Jump to content

Saints

Power Members
  • Content Count

    87
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

59 Neutral

About Saints

  • Rank
    Newbie

Profile Information

  • Gender
    Male

Recent Profile Visitors

836 profile views
  1. Covid-19. Despacho de Marta Temido manda adiar cirurgias prioritárias, incluindo as que estavam programadas para doentes com cancro EXPRESSO.PT A ministra da Saúde determinou a concentração de todos os esforços na área de Cuidados Intensivos, nem que para isso seja necessário adiar as cirurgias programadas, mesmo que prioritárias. O despacho a que o Expresso teve acesso foi enviado esta tarde aos hospitais avisa que a situação é grave e que todos os recursos têm de ser concentrados no apoio aos doentes críticos da pandemia. Até agora esta é a medida mais grave já anunciada
  2. Infelizmente ainda não sou jornalista para andar a fazer previsões matematicas. Anda um tipo meses a fio a ler e escrever sobre Falsos Positivos, para vir Marcelo, com direitos especiais, provar isto empiricamente com uma amostra consecutiva de 4 testes. Isto é concorrência desleal.
  3. Lol isso prova literalmente o que acabei de dizer, a grande fiabilidade que os teste não têm. Claro que se há falsos positivos também vai haver falsos negativos. Estamos a adotar medidas com base em testes que funcionam quase como atirar uma moeda ao ar.
  4. O Marcelo testou positivo e negativo no mesmo dia. Será que melhorou entretanto ou estou a ser negacionista? Estou a ofender os medicos ao dizer que o Marcelo foi mais um falso positivo?
  5. Nunca disse que o covid é uma invenção, o que disse foi que vivemos numa pandeima de falsos positivos com a baixa taxa de fiablidade que os mesmos têm. Se analisares com atenção o grafico da TSF, já em 2018 tinha sido o ano em que tinha morrido mais gente nos ultimos 70 anos e que eu saiba ainda não havia nenhuma pandemia. Antonio Costa há uns meses disse que Portugal não aguentava um novo confinamento. Resta-nos esperar e ver o que acontece no fim, se morreu mais gente da doença ou da cura.
  6. Retirado do teu link: "Este ano, 2020, teve até agora mais cerca de nove mil mortos que em igual período de 2019 sendo que, recorde-se, perto de 5 mil foram causados diretamente pela Covid-19." Há vários especialistas e estudos que associam a restante mortalidade a efeitos indiretos da pandemia, nomeadamente à redução ou limitação dos cuidados de saúde."
  7. Já foste comparar a mortalidade com os restantes anos? Exacto, hospitais cheios de falsos positivos!
  8. O que aconteceu ao Marcelo prova bem o que ando a dizer há muito tempo. Uma pandemia de falsos positivos.
  9. co·a·bi·tan·te (latim cohabitans, -antis, particípio presente de cohabito, -are, habitar em conjunto) nome de dois géneros Pessoa que habita em comum com outra ou outras. = CO-RESIDENTE Palavras relacionadas: co-residente "coabitante", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2020, https://dicionario.priberam.org/coabitante [consultado em 13-11-2020].
  10. Este gráfico foi disponibilizado pela DGS e diz-nos uma coisa chocante, 68% das infeções dão-se no seio familiar. Ora se a grande maioria das infeções são transmitidas em casa, qual é a ideia de ficarmos confinados em casa? Se é em casa que nos infetamos, porque raio nos mandam para casa? Será que é para ter a certeza que nos infetamos todos e conseguimos a imunidade de grupo? Não me parece... Por outro lado, ao enviar-nos para casa aos fins-de-semana, a partir das 13:00, o que é que Antonio Costa vai conseguir? Toda a gente que precisa de fazer compras irá deslocar-se ao supermercado de
  11. Eu cumpro as normas de segurança e todos devemos cumprir essas normas, nem que seja pelo respeito aos outros, mas vivemos uma pandemia pior que a Covid. Vivemos na pandemia do medo. O medo construído por aquilo que vemos nas notícias, o que ouvimos, o diz que disse... Vivemos de fora para dentro. Não sentimos... apenas respondemos aos estímulos que nos chegam. E a nossa resposta ao medo é... mais medo. E se a resposta para ultrapassar estes tempos não for o estar fechado e distante emocionalmente? E se a resposta não for estar limitado à espera de uma vacina? E se a resposta for ligar a algu
  12. Não sei o que eles acham mas posso dar-te a minha visão da coisa. Na minha opinião, se temos mais ou menos infetados é completamente irrelevante. Alguma vez se parou um país por haver muiga gente com gripe? Se formos analisar as estatisticas, podemos verificar que este vírus apenas tem morto pessoas com uma saude previamente deblitada (e principalmente com idade superior a 50 anos). A preocupação numero 1 deveria ser proteger essas mesmas pessoas, como por exemplo, nos lares de idosos. Quantos surtos e mortes já houve em lares de idosos? Pois.. em vez disso andamos aqui todos em panico, d
  13. Quando não se tem resposta para contra-argumentar o mais facil é falar-se sempre em teorias da conspiração. Já que não temos estudos científicos, vamos a factos. Relativamente ao uso de mascara no meio da rua, além da invasão à liberdade individual que isto corresponde eu quero que vocês tenham bem a noção que países como Espanha têm esta medida implementada internamente há meses. E sabem que mais? Espanha atualmente é o país da União Europeia com o maior número de infetados.
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.