três coberturas de âmbito regional.

O acesso à TV Digital não terá custos para quem tiver televisores mais recentes, mas no caso das TVs mais antigas é necessária a utilização de um descodificador. Não há ainda uma ideia de quanto pode custar este equipamento, até porque em vários países o Governo ou as entidades que oferecem o serviço digital comparticipam ou pagam na totalidade este custo. A medida visa acelerar a adopção dos serviços digitais, que a Comissão Europeia quer que substituam os analógicos até 2012.

O acesso aos canais é livre, no caso da televisão nacional generalista e mais alguns canais que venham a nascer no âmbito da licença concedida neste concurso, mas a grande maioria terá acesso pago e rivalizará com as ofertas do cabo e do satélite que já hoje estão disponíveis.Não é para já possível antever se a preços mais ou menos competitivos. O que se sabe, é que os operadores interessados têm vindo a tentar intervir no processo de forma a que o processo de atribuição de licenças valorize a possibilidade de complementar ofertas de televisão digital terrestre com outros serviços, nomeadamente acesso à Internet, pelo que - como já acontece com o cobre ou o cabo - também neste caso é possível que surjam oferta 2play ou triple play.

O percurso da TDT em Portugal

Portugal passou de pioneiro no lançamento da TDT para a cauda da Europa. É a par com a Irlanda e um conjunto de países da nova Europa, o único Estado que ainda não apresentou à Comissão Europeia um calendário para o switch-off da televisão analógica, e um dos poucos que ainda não avançou na TDT.

Do primeiro concurso, lançado em Abril de 2001, até à data de hoje permanecem dúvidas relativamente ao potencial de sucesso da tecnologia, sobretudo pelo facto de Portugal ter já uma penetração de plataformas como o cabo ou o satélite muito significativa. Subsistem também dúvidas relativamente ao modelo de negócio, que os operadores não viram esclarecidas nos projectos de regulamento que estiveram a consulta pública.

A consulta pública aos projectos de regulamento para o concurso foi lançada em Agosto e prolongou-se até 15 de Outubro. Neste momento os reguladores, das comunicações electrónicas e do audiovisual, estão a preparar os relatórios com os resultados do processo, que ajudarão a definir eventuais alterações.

Outra questão importante neste processo é a do espectro radioeléctrico que será deixado livre com o fim da emissão de televisão analógica. Este espaço será no futuro usado por novos serviços, nomeadamente a Mobile TV, que funcionará em complemento com a televisão digital terrestre permitindo ter no telemóvel conteúdos televisivos com melhor qualidade do que os hoje dispinibilizados pelos operadores com o 3G.

tek.sapo.pt

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu estou mesmo a ver que isto só começa lá para 2012. Está o pessoal já trocar as televisões LCD FULL HD por umas OLED.

Assim nunca mais posso ver as novelas em alta definição :-..

Share this post


Link to post
Share on other sites

TDT: DESCODIFICADOR SEM SUBSÍDIO

Era uma das questões em aberto no que diz respeito à futura oferta de Televisão Digital Terrestre portuguesa, cujo concurso público deverá surgir muito em breve: o governo português já admitiu, pela voz do ministro dos assuntos parlamentares, Augusto Santos Silva, que não irá subsidiar os descodificadores indispensáveis para se poder ver as emissões digitais terrestres, não seguindo assim o exemplo de alguns países europeus (por exemplo, o governo italiano atribui uma ajuda financeira de 150 euros). A ver vamos se esta decisão agora revelada não irá travar o desenvolvimento da futura TDT nacional...

Fonte: telesatelite.net

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.