Jump to content
Sign in to follow this  
.:HC:.

A Edp Vai Ofercer Lâmpadas?

Recommended Posts

A EDP apresentou esta sexta-feira o seu programa de acção para a promoção da eficiência no consumo de energia que vai decorrer durante este ano. Entre as medidas incluídas neste plano está a distribuição de mais de meio milhão de lâmpadas economizadoras por todo o país às famílias portuguesas.

Neste programa, vão ser investidos 10 milhões de euros, dos quais 2 milhões serão aplicados directamente pela eléctrica e o restante será decorrente do PPEC (Plano de Promoção da Eficiência no Consumo), promovido pela ERSE (Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos).

O primeiro objectivo da EDP é ir de «porta a porta» para oferecer 500 mil lâmpadas economizadoras. Quando a equipa da empresa estiver na sua zona vai ser previamente avisado através de um folheto informativo no seu correio. «Vai permitir às pessoas experimentar os benefícios de ter lâmpadas eficientes», adiantou o administrador da empresa para a área comercial, Jorge Cruz de Morais, na apresentação deste programa.

Comparticipação de frigoríficos até 34,6 euros

A EDP vai também permitir a comparticipação na compra de frigoríficos pagar a diferença entre os preços de compra de um frigorífico de classe A e outro menos eficiente, com o limite de 34,6 euros, para 6.500 frigoríficos de classe A. Isto significa que, se for comprar um frigorifico eficiente, poderá pedir na loja um vale da EDP para que lhe seja descontado no momento em que efectue o pagamento.

Prémio de 100 mil euros para trabalhos escolares

Nas escolas vai ser lançado um projecto para sensibilização dos temas de «eficiência energética» e das «alterações climáticas», abrangendo 311 mil alunos do 5º e 6º anos do ensino básico, 46 mil professores e 660 estabelecimentos de ensino. A acção vai desenvolver-se em várias fases, nas quais vai ser dada formação a professores, distribuição de material didáctico e um concurso para a premiação dos melhores trabalhos com um total de 100 mil euros. «Vai atingir cerca de 4 milhões de pessoas de forma indirecta», apontou o responsável.

Concurso universitário

A nível universitário, a acção deste plano também não vai ser descurada. Será lançado um concurso de ideias de negócio na área da eficiência energética. O objectivo é dar prémios aos trabalhos de fim de curso de alunos universitários e politécnicos que apresentem um produto de hardware ou software que permita obter poupanças quantificáveis de consumo de electricidade.

Ainda 225 famílias vão ser acompanhadas nos seus hábitos de consumo energético para perceberem de que forma poderão alterar e racionalizá-lo. Apesar destas famílias já terem sido seleccionadas, a EDP vai também contar com um «energybus», ou seja, terá um autocarro a percorrer o país com demonstrações e divulgação de informação no sentido de uma maior eficiência do consumo de energia.

Por fim, a eléctrica vai orientar os consumidores domésticos na compra de equipamentos eficientes para o qual vai elaborar uma base de dados dos mesmos num portal criado de propósito para este efeito.

«Queremos fomentar uma visão de longo prazo» na eficiência energética, referiu o CEO da eléctrica, António Mexia, sublinhando que este é um tema central na estratégia da empresa.

Acções também nas empresas

A par destas iniciativas para os consumidores domésticos serão feitas outras também para as empresas. Para elas, a EDP contou com vários apoios, nomeadamente da Direcção Geral de Geologia e Energia (DGGE), do Instituto Superior Técnico (IST), da Quercus ou da Universidade de Coimbra.

Poupança de 23 milhões de euros

António Mexia adiantou ainda que o impacto global deste programa será muito significativo. «O conjunto todo de medidas vai permitir poupar mais de 400 mil MWh de energia que equivalem ao consumo anual de 150 mil famílias portuguesas. A nível de emissão de CO2 a poupança será de 150 mil toneladas». Isto traduz-se numa economia de energia no valor de 20 milhões de euros (50 euros por MWh) e de CO2 de 3 milhões de euros (18/20 euros por tonelada).

Agencia Financeira

Primeiro roubam e depois pagam? :dumb:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Primeiro roubam e depois pagam? :dumb:

Pagam com quê?

Com o dinheiro do estado?

Não é bem dinheiro do estado... Isto é uma forma de a EDP fazer "propaganda" contra os novos concorrentes da energia...

Mas até é uma boa accção, mais vale usar lampadas economizadoras... pagamos menos a eles assim.

Cumpz

Share this post


Link to post
Share on other sites

Primeiro roubam e depois pagam? :dumb:

Pagam com quê?

Com o dinheiro do estado?

Não é bem dinheiro do estado... Isto é uma forma de a EDP fazer "propaganda" contra os novos concorrentes da energia...

Mas até é uma boa accção, mais vale usar lampadas economizadoras... pagamos menos a eles assim.

Cumpz

Mas a EDP n é 1a empresa pública? Se assim o é, as lâmpadas são oferecidas pelo estado, por isso acabamos por pagá-las na mesma!

Share this post


Link to post
Share on other sites

O contribuinte paga... mas também "despaga"... se milhares de pessoas usarem essas tais lampadas, vão poupar muitos euros ao ano...

CUmpz

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.