Jump to content
nelohenriq

O "código Nuno Assis"

Recommended Posts

O "Código Nuno Assis"

1

Nuno Assis solicitou à Comissão Disciplinar da Liga a atenuação extraordinária da sua pena. Por sua vez, o órgão da Liga pede ao CNAD (Conselho Nacional Antidopagem) um parecer médico-legal, que acedeu à solicitação, enviando um documento elaborado por Luís Horta, director do CNAD. Segundo o Artigo 26.º do Decreto-Lei 183/97 (alínea C) da legislação vigente para o controlo antidopagem, o CNAD tem, entre outras, a competência de "emitir pareceres fundamentados para efeitos de atenuação extraordinária das penas". O emblema encarnado alega, portanto, que o CNAD não tem competência para emitir qualquer parecer médico-legal.

2

Nuno Assis solicitou ao CNAD a Acta da sua 123.ª reunião, na qual, dos sete membros presentes, três terão requerido o levantar imediato da suspensão preventiva ao jogador encarnado. O camisola 15 quis igualmente saber a ordem de trabalhos e quais as declarações de voto expressas nesta reunião. Como resposta, o CNAD enviou apenas um "excerto" desta mesma Acta e não a totalidade do documento. Neste excerto, pode confirmar-se igualmente que foi Luís Horta o autor do parecer médico-legal entregue à Comissão Disciplinar da Liga.

3

A defesa de Nuno Assis alega que passou demasiado tempo entre a recolha da amostra (dia 3 de Dezembro, às 00h55) e a análise da mesma (dia 7 de Dezembro, às 12h32). O CNAD garante que todo o processo decorreu o mais rapidamente possível, pois não havia avião da Madeira para Lisboa nesse mesmo domingo. Passaram, entretanto, 82 horas – em condições de armazenamento alegadamente desconhecidas pela defesa encarnada – e os peritos "encarnados" garantem que, tanto a demora, como as condições de armazenamento, podem alterar os valores das análises.

4

No "Pacote de Documentação" apresentado pelo Laboratório de Análises e Dopagem figura um quadro com a decomposição da análise à (primeira) amostra recolhida a Nuno Assis. Segundo esta mesma tabela, a urina do jogador encarnado não apresenta valores proibitivos de 19-norandrosterona. Confrontado com esta situação, o CNAD justificou-se perante a defesa de Nuno Assis, apresentou uma nova tabela com os dados alegadamente correctos e disse que houve um "erro de transcrição" dos valores. Os dados inscritos como sendo relativos à primeira análise (A), reportariam, portanto, à segunda amostra ( B) . A defesa de Nuno Assis considera a falha inadmissível, tendo em conta a importância dos valores da análise no desenrolar do processo e o CNAD garante que foram tomadas medidas para evitar "erros futuros".

5

Estatisticamente, o valor máximo que Nuno Assis poderia acusar seriam 2,3 (e não apenas 2,0) nanogramas por mililitro de urina - os analistas dão um "desconto" pelo facto de ser um atleta de alta competição. A defesa do jogador alega que na contra-análise (4 nanogramas por mililitro), face às margens de erro – presentes tanto no "desconto" inicial, como na fiabilidade dos valores apresentados na análise –, existe um "hiato" em que Nuno Assis pode não ultrapassar os valores estipulados por lei. O CNAD reconhece a margem de erro na análise à urina do jogador, mas não se refere à possível margem de erro no "desconto" inicial dado pelo facto de Nuno Assis ser um atleta de alta competição.

6

Num documento de registo de gestão de materiais do Laboratório de Análises e Dopagem aparece escrito o nome de um "técnico": António. Previamente, o mesmo laboratório é obrigado a elaborar uma lista de pessoas envolvidas e habilitadas na análise da primeira amostra de Nuno Assis. Nesta mesma lista, não consta o nome de António. Confrontado pela defesa de Nuno Assis com esta incidência, o CNAD justificou o nome "António" como sendo o nome dado ao computador que efectuou a análise. :lol:

In OJOGO

03/06/2006

Edited by nelohenriq

Share this post


Link to post
Share on other sites

É mais uma das palhaçadas do CNAD e do fdp do responsável do mesmo que parece ter o rei na barriga (nem sei como é que ele anda na rua descansado mas tá bem...).

No meio disto tudo, quem sofre é o jogador.

B)

Share this post


Link to post
Share on other sites

e e' um jogador que eu gosto mt de ver jogar enfim, e' como eu digo uma restruturação no futebol português não era ma' ideia :)

Edited by dEnAuN

Share this post


Link to post
Share on other sites

O q infelizmente está a suceder ao nuno assis foi o q sucedeu em alguns casos em algumas decisões da famosa comixão de disciplina.....

Arrasta-se...arrasta-se...e kem se f*de smp é o jogador...

É inadmissivel o q está a acontecer ao Nuno Assis...Lamentável...Mas é o fut portugues....E ainda bem q nao é smp a prejudicar os mesmos....

Cumpz

Share this post


Link to post
Share on other sites

O CNAD pode funcionar mt mal e os funcionários serem mt amadores, mas toda a gente sabe q o doping, seja de que forma for, é uma constante na alta competição... qd há jogadores das distritais a tomar nandrolona e afins, p melhoria de rendimento e recuperação de lesões, o que não se fará nos escalões principais... neste casos públicos raramente haverá inocentes. É a vida deles, aquelas substâncias rendem mesmo, há q arriscar...

O Kennedy, por ex, foi suspenso qd estava na selecção, depois de ter feito uma época canhão, q fez com q fosse convocado... se tivesse corrido bem, tinha valido a pena, não?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.