Jump to content

JoGo

Elite Members
  • Content Count

    3,183
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    8

JoGo last won the day on December 21 2020

JoGo had the most liked content!

Community Reputation

1,160 Good

About JoGo

  • Rank
    Velha Guarda
  • Birthday May 13

Contact Methods

  • Website URL
    http://
  • ICQ
    0

Profile Information

  • Gender
    Male

Recent Profile Visitors

2,775 profile views
  1. Toda o sorte do mundo para vós malta. Ninguém tem noção do que estamos a viver. E só estamos no início. Vamos ser piores que a Itália da 1.ª vaga. Ontem morreram 290 pessoas com COVID. Quase 15000 casos. E hoje vai ser novo estouro. Já para não dizer que há enfartes a morrer num canto por incapacidade de resposta. Este país é orientado por um bando de montes de merda. Não sei mais que dizer. Não aguentamos mais o esforço que nos obrigam a fazer.
  2. O problema não está só na mortalidade por COVID. É essa e a outra. Em 40 anos (e foi por uma vaga de calor) nunca tivemos tantos mortos em número absoluto por dia como na última semana. E na altura a população era bem maior que a atual. São os chamados danos colaterais do COVID. Uma palmadinha nas costas e “aguarde pela consulta em casa”. A maioria não chega lá. A manta é curta e não há mais a fazer. Ou se acode a um lado ou ao outro. Ou se fica a meio e caem dos 2 lados... O mesmo se pode dizer da economia. Ou se abre tudo e que se f*da. Ou se fecha tudo e vai o barco ao fundo. Ou se fica a m
  3. No 1º estado de emergência não se podia. Neste momento não faço ideia. Mas isso é fácil de resolver... Eu disse ao meu chefe que não estava disposto a tudo pela imagem dele e que na minha equipa as regras eram x, y e z. Ou ele aceitava ou me podia despedir. Portanto, há sempre a 2ª hipótese No SNS raciona-se tudo há já muito tempo Não conheço essa realidade, mas esta semana faltou temporariamente o suprimento num hospital da grande Lisboa. Na verdade tem a ver também com a logística e falta de espaço físico. Pelo menos na realidade que conheço. O oxigénio administra-se via rampas (fi
  4. Só tenho pena que quem deveria dar a cara, não assuma publicamente que falhámos no passado, estamos a falhar e vamos falhar muito nos próximos tempos. Um líder deve chamar a si a responsabilidade e há muitos responsáveis que deviam ter nome. Não custava assim muito assumir que somos pobres, falidos e não temos capacidade de resposta para tanto. Se não vai do mal, vai da cura... Pelo menos poupamos em pensões, já que a maioria dos que capotam são idosos. Extra 1) hoje batemos novamente os recordes (e a mortalidade infelizmente vai continuar a subir, seja COVID, seja não-COVID, pois as doen
  5. Mas aqui ao je, ouvido com os meus ouvidinhos, já me aconteceu. E a pessoa não admitiu, mas eu ouvia o “pip” de passar as compras na máquina. Avisei-o com jeitinho e reportei a situação a quem de direito.
  6. Não tenho grandes dúvidas. Isto são medidas que mehh Acho que só estão a empurrar para a frente com a barriga. Btw, voltamos a bater novo recorde de casos hoje. Soma e segue!
  7. Não é isso. Aposto os meus 2 rins que as cirurgias prioritárias vão ser (ainda mais) efectuadas no privado. As muito prioritárias não são adiadas. Basicamente há uns a ficar com a carne e outros com os ossos. Mas da maneira que estamos, não há muito a negociar. É aceitar, ao preço que for.
  8. Não te deixes levar pelo título. Cirurgia em doente oncológico nem sempre é prioritária. Um restabelecimento de trânsito intestinal após cirurgia inicial não é prioritário e ocorre num doente que ainda se pode considerar oncológico. Mas claro, há muita coisa a ser classificada como prioritária e deveria ser muito prioritária. Tudo para contornar a incapacidade de resposta nos tempos úteis. Já estou a ver quem está a esfregar as mãos com esta medida
  9. E ontem com novo recorde de óbitos (155). Temos aqui uma realidade de ambulâncias 5h à porta do SU, a trabalharem por causa do frio, com doentes dentro, por não haver espaço e macas onde os deixar. Alguns já nem devem chegar a entrar. É vida... Mais um brinde e que se lixem as máscaras. A malta quer é uns copos, uma jantarada e tal! (Por acaso tenho saudades, confesso )
  10. JoGo

    Desabafos

    Agora é a de 1.5m x 1,5m que quer um pai para a criança Vai à bruxa, homem!
  11. Estamos a agravar. Ontem tivemos novo recorde de óbitos, que irá ser anunciado hoje. Efetivamente vai ser preciso usar os privados ainda mais do que já é. Mas já se está mesmo a ver que vai haver seleção de casos para um lado e para outro. Mas assim é que não há quem aguente.
  12. Pela minha experiência de março / abril, onde colaborei num “hospital de campanha”, só serve para casos ligeiros / sociais. Um caso moderado a grave precisa de uma logística gigante e a nossa realidade de hospitais de campanha não está preparada para isso. Não há pressão negativa, não há TC, não há rampas de aspiração, etc. E além disso temos diversas unidades de internamento fechadas que podiam abrir, se houvesse interesse. O Hospital Militar de Coimbra está às moscas. O Hospital da Compaixão está fechado. O Hospital dos Covões tem várias enfermarias fechadas, pois era para ter sido completam
  13. A vacinação não é assim tão linear. Após a vacina, a pessoa deve ficar cerca de 20min num espaço de observação, equipado com material de emergência. Logisticamente, não é assim tão simples. E depois também é preciso profissionais... Que já antes disto não havia. 2 questões simples que quem de direito deveria responder.
  14. Quando saírem os números de hoje a público, vamos bater os recordes todos. Devem ser divulgados dentro de pouco tempo. Pela primeira vez óbitos acima dos 100. Mas hey, o meu almoço vai ser leitão e isso é que importa Acho que já aprendi a viver com esta merda
  15. Essa pessoa já teve um AVC, pelo menos, em 20 de dezembro. Andou foi a babar até agora, altura em que a clínica agravou. Agora que há situações em que a estratégia é simplesmente esperar, há. Mas é esperar sob vigilância e não em casa. Neste momento, há uma pressão gigante (e já há anos...) para serem dadas altas a tudo e mais alguma coisa. Financiamento que vem da ACSS... Quem ousa questionar, tem represálias. Como isto há imensa patologia grave a passear. No fim de semana passado falei com uma amiga do Hospital dos Covões, chefe de turno, que desesperada dizia que ia abandonar também. T
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.