Jump to content
Sign in to follow this  
filsaint

DOS Upon A Midnight Dreary

Recommended Posts

Estava indeciso entre colocar aqui ou colocar na secção de Humor... mas como considero que, acima da piada que tem, está muito bem pensado e escrito, deixo aqui ;)

Não é da minha autoria (embora também escreva muitos poemas) e infelizmente nem sei quem é o autor de forma a poder dar-lhe aqui o devido crédito...

Peço desculpa por estar em inglês, mas penso que hoje em dia, este é um mal menor :)

Cá vai disto:

DOS Upon A Midnight Dreary

Once upon a midnight dreary,

fingers cramped and vision bleary,

System manuals piled high and wasted paper on the floor

Longing for the warmth of bedsheets,

Still I sat there, doing spreadsheets;

Having reached the bottom line, I took a floppy from the drawer.

Typing with a steady hand,

Then invoked the SAVE command

But I got a reprimand: it read "Abort, Retry, Ignore."

Was this some occult illusion?

Some maniacal intrusion?

These were choices Solomon himself had never faced before.

Carefully, I weighed my options.

These three seemed to be the top ones.

Clearly I must now adopt one:

Choose "Abort, Retry, Ignore."

With my fingers pale and trembling,

Slowly toward the keyboard bending,

Longing for a happy ending, hoping all would be restored,

Praying for some guarantee

Finally I pressed a key--

But on the screen what did I see?

Again: "Abort, Retry, Ignore."

I tried to catch the chips off-guard--

I pressed again, but twice as hard.

Luck was just not in the cards.

I saw what I had seen before.

Now I typed in desperation

Trying random combinations

Still there came the incantation:

Choose: "Abort, Retry, Ignore."

There I sat, distraught exhausted,

by my own machine accosted

Getting up I turned away and paced across the office floor.

And then I saw an awful sight:

A bold and blinding flash of light--

A lightning bolt had cut the night and shook me to my very core.

I saw the screen collapse and die

Oh no--my data base, I cried

I thought I heard a voice reply,

"You'll see your data Nevermore!"

To this day I do not know

The place to which lost data goes

I bet it goes to heaven where the angels have it stored

But as for productivity, well

I fear that IT goes straight to hell

And that's the tale I have to tell

Your choice: "Abort, Retry, Ignore."

Simplesmente magnífico...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sim, está bonito :) ... bom seria que também nas nossas vidas qualquer destas escolhas fosse realmente possível... mas não, nada é tão simples... uma questão de memória, penso eu ;)

Fica bem :flowers:

Share this post


Link to post
Share on other sites

é sempre possível

e muita vezes é tão simples quanto isso

só que, por vezes, não apetece nada escolher dessa maneira

(parece-me, neste Agosto)

Share this post


Link to post
Share on other sites
é sempre possível

e muita vezes é tão simples quanto isso

só que, por vezes, não apetece nada escolher dessa maneira

(parece-me, neste Agosto)

<{POST_SNAPBACK}>

Será mesmo possível? Será que é mesmo assim tão simples? Permite-me discordar :) Até acredito que seja possível e tão simples como dizes, mas tais hipóteses de escolha nunca podem ser utilizadas nas tuas decisões mais importantes... corres o sério risco de te arrependeres para o resto da tua vida ;)

Escolhas simples para decisões simples... como qual pão comprar para comer ao pequeno almoço... não para aquilo que mais importa...

Perdoem o desvio ao assunto (vulgo off-topic) mas puxaram-me pela língua :lol2:

Fiquem bem ;)

Share this post


Link to post
Share on other sites

quem?

onde?

a puxarem-lhe pela lingua???

:rolleyes:

tens razão: há sempre o risco de arrependimento das decisões tomadas

mas continua a parecer-me que o pior arrependimento é o das decisões que evitamos

(PS: pior no sentido de mais triste e inutil)

:whistling:

Share this post


Link to post
Share on other sites

:lol2: As decisões que não tomamos e que nos causam 'amargos de boca' já são outros quinhentos ;)

Mas certamente nessas decisões não usarás um leque de escolhas tão reduzido... convém pensar muito bem, pesar os prós e os contras e então decidir de cabeça limpa... cumprindo estes pontos, mesmo que a tua decisão tenha sido a errada, pelo menos tens consciência que, na altura, decidiste de perfeito juízo... com o tempo é que se verá se foi uma boa escolha ou não...

Os bons 'portos de abrigo' não têm só uma rota... podes lá chegar de outras maneiras... é preciso é ter cuidado com as ondas e com os outros barcos ;)

Já me alonguei demais... :whistling:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.