Jump to content
Sign in to follow this  
PunK_BoY

O Ke Dizem Disto?! Estou Indeciso!

Recommended Posts

Guest grandenaboverde

informem-se lá como funciona isso e depois digam qualquer coisa. se não for só para empresas, bye bye sapo! :D

Share this post


Link to post
Share on other sites

eu ja tinha falado disso... e axo k n é só para empresas...

se n for e mta bom. ai e logo bye-bye sapo. era bom k desse pa qq 1. isso sim era cuncurreuncia a baler. abaixo o menopolio da PT.

cheers

:guns:

Share this post


Link to post
Share on other sites

se n for e mta bom. ai e logo bye-bye sapo. era bom k desse pa qq 1. isso sim era cuncurreuncia a baler. abaixo o menopolio da PT.

cheers

:guns:

Eu penso k eles lançaram isto por causa dakela cena dos 10 dias da ANACOM... ng deve ter reclamado... se isto for para qualquer um a telepac/sapo e outras empresas também devem entrar pa concorrencia e lançar novos tarifarios...

Mas como é k dixes bye-bye a sapo? supostamento temos um contracto de 12 meses... tenho a net 512/128 35€/mês, tu não?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest grandenaboverde

sim, existe um contracto de 12 meses. no meu caso já passou à muito, e vou substituí-lo ou por este pacote (se der) ou por OniDuo. :)

Share this post


Link to post
Share on other sites

gostei desse serviço mto bom mm, isso arrumava logo netcabo e sapo de uma xs ou era 1 chapada tao forte k eram obrigados a melhorar o serviço.

agora gostava era de saber se é tao bom qt dizem... pk as xs a publicidade nem sp é o k parece.. por ex pings.. sao bons?

Outra coisa k vcs tem de perceber é k a PT nao tem concorrencia nacional ao nivel neste momento. A PT controla acima de 90% da banda ca em portugal e a restante percentagem de banda é controlada pela vodafone c os serviços de banda larga wireless. Dps qd falam de novis, jazztel,tele2,oni,... n se iludam, todos eles dependem da PT.Essas empresas nao fazem frente à PT,sao empresas que fazem parte da PT de uma certa maneira.Vcs para mudarem da PT para qualquer uma dessas redes tem de "pedir autorizaçao" à PT. Até a netcabo esta dependente da PT.

Infelizmente neste momento é assim e n ha nada a fazer.

Share this post


Link to post
Share on other sites

gostei desse serviço mto bom mm, isso arrumava logo netcabo e sapo de uma xs ou era 1 chapada tao forte k eram obrigados a melhorar o serviço.

agora gostava era de saber se é tao bom qt dizem... pk as xs a publicidade nem sp é o k parece.. por ex pings.. sao bons?

Outra coisa k vcs tem de perceber é k a PT nao tem concorrencia nacional ao nivel neste momento. A PT controla acima de 90% da banda ca em portugal e a restante percentagem de banda é controlada pela vodafone c os serviços de banda larga wireless. Dps qd falam de novis, jazztel,tele2,oni,... n se iludam, todos eles dependem da PT.Essas empresas nao fazem frente à PT,sao empresas que fazem parte da PT de uma certa maneira.Vcs para mudarem da PT para qualquer uma dessas redes tem de "pedir autorizaçao" à PT. Até a netcabo esta dependente da PT.

Infelizmente neste momento é assim e n ha nada a fazer.

tens toda a razão. e aki fica 1 artigo tirado so site da deco a alertar para mais algumas coisinhas indecentes k os isps fazem nesta republica das bananas k e pt.

Fornecedores de acesso à Internet: navegação limitada, custos ilimitados!

(Pro Teste n.º 245 - Março de 2004 - pág. 8 a 13)

Velocidades inferiores às anunciadas, cláusulas abusivas nos contratos, preços elevados quando se ultrapassam os limites de tráfego, assistência técnica cara e ineficaz: eis os principais problemas a salientar num estudo que a DECO/PRO TESTE realizou aos fornecedores de acesso à Internet portugueses.

Navegar na Internet com a velocidade anunciada pelos fornecedores de acesso é, quase sempre, uma utopia. Através de um sítio que aquela revista criou para o efeito, mais de 6 mil utilizadores mediram a velocidade das respectivas ligações, entre Outubro e Dezembro de 2003. As diferenças encontradas são inadmissíveis, em especial nas velocidades mais elevadas: chegam a ser menos de metade do anunciado.

Os fornecedores deveriam ser mais honestos com os consumidores e indicar-lhes uma velocidade mais próxima daquela que habitualmente vão conseguir disponibilizar na sua zona de residência. Mais: deveriam melhorar as infra-estruturas, para aumentar a velocidade de acesso. Neste sentido, a DECO/PRO TESTE defende que, à semelhança do que acontece noutros sectores, a Anacom imponha um regulamento da qualidade do serviço que defina padrões mínimos que os fornecedores sejam obrigados a respeitar, sob pena de serem penalizados.

Outro problema prende-se com os valores que alguns dos serviços analisados cobram além da mensalidade. De facto, apenas em quatro a mensalidade implica tráfego ilimitado. Nos restantes, existem limites que, por vezes, são diferentes para tráfego nacional e internacional e, quando o utilizador os ultrapassa, passa a pagar em função da quantidade de dados transferidos. Como a maioria dos sítios a que se acede são internacionais, o limite deste último deveria ser superior, o que nem sempre acontece. Após ter realizado vários cálculos, aquela revista de defesa do consumidor verificou que quem descarrega ficheiros de grande capacidade durante um mês poderá ver a sua conta mensal ultrapassar os 300 euros! Para evitar surpresas, o melhor é ir controlando, na página do fornecedor, se os limites estão quase a ser atingidos. Outra hipótese consiste em verificar se o fornecedor permite o acesso a tráfego ilimitado através do pagamento de uma quantia adicional por mês.

Além disso, a PRO TESTE considera também inaceitável que, com excepção do Clix Turbo, o tráfego incluído na mensalidade, e não utilizado, não transite para o mês seguinte. De facto, se os fornecedores cobram quando os limites são ultrapassados, deveriam deixar o consumidor utilizar tudo o que paga, independentemente do mês em que o faz.

A DECO/PRO TESTE analisou, ainda as condições gerais dos contratos e o panorama revelou-se desolador, dada a quantidade de cláusulas abusivas encontradas. Os fornecedores acham-se no direito de definir as regras a seu bel-prazer e isentam-se de responsabilidades em tudo o que entendem. Por fim, quem estiver insatisfeito com o serviço prestado, deverá analisar bem o contrato antes de desistir, pois alguns obrigam a um compromisso de permanência de um ano. Assim, se o utilizador desistir, terá de pagar, na mesma, as restantes mensalidades!

As ilegalidades são muitas e há quem refira ter submetido o contrato à apreciação da entidade reguladora do sector: a Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom)! Como tal, a DECO/PRO TESTE exige que os fornecedores modifiquem os seus contratos e ainda refere que “se não o fizerem num prazo razoável, a Anacom e o Ministro da Economia Carlos Tavares não podem ficar indiferentes à violação dos direitos dos consumidores”.

Aquela revista realizou, ainda, um inquérito aos utilizadores de Internet, para aferir a sua satisfação com o serviço prestado. Um dos aspectos focados foi o serviço de assistência ( helpdesk ). Verificou-se que a maioria dos utilizadores recorreu ao telefone para solicitar ajuda, mas apenas num terço dos contactos o problema ficou resolvido. A duração total da chamada é outro aspecto a ter em conta, pois, enquanto nalguns fornecedores se paga o equivalente a uma chamada local, noutros o preço é muito elevado. É o caso do OniNet, do IOL e do Clix, onde uma chamada de 30 minutos para a assistência custa, respectivamente, € 9,60, € 13,35 e € 24,00! É inadmissível que sejam cobradas quantias tão elevadas, para resolver problemas que, muitas vezes, são da responsabilidade do prestador do serviço.

Os problemas encontrados são comuns a todos os serviços. Sendo assim, aquela revista indica quais escolher apenas em função do preço e da média das velocidades medidas. Para quem faz um uso moderado, a melhor opção, até 15 horas mensais, é o serviço da IOL que utiliza a banda estreita. Quem ultrapassar as 15 horas mensais, já deverá optar por um serviço de cabo (de 128 ou 256 kbps), sendo o Tvtel Netsonic 128 SL o melhor, contudo, só está disponível nalguns concelhos do grande Porto.

Quem descarrega ficheiros não muito grandes e considera a velocidade importante, deverá optar pelo serviço OniNet Speed. Mas se for assinante do serviço de televisão da TV Cabo, o Netcabo Speed ON, com 640 kbps é a melhor alternativa. Caso descarregue muitos ficheiros de grande capacidade (de vídeo, por exemplo), a escolha deverá recair num serviço com um limite de tráfego internacional elevado, como o Netvisão 512 kbits, ou sem limites, como o Box ADSL e o Via Net.Works Via ADSL Standard. Se o principal requisito for a velocidade, o Netvisão 1 Mbit é a melhor opção. Contudo, o utilizador deve ter em conta que irá pagar o dobro da mensalidade, mas não irá obter o dobro da velocidade.

27.02.2004

cheers

:guns:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bem... enviei um mail a pedir info sobre isto... e responderam-me k se destina a empresas :(

ora bolas. parece k a maré de azar vai continuar. ker dizer pos desgraçads dos tesos o serbiço fica carote e pakeles k têm pastel até dizer chega há preços dakeles, isto realmente ta td ao contrario. :(

cheers

:guns:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.